Vagner, o goleiro escalado para jogar na linha (e que fez gol)

Imagem: São Bernardo FC/Divulgação
943

Vagner foi o grande nome da primeira rodada do Campeonato Paulista sub-20 de 2020, nesta sexta-feira (23).

Jogando no Estádio Nicolau Alayon, em São Paulo, o São Bernardo visitou o Nacional. E como o técnico Márcio Zanardi não tinha alguns jogadores inscritos para a estreia, relacionou o goleiro Vagner como jogador de linha para ficar no banco do time do ABC. Apenas seis atletas ficaram no banco de reservas, totalizando 17 relacionados.

Leia também:

Como o Tigre abriu 4 a 1 com relativa facilidade, Vagner saiu do banco e foi a campo aos 37 minutos do segundo tempo. E surpreendeu: fez o último gol da vitória por 5 a 1, já nos acréscimos.

Nós ainda não temos imagens do gol. Mas após o jogo, Vagner admitiu que ficou surpreso até mesmo com a possibilidade de entrar em campo.

“Não esperava entrar na partida. Quando ele (Márcio Zanardi) me chamou para segurar a bola na frente, fiz o meu melhor e fui presenteado por Deus com esse gol. Sério, nem nos meus maiores sonhos eu esperava um momento como esse, que foi totalmente preparado por Deus”, disse o goleiro artilheiro, em entrevista divulgada pelas redes sociais do São Bernardo.

“Eu acredito que nós não podemos ter vaidade — ainda mais com a comissão, com o grupo que a gente tem. É muito forte, é muito unido. Somos bem transparentes. Quando ele (Zanardi) me convidou, eu falei: ‘estou com você até o final’. Isso só mostra a força do grupo. Estou feliz em poder ajudar a minha equipe”, acrescentou.

O São Bernardo volta a entrar em campo na sexta-feira (30), quando recebe o Flamengo de Guarulhos em Itatiba. O Nacional visita o Palmeiras.

Atualização: o sempre atento Reinaldo Andrade tem imagens do gol.

Em 2010, meia vira goleiro-artilheiro

A gente não se lembra de algo parecido, mas lembrou de um jogo na Série A-3 do Campeonato Paulista de 2010. Na partida entre Juventus e Palmeiras B pela quinta rodada do Grupo 2 da fase semifinal da competição.

Na ocasião, o Juventus chegou a abrir 2 a 0, mas o Palmeiras B empatou com dois gols de Diogo. No entanto, o goleiro alviverde Borges foi expulso no fim do segundo tempo, quando todas as substituições já haviam sido feitas. Resultado: Diogo foi para o gol.

Nos acréscimos, o meia-goleiro fez uma defesa em uma jogada de ataque do Juventus, que havia mandado até o goleiro para a área para tentar fazer o terceiro. Com a bola nas mãos, Diogo viu o camisa 1 grená fora da meta e não titubeou: mandou um chutão da própria área.

Para desespero juventino, a bola entrou e o Palmeiras B virou o jogo: 3 a 2, com três gols de Diogo – dois como meia e um como goleiro. No fim, o time B do Verdão acabou promovido à Série A-2 de 2011, enquanto o Juventus amargou mais um ano na Série A-3.

Comments