Série D no UD: Ji-Paraná x Nacional-AM tem duelo Watchmen x Jackie Chan

Elenco do Nacional
0 349

Finalmente vai começar a Série D! Dessa vez o regulamento prevê uma fase preliminar, com 8 times se enfrentando no estilo mata-mata. Os 4 vencedores se classificarão para a fase de grupos, que começará em 19 de setembro. 

Como sempre, o Última Divisão va acompanhar de perto a Série D. E é claro que essas preliminares não serão ignoradas. Sabemos como é difícil acompanhar os destaques da última divisão nacional. Por isso preparamos um breve conteúdo para apresentar os times que das preliminares.

Já falamos sobre Aquidauanense x Real Noroeste. Agora acompanhe um breve esquenta sobre Ji-Paraná x Nacional-AM

Jí-Paraná

Breve histórico: O futebol de Rondônia demorou a se tornar profissional. Então o Ji-Paraná, da cidade de mesmo nome, só se profissionalizou em 1991. Mas antes, desde a década de 50, existia como time amador. Agora o clube soma 9 títulos estaduais, sendo o último em 2012.

Em 2019: Foi vice-campeão do estadual. Perdeu a final para o Vilhenense.

Em 2020: Antes da pandemia, era líder do grupo B e estava invicto no estadual de 2020. Já tem vaga na final. 

Ponto forte: Um dos destaques do time é o atacante Watthimem, de 30 anos, cujo nome é claramente inspirado na série de quadrinhos Watchmen. Segundo ele, foi o pai que escolheu esse nome. Mas o atacante admite que nunca leu os livros e nem assistiu à série. Atualmente ele é um dos artilheiros do estadual, com 4 gols. 

Watthimem

Ponto fraco: O time teve pouquíssimo tempo para treinar. Por conta da pandemia, a prefeitura de Ji-Paraná liberou as atividades apenas no dia 20 de agosto. Os treinos acontecem em um CT localizado em uma chácara na zona rural do município

Curiosidade extra: O técnico do time é muito jovem. Bruno Monteiro tem apenas 28 anos e já foi campeão da Taça Paulista com o Corinthians Prudente, em 2018. No currículo tem ainda uma passagem pelo TuS Rüssingen, clube da sexta divisão do futebol alemão.

Nacional-AM

Breve histórico: foi fundado em Manaus, em 13 de janeiro de 1913. É o recordista de títulos do Campeonato Amazonense, com 43 ao todo. 

Em 2019: só disputou o estadual e ficou em 3º lugar. Caiu para o Fast Clube na semifinal.

Em 2020: No 1º turno, foi eliminado pelo Amazonas, na semifinal. No 2º turno, disputou 3 jogos e conquistou 4 pontos antes da pandemia. Depois o campeonato estadual foi interrompido, foi declarado como encerrado, mas existe briga na Justiça para que ele seja decidido em campo.

Ponto forte: Teve mais tempo de treino que o adversário e possui um elenco mais completo.

Ponto fraco: Além da falta de ritmo, causada pela ausência de jogos, o elenco é muito jovem e pode pecar pela inexperiência. A média de idade é de apenas 22 anos.

Curiosidade extra: O time tem um meia-atacante chamado Jackie Chan. Não é o nome dele. E ele não é asiático, como o ator chinês. A razão do apelido curioso ainda é um mistério para nós. Mas o fato é que ele fez gol na vitória recente do Nacional, contra o Fast Clube, em preparação pra Série D. O resultado de 2 a 1 foi importante e trouxe otimismo pro time.

Jackiechan Nacional

E na fase de grupos?

O time que vencer vai entrar no Grupo 1, que tem Atlético-AC, Bragantino-PA, Fast, Galvez, Independente-PA, Rio Branco-AC e Vilhenense.

Minha aposta

É o jogo mais equilibrado da fase preliminar. E a falta de jogos dificulta ainda mais a análise. Mas tenho a impressão que a preparação do Nacional-AM foi melhor. Ter um técnico mais experiente, Mazinho, também pode fazer diferença. Então aposto no Leão.