De Petróleo a Van Basty: a Série D tem os piores nomes do Brasil

0 117

Publicidade

Na Copa São Paulo é comum vermos listas de nomes bizarros de jogadores de futebol. O que muitos esquecem é que um dia esses jogadores viram profissionais e atuam nas últimas divisões do futebol brasileiro. Por isso o Última Divisão resolveu pesquisar os piores nomes da Série D e ficou impressionado com o resultado. A lista completa seria grande (e bizarra) demais, então foram selecionados apenas os 30 piores. Confira:

Petróleo (Z-Rio Branco-ES)

Operação Lava-Jato nele! Como se não bastasse o apelido terrível, o sobrenome do Weverton é Jacinto. É praticamente uma piada ambulante.

Petróleo está desvalorizado no mercado
Petróleo está desvalorizado no mercado

Presa de Ouro (M-Náutico-RR)

Não é possível que alguém do futebol tenha criado esse nome. A vovó chamava ele assim e depois o apelido se eternizou.

Adagilso Pitbull (A-Campinense-PB)

“Já tem um Adagilso no time. Precisamos arrumar um apelido para você”

Célio Mata-Boi (A-Serrano)

Mesmo se estiver em má fase, jamais alguém dirá que ele não é um atacante matador

Allan Taxista (A-Villa Nova-MG)

Não é piada. De fato ele exerce a profissão de taxista entre um contrato e outro como jogador de futebol. E já foi até campeão da Série D, em 2011, pelo Tupi. Dizem que a Angélica não perde um jogo dele.

Para os companheiros de time tem desconto?
Para os companheiros de time tem desconto?

Heverton Perereca (G-Operário-MT)

Não dá para levar a sério um goleiro com esse nome. Goleiro tem que ser sério, sem gracinha, sem brincadeira. Se fosse atacante, vá lá, tudo bem, mas goleiro não pode.

João Grilo (M-Serrano)

Direto do Auto da Compadecida para o interior da Bahia! O problema para ele é a falta do parceiro Chicó no meio-campo.

Não é AQUELE João Grilo
Não é AQUELE João Grilo

Valdeflan (A-Villa Nova-MG)

Que belo nome… para um antibiótico! O pai dele era o Valdir, e a mãe era a Cataflan.

Roallase (A-Vilhena)

Tenho dó do bullyng que esse garoto sofreu com os trocadilhos sobre “rola”.

Parrudo (M-Inter de Lages)

Esse tomou muito Biotônico Fontoura quando era criança.

Parrudo? Nem tanto...
Parrudo? Nem tanto…

Whoshington (M-Gama)

É nisso que dá querer “portuguesar” todos nomes.

Getterson (A-Volta Redonda)

Com certeza o funcionário do cartório estava bêbado e trocou o “f” pelo “t”.

He-Man (Z-Imperatriz)

“Eu tenho a força. Sou invencível. Vamos, amigos. Unidos venceremos a semente do mal”. O cara vence até a semente do mal, mas perdeu pro Palmas no primeiro jogo da Série D 2015.

Te cuida, Rafael Moura
Te cuida, Rafael Moura

Edson Pelezinho (LD-Goianésia)

É enorme a lista de homenagens a jogadores de antigamente. Mas o Edson é de longe o mais pretensioso.

Ewerton Maradona (M-Caldense)

E agora, quem é o melhor jogador da história do futebol: Edson ou Ewerton?

Romario (A-Caldense)

Será que alguém se chamava Romário antes do tetra? Esse aqui nasceu em 30 de julho de 1994, 17 dias depois da final da Copa do Mundo.

Zizu (M-Rio Branco-ES)

Ele se chama Iresânio, então já entraria nessa lista de qualquer forma. E ficou ainda mais inusitado porque deram o apelido do Zidane para ele. O futebol deve ser parecido também.

Nem fisicamente ele é parecido com Zidane. Difícil entender esse apelido
Nem fisicamente ele é parecido com Zidane. Difícil entender hein…

Canavarros (Z-Inter de Lages)

Um Canavarro incomoda muita gente. Dois Canavarros incomodam muito mais…

Van Basty (M-Comercial-MS)

Imagino como o pai do garoto era fã do Van Basten! Não sabia sequer o nome do holandês direito

Liniker (M-Aparecidense-GO)

De novo: se é pra homenagear, faz direito. Vocês não fazem ideia como o Gary Lineker ficou puto com isso.

Eudes Makelele (LD-Estanciano)

Não é o nome dele. Só apelido. Ufa! Era só o que faltava ficar homenageando até volante francês.

Até que esse é mais parecido com aquele de verdade
Até que esse é mais parecido com aquele de verdade

Diego Valderrama (M-Imperatriz)

Times da Série A, contratem ele, por favor. É muito carisma ver um dublê do Valderrama original em campo. Imaginem o marketing!

Não é a mesma coisa, mas quebra um galho
Não é a mesma coisa, mas quebra um galho

Willames José (Z-Coruripe)

Poderia ser uma tentativa de homenagem o craque Willian José, ex-Real Madrid. Mas na verdade é o nome do irmão dele, o que só comprova a incrível criatividade do pai deles.

Shailison (A-Imperatriz)

Nunca vou entender essa mania de colocar “son” no nome do filho. Em inglês faz sentido, mas ninguém pensa nisso aqui.

Enercino (M-Serra Talhada)

“Quero um nome único, que ninguém nunca usou e ninguém jamais terá coragem de usar novamente”. Parabéns, campeão, você conseguiu.

Marzagão (M-Caldense)

O nome dele é Diogo Lúcio Tavares Pires. Você consegue imaginar por que colocaram esse apelido? Existe uma cidade com esse nome, mas mesmo que ele tenha saído de lá, não justifica.

Abaiara (M-Guarani de Juazeiro)

Existe uma cidade com esse nome. Ele deve ter saído de lá e por isso recebeu o apelido. E nesse caso não discuto, porque o verdadeiro nome dele é Diostenes (hahaha!).

Naôh (A-Coruripe)

Colocaram o acento errado no lugar errado. “Não” seria bem mais aceitável.

Edicleber (A-Remo)

“Por que colocar o nome do meu filho de Cleber se eu posso estragar com a vida dele colocando mais três letras antes?”.

Adinil (A-Goianésia)

Sempre tomo esse remédio para aliviar dores, gripes e resfriados.

Bônus

Tem ainda Maycon Canário (M-Inter de Lages), Moisés Rato (M-Serra Talhada), Dunga (M-Central), Sadrak (Z-Guarani de Juazeiro), Leylon (M-Guarani de Juazeiro), Cabixi (A-Vilhena), Jarlan (M-Aparecidense-GO), Allefe Paraíba (LD-Globo), Rayllan (A-Imperatriz), Totonho (LD-Rio Branco) e muitos outros nomes bizarros na Série D. Parece bobagem, mas é um atrativo a mais para dar risada com essa competição tão divertida por natureza. Viva a última divisão!

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...