Rodada da Série C tem gols curiosos e causa mudanças de técnicos

152

A 5ª rodada da Série C foi longa: começou na sexta-feira (4) e só terminou na quinta-feira (10). Teve até uma bizarrice: a 6ª rodada começou antes de acabar a 5ª, com o jogo entre Volta Redonda e Ypiranga. A CBF não deu tempo para os estaduais acabarem, então fica essa bagunça por enquanto. Mas aqui falaremos só da 5ª rodada.

Foi uma rodada importante, porque teve novos líderes: Ferroviário no Grupo A, e Brusque no Grupo B. Mas essa nem foi a mudança mais importante. Duas trocas de técnico chamaram mais atenção. Também teve surpresa e várias curiosidades, como gols de goleiro e de jogadores conhecidos.

Melhor time

Ypiranga 2 x 0 Tombense

É impressionante como o time gaúcho evoluiu entre o fim do estadual e o começo da Série C. É o segundo melhor ataque da Série C e foi muito superior ao Tombense. A boa atuação no 2º tempo, puxada principalmente por Fernandinho, determinou o resultado.

Pior time

Boa Esporte 0 x 1 Brusque

O Brusque é o líder do Grupo B e tem muitos méritos. Mas já o elogiamos aqui em outro resumo. Dessa vez o Boa merece mais críticas. O time mineiro levou um gol cedo e não conseguiu se recuperar, mesmo ficando com um jogador a mais desde a metade do 1º tempo. O agravante é que o Brusque nem usou todos titulares, pois estava preocupado com a final do Catarinense. Assim o Boa segue sem vencer na Série C, na zona de rebaixamento, com justiça.

Surpresa da rodada

Paysandu 1 x 2 Jacuipense

O Papão foi campeão paraense no final de semana, mas o Jacupa jogou água no chopp dos adversários. Mesmo fora de casa, o time baiano saiu na frente. Depois tomou o empate, mas reagiu rápido e ficou na frente. O Leão do Sisal faz um ótimo começo de Série C.

Melhor jogador da rodada

Marcondes (Londrina 1 x 0 São Bento)

O zagueiro Marcondes é o artilheiro do Londrina na Série B. Fez gol pelo segundo jogo consecutivo. O time paranaense ainda está se ajustando na Série C, mas mostra potencial, principalmente pela solidez defensiva. Dá para dizer que Marcondes é um dos melhores zagueiros da competição por enquanto. 

Trocas de técnico

Imperatriz 1 x 2 Botafogo-PB

Foi o melhor jogo da rodada. Os 2 não tinham vencido ainda e buscaram a vitória realmente. O Botafogo-PB finalmente mostrou qualidades, apesar de ser irregular. Já o Imperatriz segue cheio de problemas e trocou de técnico novamente: saiu Luís dos Reis e entrou Estevam Soares.

Vila Nova 1 x 0 Santa Cruz

O Santa era líder do Grupo A até a rodada passada. Mas a permanência de Itamar Schülle sempre pareceu ameaçada. No primeiro tropeço, que nem foi grave, rolou essa saída estranha: Itamar pediu demissão, alegando que tinha proposta de um time da Série B – provavelmente o Oeste. Mas não entrou em acordo e ficou desempregado. O Santa, que já queria trocar de técnico mesmo, anunciou rapidamente a contratação de Marcelo Martelotte. 

Troca de líder

Ferrovário 1 x 1 Manaus

O Tubarão nem precisou vencer para assumir a liderança do equilibrado Grupo A. A curiosidade é que o Ferroviário ficou muito perto de vencer. Primeiro porque saiu na frente. E também porque o gol do Manaus saiu de forma bizarra: o juiz marcou pênalti, o goleiro defendeu, mas no rebote foi marcado outro pênalti. E aí saiu o gol do empate.

Gol de goleiro 

Fabio (Ituano 2 x 2 São José)

Esse foi outro lance curioso da rodada. O goleiro Fabio, do São José, cobrou um pênalti com sucesso e marcou contra o Ituano. Não é de hoje que ele faz isso, mas gol de goleiro sempre chama atenção.

Os 2 times vinham de derrota e fizeram um bom jogo. Mas tiveram outro resultado ruim e seguem fora do G4.

Pior jogador

Douglas Borges (Volta Redonda 1 x 1 Criciúma)

Esse foi outro lance curioso da Série D: Douglas Borges é bom goleiro e costuma transmitir segurança. Mas falhou em um chute defensável de Jean Dias. Depois o Volta buscou o empate e conseguiu com um gol do artilheiro Saulo Mineiro.

Famosos da rodada

Treze 2 x 2 Remo

Em um jogo bastante equilibrado e emocionante, cada time teve um veterano pra fazer gol: o Remo abriu o placar com Zé Carlos, o Zé do Gol, aquele ex-Cruzeiro e vários outros times.

O Treze reagiu e conseguiu a virada com gol de Frontini, aquele ex-Santos e vááários outros times.

Mas no final o Remo conseguiu o empate, que foi ruim para ambos. O Remo perdeu a chance de liderar e se recuperar do vice-campeonato no Paraense. Já o Treze segue na zona de rebaixamento.

Comments