A Copa do Mundo de Futebol Feminino e seu eterno legado

(Getty Images)
0 87

Pouco mais de três meses depois da grande final da Copa do Mundo de Futebol Feminino muitos ainda se perguntam se não daria para a nossa seleção feminina ter ido mais longe na competição.

Bem, essa realmente é uma boa pergunta. Mas o que nos resta é recordar, aplaudir e incentivar essas mulheres que não competem só contra outros times e outras seleções. Talvez essas batalhas sejam mais simples do que vencer a falta de estrutura, o pouco investimento, a disparidade de salários entre o futebol masculino e feminino, a falta de confiança e o machismo encruado na nossa sociedade.

Esses são alguns dos ingredientes que fazem com que a conquista seja maior ainda: nossa seleção caiu para a anfitriã, as francesas donas da casa tem total estrutura, são meninas que começam cedo no futebol e recebem todo o apoio, tanto da federação como dos times profissionais.

(Getty Images)

Quando parei para ver a convocação da Seleção Francesa ainda em maio, confesso que fiquei assustado, mas foi positivamente assustado: das 23 jogadoras chamadas para o Mundial, 7 jogam no Lyon, time que venceu 6 das 18 edições da Liga dos Campeões Feminina, a mais importante competição da Europa, quiçá do mundo!

Temos inúmeros motivos que poderíamos colocar aqui para dizer das diferenças em relação ao futebol masculino e feminino aqui no Brasil. Mas que tal só um exemplo? Marta, eleita seis vezes a melhor jogadora do mundo, não ganha nem 1% do salário de Neymar. E não vamos entrar em outras condições que tornam ainda mais difícil ser jogadora aqui no Brasil, como o preconceito, o machismo e a falta de apoio tanto de familiares como dos clubes.

É, amigos. Espero que vocês se lembrem para sempre das palavras da nossa Rainha Marta no final do jogo do Brasil quando fomos eliminados, foram profundas e espero que tenha tocado até o mais duro dos corações, até os que não gostam do esporte, até porque isso tudo não se trata só de futebol e sim de esperança e sonhos de muitas meninas do nosso Brasil.

“Não vai ter uma Formiga para sempre, uma Marta, uma Cristiane. Pensem nisso, valorizem mais. Chorem no começo para sorrir no fim”, disse a nossa eterna camisa 10.

 

Posts Relacionados
Comments
Carregando...