Giro UD #35 (especial TV): Libertadores no SBT e… Brasileirão na CNN?

Imagem: Jan Vasek/Pixabay
0 79

Sextou com S de Sílvio Santos.

Chegamos a mais uma sexta-feira, trazendo com este abençoado dia mais uma edição do Giro UD: nossa coletânea semanal de conteúdos que vimos por aí nos últimos dias, para te informar ou entreter no final de semana.

Leia também:

Esta edição, porém, vai ser um pouquinho diferente. Como a semana foi bem agitada no que diz respeito a transmissões de TV, dedicamos o Giro UD 35 apenas a este assunto.

Partiu?

-U-D-

O SBT anunciou nesta quinta-feira (10) que adquiriu os direitos de transmissão da Libertadores de 2020 até 2022. “Sabemos que o futebol é o esporte mais popular no Brasil e, como somos também uma emissora popular, nada melhor do que podermos voltar às transmissões nacionais com um torneio como a Conmebol Libertadores. Esperamos corresponder às expectativas dos fãs do futebol, do mercado publicitário e de todos aqueles que torcem pelo SBT”, disse José Roberto dos Santos Maciel, CEO do SBT.

-U-D-

Mas a informação já estava circulando horas antes da divulgação do comunicado. Em sua coluna no R7, Flávio Ricco explicou os motivos do rompimento entre Globo e Conmebol e citou as desistências de Rede TV! e Band, abrindo caminho para o SBT voltar a exibir futebol.

-U-D-

Quais serão as vozes que ouviremos nos jogos do SBT? No UOL, a dupla Diego Salgado e Gabriel Vaquer apurou que Téo José, da FOX Sports Brasil, será o principal narrador, com grandes chances de ter Alexandre Pato (atualmente sem clube e genro de Sílvio Santos) como comentarista. Os dois jornalista ainda anunciaram, posteriormente, o acerto de Téo José com o canal aberto.

-U-D-

Pode ser uma boa, mas as experiências do SBT no futebol nos anos 90 não são tão legais quanto nossas memórias indicam. Em julho, quando a emissora exibiu o segundo jogo das finais do Campeonato Carioca, o André Carlos Zorzi lembrou no Estadão o jogo Palmeiras x Independiente pela Copa Mercosul de 1998 – apenas o segundo tempo foi exibido para não atrapalhar a grade.

-U-D-

E no meio da confusão dos direitos de transmissão, um novo player pode pintar. Segundo Daniel Castro, do Notícias da TV, a CNN Brasil negocia para adquirir os jogos que hoje pertencem à Turner. Pode até pintar um canal novo para isso.