XV de Piracicaba se salvou com zagueiro dos gols decisivos

0 86

Em menos de seis meses o XV de Piracicaba passou por momentos totalmente diferentes: saiu da euforia pelo título na Copa Paulista para a tristeza de lutar contra o rebaixamento na segunda divisão estadual. Em ambos momentos brilhou o mesmo jogador, Rodrigo, o zagueiro dos gols decisivos.

Na final da Copa Paulista, o XV de Piracicaba tinha vencido a Ferroviária no primeiro jogo por 2 a 0. Porém, na partida de volta, perdia por 3 a 0. Até que apareceu Rodrigo: após cobrança de escanteio de Romarinho, ele fez um gol de cabeça aos 27min do 2º tempo e mandou o jogo para os pênaltis. Na disputa ele fez a última cobrança e deu o título ao XV.

Em 2017 Rodrigo atingiu a marca de 100 jogos pelo XV

Na Série A2 a história foi diferente: o XV fez uma campanha irregular e chegou na última rodada precisando vencer para evitar o rebaixamento. E o jogo decisivo foi cheio de tradição, pois o adversário era a Portuguesa, que também lutava contra o rebaixamento.

A partida ficou empatada por 1 a 1 até os 45min do 2º tempo, quando Rodrigo aproveitou outra cobrança de escanteio de Romarinho, de novo ele, para marcar de cabeça. A vitória salvou o XV da degola. E a noite foi só de festas no Barão de Serra Negra, pois a Lusa também não caiu, graças a uma combinação de resultados.

Agora o XV de Piracicaba vai se preparar para a Série D, em que terá Brusque, Operário-PR e São Paulo-RS no seu grupo. Mas o time não contará com seu zagueiro dos gols decisivos. Segundo o site “Futebol Interior”, Rodrigo alegou que tem outros projetos na carreira e não renovou contrato.

O zagueiro artilheiro, revelado pelo Comercial-MS, tem 30 anos e já tinha passagens anteriores pelo XV. O maior clube que ele já defendeu foi o Paraná, em 2015. Agora tentará aproveitar a boa fase em outro clube, de preferência com mais gols decisivos.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...