Nem só de Messi vive La Masía: 11 bagres revelados pelo Barcelona

0 628

Publicidade

(Texto atualizado até 1 de setembro de 2017)

Quando se revela jogadores como Lionel Messi e Andrés Iniesta, é fácil exaltar o trabalho feito nas categorias de base. Difícil é elogiar as “canteras” que revelam Fontàs, Fran Mérida, Tello e Bojan.

Nem tudo que se garimpa em La Masía é ouro. Seja por deficiência técnica, seja por falta de espaço em setores estrelados do time, vários jogadores cunhados pelo Barça ficaram pelo caminho ao longo dos anos.

Relembre o caso de “foguetes molhados” que levantam aquela velha questão do lateral Léo: “O Barcelona é tudo isso mesmo?”:

Rubén Miño (goleiro)

rubenmino_500-174

Miño deixou o pequeno Cornellà, da Catalunha, aos 18 anos para reforçar o time Sub-19 do Barcelona na temporada 2007/2008. Em pouco tempo, já reforçava o elenco principal – mas como quarto goleiro. Assim, passou alguns anos atrás de Victor Valdés e José Manuel Pinto, competindo com Oier Olazábal pela honraria de ser o segundo reserva. Então, no começo da temporada 2012/2013, mudou-se para o Mallorca em busca de espaço e hoje está no Oviedo.

Oriol Romeu (volante)

oriol_romeu-500_174

Começou a figurar no Barça aos 14 anos, jogando pelo time Sub-15 B – sim, o Barcelona tem um time Sub-15 B. Promovido ao Sub-15 principal em 2004, passou por Sub-17 B (2005), Sub-17 (2006), Sub-19 B (2007), Sub-19 (2008) e Barcelona B (2009). Promovido ao time principal em 2009, Romeu foi mais um a oscilar entre os times A e B até o fim da temporada 2010/2011. Aí, fez as malas e foi tentar a sorte no futebol inglês. Está no Southampton.

Andreu Fontàs (volante)

andreu_fontas-500_174

Criado no time, Fontàs disputou o Mundial Sub-20 de 2009, no qual a Espanha deu vexame e caiu nas oitavas de final. Promovido ao Barcelona B em 2008, oscilou entre o segundo time e o principal até 2013, sem jamais conseguir beliscar a vaga de Sergio Busquets na equipe principal – embora suas características sejam mais semelhantes às de Javier Mascherano, já que pode atuar também como zagueiro. Está no Celta de Vigo desde 2013.

Iago Falqué (meia)

iago_falque-500-174

Trocou as categorias de base do Real Madrid pelas do Barcelona aos 12 anos. Na Catalunha, Falqué foi se desenvolvendo até chegar ao time B aos 18 anos, passando pela Eurocopa Sub-17 e pelo Mundial Sub-17 em 2007. Então, despertou o interesse da Juventus, resolveu sair e virou profissional por lá. Atualmente com 27 anos, ele já passou por nove equipes, entre passagens boas e ruins.

Fran Mérida (meia)

fran_merida_500-174

Revelado pelo time Sub-19 do Barça, Fran Mérida foi uma daquelas “joias” pinçadas por Arsene Wenger para reforçar o Arsenal – assim, foi para o time londrino em 2007, aos 17 anos. Ficou na Inglaterra até 2010, contabilizando um empréstimo à Real Sociedad, antes de se mudar aos 20 anos para o Atlético de Madrid. O meia foi emprestado a Sporting Braga e Hércules, antes de ser negociado no começo de 2013 com o Atlético-PR. Teve passagem apagada pelo Furacão e agora está no Osasuna.

Cristian Tello (atacante)

Cristian-Tello-500_174

Por aqui, ele já foi chamado até de quase homônimo de Michel Teló. Porém, até aqui, o sobrenome tem ajudado mais do que o futebol: com passagens pelos times Sub-17 e Sub-19 do Barcelona, chegou ao time B em 2009 e ao time principal em 2011. Porém, em meio às dificuldades para brigar por espaço com Lionel Messi, David Villa, Pedro Rodriguez e Alexis Sanchez, só lhe restou ser emprestado: em 2014 para o Porto (POR) e em 2016 para a Fiorentina (ITA). Foi vendido em definitivo para o Bétis em 2017.

Isaac Cuenca (atacante)

isaac-cuenca-500-174

Diferente do que se vê entre os destaques da base do Barcelona, Cuenca passou por diversos clubes até chegar ao time profissional. Revelado pelo time Sub-11 do Espanyol em 2001, o time Sub-13 do Barça em 2003, passando para o Sub-17 do CF Reus em 2006 e para o Sub-19 do CF Damm em 2008. De volta ao Barcelona para atuar no time Sub-19 em 2008, chegou ao Sabadell em 2009 e ao Barça B em 2011. Enfim, chegou ao time principal na temporada 2011/2012, mas a falta de espaço no elenco o levou por empréstimo ao Ajax, da Holanda, no começo de 2013. Depois não voltou mais ao Barça e está no Granada.

Victor Vázquez (atacante)

victor_vazquez-500-174

Você já leu sobre Victor Vázquez aqui, mas não custa lembrar a história dele – afinal, poucos jogadores geraram tanta expectativa na famosa Geração 1987 quanto ele. Era o maior destaque em uma equipe que tinha Lionel Messi e outros bem sucedidos. Cunhado no time C do Barça, foi promovido ao time B na temporada 2005/2006, e chegou ao time principal em 2008. No entanto, as sucessivas lesões minaram suas chances na equipe, o que o tornou figura recorrente no segundo time até 2011. Aí, perdeu espaço e foi para o Club Brugge, da Bélgica. Em 2016, começou uma carreira alternativa no Cruz Azul, do México, e agora está no Toronto, do Canadá.

 

Jéffren Suarez (atacante)

jeffren_suarez-500-174

Nascido na Venezuela, atuou pela seleção espanhola nas categorias de base. Chegou em 2004 ao Barcelona B Sub-19, e foi ganhando terreno até alcançar o time principal na temporada 2006/2007. Mesmo figurando por vezes no time B a partir daí, Jéffren chegou a atuar alguns minutos na final do Mundial de Clubes de 2009, conquistado pela equipe diante do Estudiantes, da Argentina. Entretanto, na temporada 2011/2012, foi tentar a sorte no Sporting, de Portugal. Agora joga no futebol belga.

Bojan Krkic (atacante)

Bojan-Krkic-500-174

A vida de um jogador da base é menos complicada quando seu pai é olheiro do Barcelona. Assim, aos 14 anos, Bojan rapidamente arrumou uma vaguinha no time Sub-17 do clube catalão. Foi ganhando espaço, até chegar ao time principal em 2008. Foi eleito o terceiro melhor jogador Sub-21 da Europa em 2009 e se tornou candidato a suceder (???) Lionel Messi. Não emplacou e foi para a Roma em 2011 por empréstimo. Desde então virou um andarilho da bola: jogou no Milan em 2012/2013, Ajax em 2013/2014 e Stoke City em 2014/2016. Não deu certo no clube inglês, que já o emprestou para Mainz e Alavés.

Munir El Haddadi (atacante)

Depois de se destacar no Barcelona B, ele fez duas temporadas no time principal, mas teve pouco destaque. Não era fácil enfrentar a concorrência com o trio MSN, claro, mas ele não aproveitou as oportunidades que teve. Então passou a ser emprestado. Primeiro foi para o Valencia e agora vai jogar junto com Bojan no Alavés.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...