Série C: o que o seu time precisa para avançar (ou para não cair)

0 180

Não importa se você prefere mata-mata ou pontos corridos, a Série C do Campeonato Brasileiro de 2013 é um prato cheio (sem ironias) em matéria de fórmula. Afinal, com 21 times divididos em dois grupos (aí, sim, coisa digna de um irônico parabéns), a competição chega a sua última rodada com três clubes classificados (são oito vagas para a segunda fase), dez brigando por vagas, sete times brigando contra o rebaixamento (são três vagas ainda abertas) e apenas dois clubes rebaixados. Apenas o Guarani cumpre tabela no marasmo na última rodada.

Faça as contas: três classificados, dez brigando, um no marasmo, sete tentando escapar, dois rebaixados… Dá 23 times. Sim! Quem acompanhou o Grupo A, acompanhou um cenário que não mudou na última rodada: o equilíbrio. Não foram poucas as equipes que estavam perto da zona de classificação e da de rebaixamento ao mesmo tempo, na mesma rodada. Não por acaso, na última rodada, Brasiliense e CRB podem terminar classificados ou rebaixados, e não fazem ideia se estarão na Série B, C ou D em 2014.

Para ajudar o leitor, o blog analisou o que cada time precisa na última rodada da primeira fase da Série C, seja para se classificar, seja para escapar do rebaixamento. As contas são um pouco confusas (por isso, qualquer correção ali nos comentários é bem-vinda), mas ajudam a esclarecer um pouco as combinações de resultados para as quais você precisa torcer para classificar uma equipe ou rebaixar outra.

Ah, a saber, os jogos da última rodada: Treze x Santa Cruz, Luverdense x Águia de Marabá, CRB x Baraúnas, Fortaleza x Sampaio Corrêa, Brasiliense x Cuiabá, Betim x Mogi Mirim, Barueri x Madureira, Macaé x Vila Nova, Duque de Caxias x Caxias e Guarani x Crac.

Confira:

GRUPO A

1. Santa Cruz (34 pontos): classificado

Líder da chave, já tem a vaga assegurada, graças a uma tabela que o beneficiou – os quatro times que poderiam igualar ou superar sua pontuação jogam entre si na última rodada. Não precisa nem vencer o Treze na Paraíba para assegurar o primeiro lugar na chave – desde Fortaleza e Sampaio Corrêa empatem entre si. Se perder, o Santa torce também para que Luverdense x Águia não termine em goleada.

2. Sampaio Corrêa (32 pontos): briga por vaga

Precisa vencer o Fortaleza fora de casa para não depender de outros times, mas pode passar com um empate. Para isso, torce por um empate entre Luverdense x Águia e para que o Treze não vença o Santa – se isto acontecesse, o time maranhense poderia até ficar fora, mas precisar ser vítima de uma goleada histórica do Brasiliense, que precisaria tirar uma diferença de saldo de 15 gols contra o Cuiabá no DF. No entanto, caso perca no CE, o Sampaio torce para que Luverdense x Águia não termine em goleada e para que Treze e Brasiliense não vençam.

3. Fortaleza (31 pontos): briga por vaga

Joga em casa contra o Sampaio Corrêa, e garante a vaga com vitória. Se empatar, torce por um empate entre Luverdense x Águia e para que Treze, Brasiliense e CRB não vençam seus compromissos em casa – o time alagoano até pode vencer, mas precisa de uma goleada sobre o Baraúnas para superar o Fortaleza em casa de empate tricolor. Caso perca, a equipe cearense torce contra o empate em Lucas do Rio Verde (que já o eliminaria automaticamente), para que o Treze perca para o Santa Cruz e para que Brasiliense e CRB no máximo empatem.

4. Luverdense (31 pontos): briga por vaga

Faz o jogo da rodada em casa, e também se garante sem dor de cabeça em caso de vitória. Se empatar, torce para que o Treze tropece em casa contra o Santa Cruz e para que Brasiliense e CRB não vençam. Derrota em casa já o elimina, sem choro nem vela.

Luverdense (foto) recebe o Águia de Marabá, em jogo que terá muita gente de olho (Crédito: Divulgação)

5. Águia de Marabá (31 pontos): briga por vaga

Mesmo fora da zona de classificação, depende apenas de si para se garantir na próxima fase – para isso, precisa vencer o Luverdense fora de casa. Caso empate em Lucas do Rio Verde, torce para que o Sampaio Corrêa vença o Fortaleza fora de casa, para que o Treze não vença do Santa Cruz na Paraíba e para que Brasiliense e CRB percam seus compromissos por qualquer placar. Se for derrotado, dá adeus e só volta em 2014.

6. Treze (30 pontos): briga por vaga

Salvo do rebaixamento pelo número de vitórias (nove, contra nove do Cuiabá, que é o oitavo da chave com 27 pontos), é quem tem os objetivos mais claros. Se vencer o Santa Cruz na Paraíba, já garante vaga, graças aos confrontos diretos entre os quatro times que estão acima dele na tabela. Caso contrário, é outro que dá adeus.

