Lagartense 3 x 2 Fluminense: você sabe que este jogo nunca existiu, certo?

0 15.183

A passagem pela Série C do Campeonato Brasileiro marcou para sempre a história do Fluminense. Na internet, até hoje é comum que os torcedores rivais façam piadas com os tricolores, relembrando aquele ano de 1999. No entanto, uma das gozações mais recorrentes é baseada em um jogo obscuro, mas que jamais existiu: Lagartense 3 x 2 Fluminense, em 13 de outubro de 1999.

Leia mais:
>> Em 1998, Flu jogou Série B pela 1º vez (e deu vexame); relembre

O duelo tem vários ingredientes de folclore puro. A começar pelo time sergipano, escalado com jogadores de nomes bizarros – Galo Cego, Chico Manco, Tarzan, Bago Duro, Bate-Fica, Pé de Foice, Bode Branco… Para coroar, o árbitro da partida é identificado como Edílson Michael Jackson. A partida em Lagarto (SE) teria atraído apenas 250 torcedores ao Estádio Paulo Barreto.

Mas o que é verdade nesta história? Bem, quase nada.

8427266_lagartense
Lagartense, campeão sergipano de 1998 (Crédito: Click nos Campeões)

Fundado em 1992, o Lagartense conquistou seu primeiro título do Campeonato Sergipano em 1998. Desta forma, adquiriu de fato o direito a participar da Série C do Campeonato Brasileiro do ano seguinte – onde eventualmente se encontraria com o Fluminense, rebaixado da Série B em 1998.

(Crédito: Reprodução/Placar)
(Crédito: Reprodução/Placar)

Acontece que o Lagartense optou por não disputar aquela Série C. Por falta de recursos financeiros, abriu mão da vaga, que ficou com o Sergipe. Os sergipanos chegaram até as quartas de final da competição, mas não cruzaram em momento algum com o Fluminense.

Mas isso não quer dizer que não houve um Lagartense x Fluminense. Houve sim, duas vezes, e justamente em 1999. Mas pela Copa do Brasil.

Pela primeira fase do torneio, de fato, o Fluminense foi ao Estádio Paulo Barreto (que existe) para enfrentar o rival sergipano. Mas a equipe comandada por Carlos Alberto Parreira passou longe daquela derrota citada, e venceu por 1 a 0. O gol foi marcado por Marcelinho Paulista, aos 27min do segundo tempo.

Aquela escalação cheia de nomes bizarros? Outra lenda. Embora o Lagartense contasse com jogadores com apelidos bem curiosos (caso dos atacantes Adocica e Mocambo), o técnico Zuza alinhou um time batizado de forma bastante ortodoxa. No lugar de Creolina, Zaroio e quetais, o clube sergipano apostou em jogadores como Luciano, Denílson, Marquinho, André Luís, Saulo e Carlinhos.

lagartense_fluminense_ficha
(Crédito: Reprodução/Futpédia)

No jogo de volta, no Maracanã, o Flu venceu por 2 a 1 (Magno Alves e Roni marcaram, enquanto Mocambo fez o dos sergipanos) e assegurou a vaga. O time carioca foi eliminado logo na fase seguinte pelo Juventude (vitória por 3 a 1 no Rio e derrota por 6 a 0 em Caxias do Sul). O time gaúcho acabou campeão do torneio.

Por isso, quando você receber a ficha técnica do jogo Lagartense 3 x 2 Fluminense, não se preocupe. Apenas aproveite a façanha dos comandados do técnico Zé Maneiro e dê umas risadas dos gols que Zaroio, Pé de Foice e Nego Tula (nunca) marcaram.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...