Você tem 17 bons motivos para acompanhar a Série C de 2015

0 109

Colaboraram Allan Brito e Guilherme Semerene

Nós já apontamos uma porção de motivos pelos quais a Série C do Campeonato Brasileiro caminhava para ser um dos piores torneios do calendário nacional. Mas diante da estabilidade jurídica deste ano, não há como negar: a competição tem qualidades. Afinal, ao mesmo tempo em que põe em campo times que não figuram entre as principais potências nacionais, coloca frente a frente equipes de histórias centenárias e rivais em plena ascensão esportiva e econômica.

Leia mais:
> A prata e o bronze que valeram ouro
> “Esse título tem uma importância enorme para o Olaria”
> Existe Bom Senso FC para os times pequenos?

Em 2015, não será diferente. Em sua sétima edição no formato atual (sim, já são sete anos desde a criação da Série D), o terceiro escalão nacional reúne motivos de sobra para atrair a atenção de torcedores, jornalistas e investidores. Afinal, mais uma vez, serão 20 clubes representando todas as regiões do Brasil, expondo todas as peculiaridades dos quatro cantos do país.

ff-190Você pode estar pensando: ué, mas isso tem todo ano! E é verdade. A cada ano, a Série C – assim como a Copa São Paulo, a Série D e a Copa do Brasil – apresenta este futebol regionalmente democrático, com surpreendentes qualidades em campo e torcidas apaixonadas fora dele. Mas, diante desta opções, o que torna a Série C 2015 tão especial, que valha a pena ser acompanhada?

Para responder a esta pergunta, entre outras, o Última Divisão reuniu 17 motivos para que você assista a Série C. Não precisa deixar de lado as Séries A e B, ou o futebol internacional; mas basta saber que, abaixo do radar das grandes emissoras de TV nacionais, existe um futebol igualmente apaixonante, e que irá colocar quatro novidades na Série B de 2016.

Confira:

1. Guarani x Portuguesa

Para o público paulista, não é pouca coisa ver este jogo na Série C. Enquanto o Lusa já ficou 31 vezes entre os quatro primeiros colocados do Campeonato Paulista, o Bugre foi um dos quatro melhores do estado em dez ocasiões. Em um torneio nacional, porém, os dois times não medem forças desde 17 de setembro de 2011, quando a Lusa venceu fora de casa por 2 a 0 pela Série B.

2. Tem clássico (e não é pouco clássico)

Caxias do Sul será, pelo segundo ano seguido, a única cidade a ter clássicos na Série C. Na segunda rodada, dia 24/5, tem Ca-Ju no Estádio Alfredo Jacconi. Em 8/8, pela 11ª rodada da primeira fase, o confronto rola no Estádio Centenário.

2-15618

3. Quatro campeões estaduais em um mesmo grupo

O Confiança foi campeão sergipano, o América-RN faturou o título potiguar, o Fortaleza levantou o título cearense e o Cuiabá foi campeão mato-grossense. E as quatro equipes estão no mesmo grupo da primeira fase. Logo na segunda rodada, em 24/5, já tem Cuiabá x Confiança, no Mato Grosso.

4. A menor cidade das três primeiras divisões

Nenhuma cidade das três primeiras divisões do Brasil é tão pequena quanto a minúscula Tombos (MG), casa do Tombense, que tem 9 mil habitantes – população que caberia em QUALQUER UM DOS ESTÁDIOS das Séries A, B e C, exceto no próprio (3 mil lugares). Na sequência, as menores cidades são Itápolis (42 mil), Lucas do Rio Verde (55 mil) e Salgueiro (59 mil).

tombos-visao-ampla-cidade

5. Vila Nova-GO, campeão com estádios cheios

Em 2014, o Vila Nova deu vexame e foi rebaixado tanto no Campeonato Goiano quanto na Série B do Brasileiro. Este ano, porém, começou com o pé direito e cumpriu o dever de casa ao conquistar a segunda divisão estadual. Detalhe: o Vila quase sempre jogou com excelentes públicos. A média da equipe foi de 6.525 torcedores por jogo, superando as médias de públicos dos campeonatos mineiro (5.377 torcedores por jogo), carioca (5.372), gaúcho (4.587), pernambucano (4.323), catarinense (3.562), cearense (3.407) e paranaense (3.152). A média do Vila foi superior inclusive aos públicos de dois jogos da primeira rodada da Série A do Brasileirão.

B_h33ceWQAE8xEM

6. Cuiabá embalado

Além de ter um estádio de Copa do Mundo para mandar seus jogos, o time da capital mato-grossense vem embalado. No dia 7, conquistou o título da Copa Verde com uma vitória história sobre o Remo por 5 a 1; quatro dias depois, foi campeão estadual ao derrotar o Operário Varzeagrandense (CEOV) nas finais.

Guarani-PortuguesaG7. Você viu os times no auge (e nem faz tanto tempo)

A Série C tem cinco times que disputaram a Série A do Brasileiro pelo menos uma vez nos últimos dez anos. São eles: Fortaleza (em 2006), América-RN (em 2007), Juventude (em 2006 e 2007), Guarani (em 2010) e Portuguesa (em 2008, 2012 e 2013). Fora eles, outros seis times também já sentiram o gostinho da elite.

