TJD pode ter torcedores no seu pleno?

Madeira foto criado por Racool_studio - br.freepik.com
72

Como escrevi no título da matéria faço essa pergunta para você leitor: TJD pode ter torcedores no seu pleno?

Essa pergunta me veio após ler uma matéria que dizia que integrantes do pleno catarinense seriam torcedores ou já fizeram parte dos clubes envolvidos na questão conforme a fonte.

Penso que precisa haver uma revolução nas regras de eleição do tribunal onde que os candidatos ao posto de preferência sejam de outros estados para garantir assim uma maior imparcialidade nos julgamentos.

A demora na denúncia e as desculpas colocadas no dia do julgamento levam um tanto de desconfiança do torcedor catarinense quanto à imparcialidade do Tribunal.

Entenda o caso que gerou toda situação

Publicidade

O Hercílio Luz de Tubarão, clube denunciado, classificou-se para as quartas de finais e jogou as duas partidas normalmente, sendo eliminado pela Chapecoense.

Somente após essa rodada a procuradoria do TJD realizou a denúncia e a partida entre Marcílio Dias e Chapecoense foi suspensa.

O detalhe que a partida onde o Hercílio colocou jogador irregular foi no dia 9 de abril, em jogo da primeira fase contra o Brusque.

A demora na denúncia e a não tomada de ação antecipada para não haver as quartas de finais antes do julgamento traz a situação que pode demorar para ser resolvida na Justiça, atrasando ainda mais o término do torneio.

A problemática tem gerado dificuldade de datas para a Federação Catarinense de Futebol devido ao atraso que vai gerar para continuidade do torneio. E, principalmente, para a Chapecoense, clube mais prejudicado, pois estava classificado para as semifinais e terá que jogar novamente, agora com o Figueirense que herdou a vaga do Hercílio Luz.

Muito provavelmente vamos ver mais capítulos na Justiça, prejudicando ainda mais a imagem do nosso campeonato.

Comentários