PSG, eu sei o que você fez nos verões passados

0 3.196

Atualmente o PSG é visto por muitos como um time grande da Europa. A contratação de Neymar vai reforçar essa impressão. O time será o centro das atenções do público brasileiro. A grande mídia já começou a destacar os grandes craques que passaram por lá. Normal, tudo bem. Mas o Última Divisão está aqui para lembrar que, por muito tempo, o PSG foi um time bastante alternativo.

Durante o verão europeu, quando a janela de transferências é aberta, o time já contratou muitos brasileiros de qualidade duvidosa. Alguns até eram bons, mas não deram certo no PSG. E a lista a seguir destaca isso: jogadores que foram mal em Paris, independente deles serem bons ou ruins. Tem pelo menos 11 nomes que passaram por lá sem deixar saudades. Neymar que se cuide para não entrar nesse time também!

Joel Camargo (1971/1972)

Foi o primeiro brasileiro a jogar pelo PSG. Ele era destaque no Santos, estava no elenco do Brasil que foi campeão na Copa do Mundo de 1970 e por isso foi indicado por Pelé. Tinha acabado de se recuperar de um acidente de carro, mas nada deu certo: o time ainda era praticamente amador, então ele disputou apenas duas partidas e saiu rapidamente.

Edmilson Gonçalves (1997/1998)

É um jogador bastante desconhecido no Brasil. Fez a carreira basicamente no futebol português – o que já explica a presença dele nessa lista. Sem tanta qualidade, teve passagem desapercebida no PSG.

Adaílton (1998/1999)

Era um atacante bastante limitado, que surgiu no Juventude, foi para Europa e fez a carreira em times pequenos da Itália. Na passagem pelo PSG fez só quatro gols em 25 jogos.

César (1999/2000)

É aquele zagueiro que fez sucesso na Portuguesa, no final da década de 90, mas não conseguiu sequer jogar com  PSG com frequência. Saiu após disputar só dez jogos e nunca mais jogou tão bem.

Vampeta (2000/2001)

Foi um ótimo volante, participou do pentacampeonato da Seleção Brasileira e de outros bons times, mas no futebol francês não deu certo: disputou apenas oito jogos e saiu após seis meses.

Alex Dias (2001/2002)

Jogou com Ronaldinho Gaúcho no PSG, mas só teve brilhos esporádicos. Saiu com três gols marcados em 28 jogos disputados.

Aloisio (2001/2003)

Hoje o “Chulapa” é mais lembrado pelo “danone” e piadas de redes sociais. Mas na verdade ele foi um bom centroavante. No PSG a passagem dele foi abaixo da média, com apenas 18 gols em 78 jogos.

Publicidade

Ele jogou junto com Alex Dias, que contou ao UOL uma história muito boa: “tem um episódio na França que a gente queria comer frango, e o Chulapa não sabia falar e imitou um frango . Eu sei falar fluente francês, mas o Chulapa não sabia nada. Mas o frango chegou”.

André Luiz (2002/2004)

Ele tinha jogado bem no Olympique de Marselha, chegou com moral ao PSG, mas decepcionou. Sofreu lesões, não teve sequência de jogos e foi emprestado.

Reinaldo (2003/2005)

Pouco depois de ser contratado, Reinaldo já foi emprestado ao São Paulo. Na temporada seguinte, foi aproveitado no PSG, mas saiu para o Kashiwa Reysol sem deixar saudades.

Souza (2008)

Chegou para vestir a camisa 10 do PSG e não repetiu o bom futebol dos tempos de São Paulo. Disputou 17 jogos em seis meses e logo foi liberado.

Everton Santos (2008/2012)

Foi uma aposta do PSG para o futuro e chegou com contrato longo. Na apresentação se comparou ao Robinho e virou piada por isso futuramente. Disputou apenas três jogos e foi emprestado quatro vezes.

BÔNUS

Sabia que Túlio Maravilha quase jogou no PSG? Essa história aconteceu em 1992, tem detalhes interessantes e já foi contada aqui no Última Divisão. Clique aqui para ler.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...