A história dos times de Minas Gerais e Goiás no Campeonato Brasiliense

0 411

Publicidade

Muita gente estranhou a lista de campeões estaduais de 2016. Afinal, o vencedor do Campeonato Brasiliense foi um time de Goiás, o Luziânia. Está certo? Isso é possível?

Não apenas está certo e é possível, como é bastante comum no DF. Desde a década de 1960, na verdade, clubes de cidades de Minas Gerais e Goiás preferem disputar o Candangão do que os de seus próprios estados – em geral, por questões logísticas.

Ao longo da história, dez times de MG e GO disputaram as três primeiras divisões do Distrito Federal. Alguns, com relativo destaque, como é o caso do próprio Luziânia.

13151531_1008591242561710_8036791479410019875_nO clube de cidade homônima disputou o Campeonato Brasiliense pela primeira vez em 1964, justamente pela questão logística – Luziânia está a 59 km de Brasília e a 196 km de Goiânia (mapa ao lado). Foram participações esporádicas na elite candanga nas décadas de 1960 e 1970, até que o clube passou a se firmar na primeira divisão a partir de 1997. Desde então, foram 15 participações no Campeonato Brasiliense e dois títulos de campeão (2014 e 2016).

Na primeira divisão, nomes como Bosque Formosa (GO) e Unaí/Paracatú (MG) também se tornaram comuns nos últimos anos. Este segundo, aliás, é um caso bastante curioso: fundado em 1966 como Unaí Futebol Clube, chegou a disputar o Módulo II do Campeonato Mineiro na década de 90; no entanto, fundiu-se Sociedade Esportiva Itapuã (DF) em 2002 e passou a se chamar Sociedade Esportiva Unaí Itapuã, atuando no DF. Mais tarde, mudou de nome novamente para Unaí Futebol Clube em 2011 e mudou-se de cidade em 2014, para Paracatu – aí, virou Paracatu Futebol Clube.

Na segunda divisão, a presença de clubes de fora do DF é ainda mais marcante. Já na primeira edição da competição, em 1997, três dos sete times inscritos eram de MG. Foi apenas em 2005 que a segunda divisão do Campeonato Brasiliense contou apenas com clubes do DF.

Na terceira divisão, de história mais breve, a participação de forasteiros também não fica atrás. Nas quatro edições da competição (2006 a 2009), o Bosque Formosa (GO) atuou em todas, enquanto a Sociedade Esportiva Planaltina (GO) atuou em duas.

Confira o histórico dos times de MG e GO no Candangão:

Alexaniense (GO)
2ª divisão: 1 participação (1998)

Bosque Formosa (GO)
1ª divisão: 7 participações (2000, 2001, 2011, 2012, 2014, 2015 e 2016)
2ª divisão: 9 participações (1997, 1998, 1999, 2000, 2002, 2003, 2004, 2010 e 2013)
3ª divisão: 4 participações (2006, 2007, 2008 e 2009)
Sem registros: 2005

Cristalina (GO)
2ª divisão: 1 participação (2011*)

Cristalinense (GO)
2ª divisão: 1 participação (1997)

Grêmio Valparaíso (GO)
2ª divisão: 2 participações (2000, 2001 e 2011**)

Luziânia (GO)
1ª divisão: 18 participações (1964, 1966, 1973, 1997, 2000, 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009, 2010, 2012, 2013, 2014, 2015 e 2016)
2ª divisão: 4 participações (2000, 2001, 2008 e 2011)

SE Planaltina (GO)
1ª divisão: 1 participação (2016)
2ª divisão: 9 participações (2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2011, 2012, 2013 e 2015)
3ª divisão: 2 participações (2007 e 2009)
Sem registros: 2005, 2006, 2008, 2010 e 2014

Unaí/Paracatu (MG)
1ª divisão: 10 participações (1998, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2013, 2014, 2015 e 2016)
2ª divisão: 8 participações (1997, 1999, 2000, 2001, 2002, 2009, 2010, 2011 e 2012)
Sem registros: 2008

União de Paracatu (MG)
2ª divisão: 1 participação (1997)

Peraí! Faltou um!

Logo_of_Associação_Botafogo_Futebol_ClubeFaltou mesmo. Tem um caso meio confuso aí para a lista: o do Botafogo-DF, que joga em Goiás.

Fundado em 2004 como Clube Esportivo Guará, na região administrativa de Guará (DF), o time passou a se chamar Associação Botafogo Futebol Clube em 2009, graças a uma parceria com o Botafogo (RJ). Na época, Túlio Maravilha chegou a reforçar o clube candango.

Nos últimos anos, porém, o clube mudou algumas vezes de sede, sempre para cidades de Goiás – no caso, para Novo Gama e para Santo Antônio do Descoberto. Em 2014 e 2015, jogando em Novo Gama, disputou a segunda divisão.

* O Cristalina associou-se ao Capital (DF), recebendo os jogos do time candango em GO.
** O Grêmio Valparaíso se inscreveu para jogar em 2011, mas desistiu antes do início do campeonato por conta de dificuldades financeiras.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...