Série B começa com alerta: os campeões da Série A não terão moleza

Foto: André Moreira/ Operário
619
Esse texto faz parte do “Projeto Série B de Primeira”, que pretende gerar uma cobertura intensa da Série B de 2021 no Última Divisão. Atingimos a 1ª meta do financiamento coletivo e portanto haverá uma coluna semanal aqui no site. Atingimos a 2ª meta e passamos a publicar vídeos extras no YouTube. Agora queremos criar um podcast. Clique aqui e apoie o projeto.

Desde que foram definidos os times da Série B de 2021, ficou claro o provável equilíbrio da competição. Só clubistas poderiam dizer que seria uma missão fácil para os times maiores. Aqui, na coluna “Série B de Primeira”, alertamos sobre a possibilidade do Botafogo repetir o Cruzeiro de 2020 e não subir, por exemplo.

Bastou uma rodada para esse alerta ficar evidente. Entre os 5 campeões da Série A que estão na Série B, apenas o Coritiba venceu – e enfrentou um time reserva do Avaí. Já Botafogo, Cruzeiro, Guarani e Vasco passaram sufocos.

Publicidade

Como esperado, a pior atuação foi do Botafogo, mas ainda saiu com um empate com o Vila Nova. O Vasco também foi decepcionante e, por estar diante de um adversário forte (Operário), perdeu feio. O Cruzeiro fez um jogo maluco contra o Confiança e perdeu. E o Guarani teve partida equilibrada com o Vitória.

Melhor jogo

CRB 2 x 2 Remo

Pouca gente viu o melhor jogo da rodada, pois aconteceu no mesmo horário da final da Liga dos Campeões. O Remo começou arrasador, com 2 gols de Lucas Siqueira, ex-jogador do CRB. Mas Hyuri diminuiu ainda no 1º tempo. E o time alagoano buscou o empate aos 45 minutos do 2º tempo, com Diego Torres. Muito melhor do que City x Chelsea!

Melhor time

Operário

A atuação do Vasco foi ruim, mas é importante valorizar o Operário. Principalmente porque o time foi bastante subestimado nas análises iniciais. Aqui entendemos que é candidato ao acesso. E deu pra ver isso em campo, pois o Fantasma tá muito bem organizado pelo técnico Matheus Costa.

Vale destacar também o Náutico, que fez um ótimo 1º tempo contra o CSA e venceu por 1 a 0. Se tivesse mantido o ritmo no 2º tempo, poderia ocupar esse posto de melhor time da rodada. Mas o estilo de jogo do Timbu é intenso demais e vai ser difícil manter o alto nível sempre. Precisa reforçar o elenco.

Outro time que jogou bem foi o Coritiba, que derrotou o Avaí, provável adversário direto na luta pelo acesso. Mas é importante destacar que os catarinenses usaram um time misto, praticamente reserva, para se recuperar da reta final acelerada do Catarinense.

Pior time

Botafogo

O Vila Nova teve um jogador expulso no 1º tempo. Mesmo assim conseguiu fazer o primeiro gol do jogo, com Willian Formiga. Logo depois o Fogão empatou com Navarro, mas foi só. O time segue sem evoluir. A única boa notícia talvez seja Chay, que foi contratado após se destacar pela Portuguesa-RJ, saiu do banco e deu assistência na estreia.

Melhor jogador

Edu (Brusque)

Foi decisivo contra a Ponte Preta e, com isso, completou uma bela história de superação.

Piores jogadores

Fábio e Adriano (Cruzeiro)

Adriano foi expulso de forma infantil e merece críticas. Mas Fábio foi ainda pior, pois cometeu pênalti e uma falha bizarra, que gerou outra expulsão. Assim ficou fácil pro Confiança vencer por 3 a 1. O time sergipano mostrou alguma qualidade para contra-ataques, mas tem problemas defensivos.

Olho nele!

Soares (Vitória)

O meia de 23 anos fez o gol mais bonito da rodada contra o Guarani. Ele foi revelado no futebol cearense e chegou ao Vitória no ano passado, com o apelido de “Bolota”. Agora é chamado de Soares e pode ser um dos bons talentos jovens do time baiano.

Lembra dele?

Neto Berola (Confiança)

Neto Berola, aquele ex-Vitória, Atlético-MG, Santos e Coritiba, fez gol de pênalti contra o Cruzeiro. Na temporada passada, ele ajudou o América-MG a subir. Agora precisa ser um dos principais jogadores do time sergipano, aos 33 anos.

Paredão

César (Londrina)

Foi o principal responsável por manter o empate, por 0 a 0, entre Brasil e Londrina. O time gaúcho criou chances de abrir o placar no 2º tempo, mas o goleiro foi decisivo. É uma posição em que o Londrina teve algumas dúvidas na temporada, mas agora César deve se firmar.

Outras curiosidades

  • Chamou atenção como tivemos expulsões no primeiro dia de Série B. Foram 3 cartões vermelhos em 4 jogos: Felipe (Londrina), Pedrinho (Vitória) e Deivid (Vila Nova). E no dia seguinte ainda tivemos as duas expulsões do Cruzeiro.
  • Foi bonito ver a emoção de Daniel Penha, autor do 3º gol do Confiança. Ele deu entrevista após o jogo e falou sobre como sente falta da família.

  • O mascote do Operário é um Fantasma, então Ricardo Bueno, aquele ex-Palmeiras, comemorou o gol contra o Cruzeiro, imitando um fantasma. Que tenhamos mais comemorações divertidas nessa Série B.
  • Sampaio 0 x 0 Goiás fechou a rodada. Foi um jogo sonolento, que mostra os problemas de mudar o planejamento perto da Série B. O Bolívia Querida trocou de técnico 3 dias antes, porque Daniel Neri se desentendeu com o diretor de futebol, Celso Teixeira. Felipe Surian é o substituto. O Goiás precisava mesmo mudar o planejamento, porque contratou pouco e foi mal no 1º semestre. Mas o resultado das contratações ainda deve demorar a aparecer.
Comentários