Você se lembra de João Marcelo, o reforço de 48 horas do Palmeiras em 2003?

0 439

O torcedor do Palmeiras não esquece de 2003, ano em que o time disputou pela primeira vez a Série B do Campeonato Brasileiro. Alguns mais fanáticos podem lembrar de nomes daquela equipe além de Marcos e Vagner Love – Baiano, Glauber, Leonardo, Magrão, Edmilson, Alceu… Mas se você, palmeirense, não se lembrar de João Marcelo, acredite: não tem problema.

joaomarcelo_2000_juvNascido em 19 de fevereiro de 1974, na cidade de Poconé (MT), João Marcelo da Costa foi protagonista de uma das mais curiosas – chamemos assim – histórias do Palmeiras de 2003: foi o reforço de 48 horas do clube.

No início daquele ano, ainda curando as dores do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras iniciava a reformulação de seu elenco. Em 8 de janeiro, uma quarta-feira, o clube anunciou seu terceiro reforço: João Marcelo, lateral esquerdo que havia disputado a Série C de 2002 pelo Ferroviário-CE.

placar_palmeiras_2003_joaomarceloO jogador, anunciado após as contratações de Índio e Adãozinho, tinha como principal característica o apoio ao ataque – pelo menos segundo informações publicadas na época pelo jornal O Estado de S. Paulo. O jogador ficaria no Palmeiras por empréstimo até o final do ano.

Leia também:
>>> Picerni relembra Palmeiras 2003: “reformulação deu certo”

João Marcelo chegou a viajar a Pouso Alegre (MG), onde o Palmeiras fazia pré-temporada, mas nem treinou com bola. Na sexta-feira, 10 de janeiro, foi dispensado pelo clube – o técnico Jair Picerni se irritou com a contratação, feita sem sua avaliação, e a diretoria decidiu dispensar o jogador antes mesmo da assinatura do contrato.

Oficialmente, as duas partes alegaram desacerto salarial. O jogador, porém, foi embora lamentando aos jornais da época a falta de oportunidade em um grande clube.

O lamento, porém, merece uma avaliação mais criteriosa. Revelado pelo São Paulo em 1994, João Marcelo deixou o clube por falta de oportunidades no time principal. Nos anos seguintes, rodou por Fortaleza (1994), Ferroviário (1995 a 1996, depois 2002), União São João (1997), Rio Branco-SP (1998 e 1999), Ceará (1998, depois 2000), Botafogo-SP (2000) e Juventude (2001). No currículo, conquistou três vezes o Campeonato Cearense (1995, 1998 e 1999), além do acesso em um torneio “preliminar” da Série A2 de SP com o Botafogo em 2000.

No fim, João Marcelo reforçando o Sport para a disputa da própria Série B de 2003. Depois, sumiu do mapa.

Ceará campeão cearense de 1998: ele está nesta foto? (Crédito: Click nos Campeões)
Ceará campeão cearense de 1998: ele está nesta foto? (Crédito: Click nos Campeões)
Você pode gostar também
Comentários
Carregando...