8. Padrão Fifa

Até mesmo a Série C contará com dois estádios da Copa do Mundo. O Cuiabá mandará jogos na Arena Pantanal, enquanto o América-RN poderá usar a Arena das Dunas.

9. Padrão alternativo

Também há espaço para quem gosta de estádios à moda antiga. Os três menores são o Zinho de Oliveira (Águia de Marabá), Conselheiro Galvão (Madureira) e Antônio Guimarães de Almeida (Tombense).

04022013421

10. Desafiando o tempo

Jogando no Juventude aos 40 anos, Paulo Baier é uma grande atração da Série C – e ter um destaque de 40 anos em um time chamado Juventude não deixa de ser uma piada. Mas ele não é o único veterano que terá destaque. Há uma grande quantidade de jogares famosos, que já passaram por times grandes e agora disputam a terceira divisão com mais de 30 anos: Fumagalli (37 anos, Guarani), Eduardo Martini (36 anos, Brasil de Pelotas), Camacho (35 anos, Madureira), Germano (34 anos, Londrina), Bolívar (34 anos, Portuguesa), Frontini (33 anos, Vila Nova), Deola (32 anos, Fortaleza), Nunes (32 anos, Guarani), Francisco Alex (31 anos, Portuguesa) e Edno (31 anos, Portuguesa).

B2E09QvIIAAqDpt11. Já virou piada?

O Fortaleza está na Série C desde 2010 e sempre chega perto do acesso, mas nunca consegue. No ano passado, ficou em quinto lugar. Em 2012, terminou na mesma posição. Também já foi 9º, 10º e 13º. Neste ano, o time chegará como campeão estadual, mas será que isso é suficiente para conseguir o acesso? Será bonito acompanhar essa saga, até porque a torcida cearense sempre faz festas incríveis na Série C.

12. Trabalho a longo prazo

O Botafogo-PB aposta na manutenção de Marcelo Vilar como técnico do time para conquistar seu objetivo. Ele está no comando desde 2012 e foi quem colocou o time na Série C, após título na D de 2013. Também é o atual bicampeão paraibano, e pode conquistar o tri – o Paraibano 2015 está no quadrangular final.

13. Diretoria

A Série C também tem dirigente badalado! Entre muitos reforços da Portuguesa, o nome de Luis Paulo Rosenberg ainda chama mais atenção. Ele já obteve muito sucesso no Corinthians e agora está tocando o projeto de reconstrução da Lusa.

251352_495845_rosenberg_lusa

14. Puxou para quem?

O técnico do Fortaleza é Marcelo Chamusca, irmão de Péricles Chamusca, campeão da Copa do Brasil pelo Santo André, em 2004. Será que consegue ser tão bom quanto o irmão?

15. Rumo ao Sul

Apesar do sucesso da rivalidade da dupla Ca-Ju, outro time gaúcho merece destaque: o Brasil de Pelotas conseguiu ser a terceira força do Rio Grande do Sul nos estaduais de 2014 e 2015.

16. Perenes e eternos?

Vale a pena observar por que quatro times estão sempre disputando a Série C e nunca saem dela: o Caxias está na mesma divisão desde 2006. Depois aparecem Águia de Marabá (desde 2008), Fortaleza (desde 2010) e Madureira (2011) na lista de times que não querem desapegar da Série C de jeito nenhum.

destaque-298990-aguia

17. Vai passar na TV

Sim! Pode não concorrer com a novela e nem atrasar o Faustão, mas vai ter transmissão. A TV Brasil já anunciou a Série C em sua grade para a TV aberta, e o Esporte Interativo ameaçou ficar fora, mas também embarcou e irá exibir na TV paga. Aliás, as duas emissoras já anunciaram os primeiros jogos que serão transmitidos.

A pública TV Brasil (clique AQUI para saber como sintonizar o canal) irá passar dois jogos por rodada e já programou as quatro primeiras rodadas:

  • 16/5 (sábado) – Brasil-RS x Juventude-RS
  • 17/5 (domingo) – Icasa-CE x Fortaleza-CE
  • 23/5 (sábado) – Portuguesa-SP x Brasil-RS
  • 24/5 (domingo) – Cuiabá-MT x Confiança-SE
  • 30/5 (sábado) – Guarani-SP x Tupi-MG
  • 31/05 (domingo) – Botafogo-PB x Confiança-SE
  • 6/6 (sábado) – Tupi-MG x Madureira-RJ
  • 7/6 (domingo) – América-RN x Salgueiro-PE

Já o canal fechado Esporte Interativo (clique AQUI para saber como sintonizar), que adquiriu os direitos de transmissão para TV paga e Internet (EI Plus), irá passar jogos de todas as rodadas, mas só anunciou duas partidas:

  • 16/5 (sábado) – Confiança-SE x ASA-AL (apenas EI Nordeste)
  • 17/5 (domingo) – Icasa-CE x Fortaleza-CE (apenas EI Nordeste)
Você pode gostar também
Comentários
Carregando...