Time, colégio e paróquia: o curioso torneio de futebol dos Jogos Olímpicos de 1904

0 261

Muita gente discute se a disputa de um torneio masculino de futebol é necessário em Olimpíadas. O calendário é apertado, os jogadores principais das seleções são poupados e a simples presença de jogadores profissionais de futebol entre os atletas olímpicos é bastante destoante.

1904summerolympicsposterNo entanto, não se pode descartar o histórico amador do futebol em Jogos Olímpicos. Que o diga a edição disputada em 1904, na cidade de Saint Louis (EUA).

A exemplo do que aconteceu quatro anos antes, em Paris, os Jogos Olímpicos foram realizados paralelamente à Feira Mundial que a cidade hospedou. Por isso, ao invés de organizar competições durante duas semanas, Saint Louis teve competições de 1º de julho a 23 de novembro. O próprio COI classifica a edição como “caótica”.

“Infelizmente, os Jogos de Saint Louis repetiram todos os erros de 1900. As várias competições foram distribuídas ao longo de quatro meses e meio e se perderam em meio ao caos da Feira Mundial que celebrava a compra do território da Louisiana junto à França”, diz o site da entidade.

Entre as modalidades disputadas, o futebol fez sua estreia oficial – embora tenha sido disputada em 1900, como esporte de demonstração. Entretanto, como os Jogos Olímpicos eram realizados pela primeira vez fora da Europa, poucos países europeus disputaram, e nenhum deles enviou representantes ao futebol.

Para dar uma dimensão da organização, apenas cinco equipes demonstraram interesse em disputar a competição: Galt FC, Berlin Rangers, Universidade de Toronto (todas da província canadense de Ontario), Christian Brothers College e St. Rose Parish (ambas de Saint Louis). No entanto, duas das equipes desistiram antes do início do torneio: o Berlin Rangers (por problemas econômicos) e a Universidade de Toronto (que perdeu para o Galt FC em uma competição regional e desistiu da disputa olímpica).

Assim, em 16 de novembro, começou a primeira disputa de futebol em Jogos Olímpicos, a ser realizada no sistema “todos contra todos” em turno único. No campo do Francis Field, o Galt FC venceu o Christian Brothers College por 7 a 0; no dia seguinte, os canadenses venceram também o St. Rose Parish (time de uma paróquia local) por 4 a 0 e garantiram o primeiro lugar na competição.

Christian Brothers College (Crédito: Wikipedia)
Christian Brothers College (Crédito: Wikipedia)

O segundo lugar foi disputado em confronto direto entre as duas equipes de Saint Louis. Em um primeiro confronto no dia 20 de novembro, empate sem gols. No dia seguinte, novo 0 a 0. A definição do segundo lugar só veio no dia 23, quando o Christian Brothers College venceu por 2 a 0 – curiosamente, em uma partida válida somente pela Christian League (competição local) e que não é considerada oficial pelo COI.

Inicialmente, o Galt FC não recebeu uma premiação oficial pelo desempenho – a delegação, de 50 atletas, recebeu medalhas entregues pelo prefeito de Galt, mas que foram fabricadas em Saint Louis. Posteriormente, o COI reconheceu não apenas os canadenses como medalhistas de ouro, como ainda apontaram Christian Brothers College e St. Rose Parish respectivamente como prata e bronze, concedidas aos Estados Unidos.

Há poucos registros das equipes depois disso, mas não muito felizes. O Galt FC chegou a disputar ruidoso um amistoso internacional contra uma equipe inglesa em 1905, antes de encerrar suas atividades em 1910. Em 2004, cem anos após o ouro olímpico, o time foi introduzido no Hall da Fama canadense do futebol.

O Christian Brothers College continua suas atividades como um colégio religioso de Saint Louis. Nos esportes, revelou nomes como Larry Hughes (jogador da NBA com passagem por equipes como Golden State Warriors e Orlando Magic), Brandon Barklage e Tommy Heinemann (jogadores da Major League Soccer). Ainda hoje, tem uma equipe estudantil de futebol.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...