7. Brasiliense (30 pontos): briga por vaga e contra o rebaixamento

Caso vença o ameaçado Cuiabá no DF, torce por empate entre Luverdense x Águia (vitória de qualquer lado já o elimina) e para que o Treze tropece em casa contra o Santa Cruz. Empate elimina o time candango, que pode cair para a Série D caso perca por cinco ou mais gols – se isso acontecer, torce para o CRB perder para o Baraúnas em AL.

8. CRB (29 pontos): briga por vaga e contra o rebaixamento

O CRB passa para a segunda fase da terceira divisão nacional caso vença o rebaixado Baraúna em AL por pelo menos dois gols e caso se beneficie de tropeços de Treze e Brasiliense – caso vença por um gol de diferença, torce também por uma goleada no jogo Luverdense x Águia. Caso tropece, escapa do rebaixamento se o Cuiabá não vencer o Brasiliense no DF.

9. Cuiabá (27 pontos): briga contra o rebaixamento

Se golear o Brasiliense fora de casa por cinco ou mais gols para escapar do rebaixamento, independente dos resultados do CRB. Se apenas vencer, torce para que o time alagoano perca em casa para o Baraúnas. Empate ou derrota manda o time mato-grossense para a Série D.

Cuiabá decide a vida contra o Brasiliense no DF (Crédito: Divulgação)

10. Baraúnas (13 pontos): rebaixado

Despede-se cumprindo tabela contra o ameaçado CRB fora de casa. Não pode mais alcanças o Cuiabá e nem ser superado pelo Rio Branco, então cai em décimo lugar na chave.

11. Rio Branco (6 pontos): rebaixado

Foi rebaixado na justiça, e apelou à justiça para voltar à Série C com o campeonato já em andamento. Lanterna da chave (e do torneio), folga na última rodada.

GRUPO B

1. Macaé (31 pontos): classificado

Recebe o Vila Nova, e pode garantir o primeiro lugar da chave caso perca – para isso, torce para que o Caxias não vença o Duque de Caxias fora de casa.

2. Caxias (29 pontos): classificado

Também já classificado, mira apenas o primeiro lugar da chave. Para isso, precisa vencer o Duque de Caxias no RJ e torcer para que o Macaé perca em casa para o Vila Nova. Se empatar, pode ser superado pelo Mogi Mirim, que iria a 30 se vencer o Betim em MG. Caso perca, pode ser ultrapassado também pelo Vila Nova (26 pontos) e terminar em quarto.

3. Mogi Mirim (27 pontos): briga por vaga

Precisa apenas empatar com o Betim (25 pontos) fora de casa para avançar. Caso perca, torce para que o Macaé derrote o Vila Nova (26 pontos) no RJ pelo mesmo placar, já que paulistas e goianos tem o mesmo saldo – em caso de empate, o Vila teria pelo menos um gol a mais no saldo do que o Mogi se o time paulista for derrotado. Ficou claro?

4. Vila Nova (26 pontos): briga por vaga

Avança sem sustos caso vença o Macaé fora de casa. Se empatar, torce para que o Betim tropece em casa diante do Mogi Mirim. Se perder, torce pelo Mogi contra o time mineiro.

5. Betim (25 pontos): briga por vaga

Se vencer o Mogi Mirim em MG, supera o time paulista e carimba o passaporte (seja qual for o visto necessário no passaporte para a segunda fase da Série C). Caso contrário, despede-se da competição, já que tem menos vitórias que o Vila Nova: 7 a 6.

6. Guarani (23 pontos): eliminado

Chegou a liderar invicto a chave, com a melhor defesa do torneio. No segundo turno da primeira fase, porém, o time passou a sofrer gols – resultado, já soma nove jogos sem vencer. Sem chances de avançar ou de cair, fecha o ano em Campinas contra o ameaçado Crac.

7. Madureira (19 pontos): briga contra o rebaixamento

Se não perder para o Grêmio Barueri na Arena Barueri, escapa e ainda rebaixa o time paulista. Agora, caso perca, torce para que Crac e Duque de Caxias não vençam seus compromissos, respectivamente contra Guarani (em SP) e Caxias (no RJ).

8. Crac (16 pontos): briga contra o rebaixamento

Vencendo o eliminado Guarani no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, já se garante. Se empatar, torce para que o Duque de Caxias não vença seu jogo em casa e para que o Grêmio Barueri não vença o Madureira por mais de dez gols. Agora, caso perca, o time goiano torce por derrota do Duque e para que o Barueri tropece em casa contra o Madureira.

9. Duque de Caxias (16 pontos): briga contra o rebaixamento

Em primeiro lugar, torce para que o Crac não vença o Guarani em Campinas. Se os goianos empatarem, o Duque precisa vencer o Caxias; se perderem, um empate já salva o Duque – desde que o Grêmio Barueri não vença o Madureira, é claro.

10. Grêmio Barueri (14 pontos): briga contra o rebaixamento

Precisa antes de mais nada vencer o Madureira na Arena Barueri. Fazendo sua parte, o time da Grande São Paulo torce por derrota do Crac (16 pontos, mas melhor saldo) e do Duque de Caxias (16, e melhor saldo). Caso Crac e Duque de Caxias vençam, pode rebaixar o Madureira se vencer o jogo em casa na Arena Barueri.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...