Série D tem 4 hat-tricks e “golaço da Seleção Brasileira de 70” 

Foto: Divulgação
148

Quando falamos da Série D, muitas pessoas relacionam a futebol ruim e mal jogado. Mas é uma impressão equivocada. Existe sim qualidade na última divisão. E a 11ª rodada provou isso. Vimos atacantes que deram show e até um golaço digno da Seleção Brasileira de 70. Os bons trabalhos começaram a aparecer.

Assim foram definidos novos classificados e eliminados da fase de grupos. Faltam só 3 rodadas, então vai sobrar emoção também.

Confira tudo no resumão.

Classificados

Altos, Gama e Novorizontino já estavam classificados desde a rodada passada. Neste finaldo de semana, mais 2 times garantiram vagas no mata-mata. 

Mesmo fora de casa, o América-RN manteve o embalo e fez 4 a 0 no Afogados. E o Brasiliense fez algo parecido, pois também jogou fora de casa e aplicou 3 a 0 no Atlético-BA, garantindo a classificação. São times que se reforçaram bem, cresceram de produção no 2º turno e estão em ótima fase. 

Eliminados

Ao todo 10 times estão sem chances matemáticas de classificação: Atlético-AC, Vilhenense, Sinop, Freipaulistano, Jaciobá, Palmas, Nacional-PR, Toledo, São Caetano e Tubarão. 

A maior decepção é o São Caetano, mas nem tanto. Com o time que foi campeão da Série A2 do Paulista, daria pra brigar por acesso. Mas diante da enorme crise política, que gerou um desmanche absurdo, a eliminação precoce se tornou esperada.

Hat tricks 

Quatro jogadores fizeram 3 gols em suas partidas: Adriano (Portuguesa-RJ), Tiago Marques (Ferroviária), Bruninho (Bahia de Feira) e Thiago Santos (Itabaiana).

Claro que isso afetou a disputa pela artilharia, que antes era de Alisson (Joinville) e Daivison (Fast). Agora os Tiagos lideram.

Goleadas

Foi uma rodada cheia de goleadas pouco comuns: 

Itabaiana 7 x 0 Jaciobá
Bahia de Feira 5 x 0 Palmas
Nacional-PR 0 x 5 Portuguesa-RJ
Ferroviária 5 x 1 Toledo
Mirassol 5 x 2 FC Cascavel

Das 8 maiores goleadas da história da Série D, a metade foi em 2020. 

Há um desequilíbrio maior entre as forças dessa edição. Os grupos estão mais desnivelados. Acredito que isso é causado principalmente pela pandemia de covid-19, que enfraqueceu demais alguns times. 

Golaço da “Seleção Brasileira de 70”

A Portuguesa-RJ fez um golaço muito parecido com aquele clássico da Seleção Brasileira, na final da Copa do Mundo de 1970. Não é exagerou. A semelhança é impressionante e mostra um jogo coletivo importante.

Outras curiosidades

O Gama foi o líder geral por muito tempo, mas perdeu esse posto após uma derrota e um empate. Quase foi substituído pelo rival Brasiliense, mas o Altos continua fazendo ótimo trabalho. Vale destacar ainda o Novorizontino, que já garantiu até a liderança do Grupo 8.

 

 

Comments