Série B de 2021 terá recorde de campeões da Série A e mais 6 atrações

2.354

A Série B de 2021 nem começou, mas já podemos dizer que será histórica. Afinal a tradição dos times envolvidos é muito relevante: são 5 campeões brasileiros da Série A, o que significa um recorde.

rebaixados (3)E não é só isso: representatividade, investimentos, equilíbrio também deixarão tudo mais atraente. O Última Divisão está planejando uma cobertura especial para a Série B 2021. Mas primeiro vamos explicar por que estamos tão animados com a competição. Anime-se também…

Tradição

Os 5 campeões da Série A são: Cruzeiro (4 títulos), Vasco (4), Botafogo (2), Coritiba e Guarani.

Publicidade

Destes, dois já venceram também a Copa Libertadores, Cruzeiro (2 títulos) e Vasco.

Tem também vice-campeões da Copa Sul-Americana, Goiás e Ponte Preta.

E ao todo dá pra contar 33 títulos em divisões nacionais.

12 campeões da Série A: Cruzeiro (4), Vasco (4), Botafogo (2), Guarani e Coritiba
9 campeões da Série B: Coritiba (2), Goiás (2), Vasco, Botafogo, Guarani, Londrina e Sampaio Corrêa
9 campeões da Série C: Vila Nova (3), Avaí, CSA, Náutico, Operário-PR, Remo, Sampaio
3 campeões da Série D: Brusque, Operário-PR, Sampaio

Só 5 times da Série B não possuem título nacional: Brasil, Confiança, CRB, Ponte Preta, e Vitória. Mas claramente não dá pra menosprezá-los, afinal também são clubes com grande relevância regional ou nacional.

Representatividade

A Série B de 2021 terá times de 13 estados diferentes, com todas 5 regiões representadas.

Paraná: Coritiba, Londrina e Operário
Alagoas: CRB e CSA
Goiás: Vila Nova e Goiás
Rio de Janeiro: Botafogo e Vasco
Santa Catarina: Avaí, Brusque
São Paulo: Guarani e Ponte Preta
Bahia: Vitória
Maranhão: Sampaio Corrêa
Minas Gerais: Cruzeiro
Pará: Remo
Pernambuco: Náutico
Rio Grande do Sul: Brasil
Sergipe: Confiança

Times emergentes

Com tantos times tradicionais, fica difícil acreditar que vai rolar alguma grande zebra. Mas é melhor não duvidar, principalmente por causa de 3 times: Brusque, Confiança e Operário. São equipes com ótimos resultados recentes, que emergiram das últimas divisões e já estão sonhando até com a Série A.

O Brusque é o mais perigoso, por causa do grande patrocínio da Havan. Se o investimento for grande e a política não atrapalhar, o time sabe trabalhar pra ir longe.

O Operário é o mais tradicional dos 3. Tem 108 anos. Mas os grandes resultados só vieram recentemente, em uma arrancada incrível: foi campeão da Série D em 2017 e campeão da Série D em 2018. E foi bem na Série B duas vezes, terminando em 10º e 8º. Não duvide do Fantasma.

O Confiança tem o menor investimento dos 3 e, na prática, deve lutar contra o rebaixamento. Mas tem gente competente, com cabeça no lugar, e menos pressão do que a maioria, o que ajuda às vezes. Já duvidei do time em outras oportunidades e não repetirei o erro dessa vez.

Clássicos

Teremos pelo menos 4 grandes clássicos na Série B.

Vasco x Botafogo
Guarani x Ponte Preta
Goiás x Vila Nova
CSA x CRB

Podiam fazer a rodada final com esses jogos hein. Fica a dica, CBF!

Ainda tem mais 2 duelos estaduais e 1 regional que serão bem interessantes.

Avaí x Brusque
Coritiba x Londrina
Náutico x Vitória

Mais: também vai ser interessante ver o Cruzeiro enfrentar Vasco e Botafogo. Afinal são times que já disputaram grandes jogos. Por exemplo: a final do Brasileirão de 74 foi entre Cruzeiro e Vasco.

Equilíbrio

Em 2020, o título da Série B só foi decidido no último segundo. Uma das vagas do acesso também só foi resolvida na última rodada. Esse equilíbrio deve se repetir ou até aumentar na Série B. Afinal, apesar de termos 3 clubes gigantes (Cruzeiro, Vasco e Botafogo), eles enfrentam crises políticas e financeiras terríveis. É improvável que consigam sobrar com facilidade na Série B.

Imprevisibilidade

Essa é uma atração constante de qualquer Série B. E na competição de 2021 ficará ainda mais evidente. Com tanta tradição envolvida e, ao mesmo tempo, com tanta crise e pressão, como saber quem vai chegar mais forte?

É cedo pra falar. Os times da Série B mudam demais durante a temporada, bem mais do que na Série A. Trocam técnicos, perdem jogadores, reformulam elencos e cometem muitos erros… Por tudo isso vamos deixar os palpites para depois. Mas faremos.

Cobertura especial do UD

Em breve vamos fazer um vídeo e um texto explicando como será a cobertura que faremos dessa Série B de primeira. Mas já adianto que poderemos alguns tipos de conteúdo que são pedidos há muito tempo.

Apoie o Última Divisão para fortalecer essa cobertura da Série B de 2021.

Comentários