Série B: Cruzeiro agita rodada que teve duas decepções, gol bizarro e “artilheiro meme”

Marcelo Moreno fez o primeiro gol desde que voltou ao Cruzeiro
0 181

Por José Gustavo Félix e Bruno Cosentino

A 2ª rodada da Série B foi decepcionante, com poucos gols, favoritos que decepcionaram e outros detalhes bizarros. O jogo do Cruzeiro foi emocionante e terminou com vitória contra o Guarani. Com isso, a Raposa zerou os pontos negativos na tabela.

E mais uma vez a covid-19 atrapalhou a Série B. O jogo entre CSA e Chapecoense teve que ser adiado, porque o clube alagoano estava praticamente sem plantel pra entrar em campo. Ao todo 18 atletas foram infectados.

Melhor Jogo da Rodada

Guarani 2 x 3 Cruzeiro

Sb2

Depois de estrear vencendo o Botafogo-SP por 2×1, com atuação
questionável, a Raposa emplacou a segunda vitória seguida na Série B.

Desde os primeiros minutos, o jogo se mostrou movimentado. O Bugre abriu
o placar após um lindo gol de Waguininho. O Cruzeiro chegou ao empate com
Régis, poucos minutos depois. A virada veio ainda no 1º tempo, em pênalti sofrido
por Maurício – marcação muito questionada pela equipe adversária. A cobrança foi
convertida por Marcelo Moreno, o 1º gol do atacante boliviano em seu retorno ao
clube.

O Guarani se mostrou uma equipe mais ofensiva no 2º tempo. Criou várias
boas oportunidades, principalmente pelo lado esquerdo do campo de ataque.
Chegou ao empate com gol de Didi (em posição irregular). Mas, logo na sequência,
o capitão Léo marcou o gol da vitória cruzeirense, após cobrança de escanteio e
falha do goleiro Jefferson.

Apesar dos problemas de arbitragem, foi uma partida muito disputada, com
grandes chances criadas para ambos os lados. O Cruzeiro sai com a vitória muito
por mérito das grandes atuações de sua dupla de zaga (Léo e Cacá) e do poder de
decisão de Marcelo Moreno na partida.

Surpresas da Rodada

América-MG 0 x 1 Cuiabá

Sb5

O América-MG, considerado como um dos favoritos ao acesso, foi surpreendido em
casa e perdeu por 1×0 para o Cuiabá. O Coelho começou com ótimo resultado,
vencendo a Ponte fora de casa. Imaginava-se que o time mineiro também
tivesse sucesso jogando em casa, mas não foi o que aconteceu. No começo do
segundo tempo, após boa jogada pela esquerda, a bola sobrou para Rafael Gava,
que estufou as redes e fez o gol da vitória mato-grossense.

Brasil de Pelotas 1 x 1 Ponte Preta

Sb1

No dia em que a Ponte Preta comemorou seus 120 anos de tradição, esperava-
se nada menos que uma boa vitória. Principalmente contra o limitado Brasil de
Pelotas. A realidade foi bem aquém do favoritismo.

O 1º tempo foi truncado, com poucas chances criadas. A Macaca enfrentou
muita dificuldade para furar a linha de cinco defensores da equipe gaúcha. No 2º
tempo, a Ponte chegou ao gol em pênalti marcado após toque de mão do zagueiro
Lázaro. A cobrança foi convertida pelo camisa 11, Bruno Rodrigues. Chegando ao
1º gol, a Ponte recuou o time para garantir o resultado e ainda perdeu uma chance
clara de chegar ao 2º gol, com Luís Oyama. Isso custou caro.

O Brasil cresceu na partida após a entrada dos atacantes Luiz Henrique,
Jarro Pedroso e Gabriel Poveda, o último acertando duas bolas na trave da Ponte.
Finalmente, o Xavante chegou ao empate cabeçada de Lázaro, após falta cobrada
na intermediária. Resultado justo pelo recuo da Ponte e pelas chances criadas pelo
Brasil nos últimos 20 minutos, que mostraram que a equipe pode ter boa
capacidade ofensiva, mesmo com um elenco limitado.

Pior técnico da rodada

João Brigatti (Ponte Preta)

Sb3

Foi responsável direto pelo tropeço da Ponte contra o Brasil de Pelotas. Após
ver sua equipe abrir o placar, recuou o time para segurar a vitória, entrando um
terceiro volante em campo (Bruno Reis), no lugar do camisa 10 João Paulo. Viu o
adversário crescer na reta final e criar inúmeras chances até inevitavelmente chegar
ao empate. Postura lamentável diante de um adversário com grandes limitações e que,
nas 2 primeiras rodadas, teve uma média de apenas 36,5% de posse de bola.

Jovem Decisivo

Ronald, do Botafogo-SP, na vitória por 2×0 sobre o Confiança

Sb4

O atacante de 23 anos foi o autor dos 2 gols da vitória do Botafogo-SP.
Foram duas jogadas em que roubou a bola da defesa, fez jogada individual e
balançou as redes, trazendo a primeira vitória da equipe de Ribeirão Preto no
campeonato.

Gol contra bizarro

Paraná 1×0 Avaí

O lance mais bizarro da Série B até aqui. Aos 39 minutos do 2º tempo, em
chegada do Paraná ao ataque, o zagueiro Betão tentou afastar a bola da área, mas
ela explodiu no companheiro Sallinas e foi parar dentro do próprio gol, garantindo a
vitória do tricolor.

No momento do gol, o Paraná dominava as ações mas o empate
seria mais justo pelas chances criadas pelo Avaí, principalmente no 1º tempo.
A partida também marcou mais uma grande atuação do goleiro Alisson, do
Paraná.

Goleiro decisivo do líder

Sampaio Corrêa 0x1 Juventude

Em partida bem equilibrada, a atuação do goleiro Marcelo Carné, do Ju, foi
essencial para deixar o ataque do Sampaio em branco e permitir o êxito da equipe
gaúcha. O gol da vitória foi marcado por João Paulo, de pênalti, aos 9 do 2º tempo.
O Juventude é, junto com o Cruzeiro, a única equipe a vencer nas duas primeiras
rodadas e lidera a Série B, com 6 pontos.

Artilheiro meme

Léo Gamalho (CRB)

Nesta quarta (12), o CRB venceu o Oeste por 1×0, no jogo que fechou a
segunda rodada. O time alagoano conseguiu seus primeiros pontos graças a Léo
Gamalho. O centroavante já havia marcado na estreia, contra o Juventude. O gol
saiu após Luidy fazer boa jogada pela ponta direita, que o artilheiro completou para
as redes.

Gamalho também se destacou mais uma vez por causa da semelhança com Renan Fonseca. No ano passado, eles já tinha virado meme, no duelo entre Criciúma e Ponte Preta.

Os dois são amigos e deram entrevista sobre o assunto. Revelaram que um copia o estilo do outro. Antes de se conhecerem, só Léo tinha cabelão, e só Renan era barbudo.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Última Divisão (@ultimadivisao) em

O atacante Bill, emprestado pelo Flamengo, entrou no intervalo e jogou
por 45 minutos. No final da partida, ele teve uma boa chance, mas parou no goleiro. Já
o Oeste segue sem vencer, depois de ter empatado na primeira rodada.

Outros resultados

Figueirense 0x0 Vitória
Náutico 0x0 Operário

A rodada ficou marcada pela baixa quantidade de gols: foram apenas 13 em 9 jogos. Não fossem as emoções de Guarani 2 x 3 Cruzeiro, a média teria sido trágica.