Sensação da Série B, Icasa quer distância de brecha na briga entre Lusa e Fluminense

0 34

Desde que a polêmica entre Fluminense e Portuguesa eclodiu, você deve ter ouvido uma porção de sugestões: “rebaixe o Fluminense”, “rebaixe a Portuguesa”, “puna a Portuguesa com pontos descontados na Série A de 2014”, “suspendam o rebaixamento de todo mundo”… Mas uma delas ganhou coro em especial: rebaixem os dois e promovam o quinto colocado da Série B.

O quinto colocado da Série B ganhou atenção graças à surpresa que proporcionou em 2013. Candidato de antemão ao rebaixamento para a Série C, o Icasa surpreendeu muita gente e brigou pelo G-4 até a última rodada, terminando atrás apenas dos quatro primeiros promovidos. Desta forma, um hipotético regulamento que premiasse o time de Juazeiro do Norte (CE) caiu nas graças de muita gente.

O que não quer dizer que tenha caído nas graças do presidente do time cearense, Francisco de Paz Lira. Em contato telefônico com este blog, o dirigente evitou (sabiamente) especular sobre a possibilidade e colocar ainda mais lenha na fogueira a respeito do rebaixamento da Série A. Pelo contrário.

Que tal colocar o Icasa, 5° lugar da Série B, no lugar de Portuguesa ou Fluminense? Não, porque o Icasa não quer pensar em hipóteses irreais (Crédito: Miséria.com/Futura Press)
E por que não colocar o Icasa, 5° colocado da Série B, no lugar de Portuguesa ou Fluminense? Simples: porque o Icasa não quer pensar em hipóteses irreais (Crédito: Miséria.com/Futura Press)

A meta de Francisco é repetir em 2014 o desempenho alcançado em 2013 pelo Icasa, que jamais havia passado tão perto de disputar a Série A. Com quatro disputas da segunda divisão nacional em toda sua história (1984, 2010, 2011 e 2013), e sem jamais ter chegado ao quinto lugar como o de 2013 (a melhor campanha havia sido o 12º lugar de 2010), o time mira agora permanecer competitivo para a próxima Série B.

E como fazer para tal? “Futebol não é receita de bolo”, admite Francisco, que não tem a fórmula matemática para voltar a brigar pela Série A, mas que aposta em “planejamento, contratações, trabalho com o pé no chão”. Acesso com regulamento bizarro? Francisco Paz de Lira não quer nem ouvir falar nisso – prefere carimbar a vaga sem deixar margem para polêmicas, quaisquer que sejam.

Confira a entrevista:

Última Divisão – Nessa confusão entre Fluminense e Portuguesa, a gente ouviu sugestões para rebaixar os dois e promover o quinto colocado da Série B – no caso, o Icasa. O senhor acompanhou o imbróglio, esse tipo de manifestação?

Francisco Paz de Lira – Acompanhamos de longe, mas não vou me reportar.

Última Divisão – Mas o clube chegou a observar algum interesse, pensou em alguma possibilidade nesse sentido?

Francisco Paz de Lira – Eu não sou dado a entrar em polemica, não. Se resolver alguma coisa, resolve na parte interna. Não vou gerar polêmica em nome do Icasa, alguma expectativa. Então não vou entrar em polêmica, não.

Última Divisão – Sem entrar em polêmica, como o senhor avalia a temporada do Icasa, principalmente a campanha na Série B?

Francisco Paz de Lira – Na Série B deste ano de 2013, o Icasa alcançou um lugar em uma competição que jamais tinha alcançado. É um presente para a torcida. Esperamos manter essas performances.

Última Divisão – E o que fazer para repetir o bom desempenho?

Francisco Paz de Lira – Planejamento, contratações, trabalho com o pé no chão. O Icasa sempre faz boas campanhas. No ano em que o Icasa caiu (2011), fez 47 pontos, uma pontuação que nenhum time de segunda divisão fez quando caiu. Vamos montar a equipe para buscar algo parecido (em 2014). Vamos disputar o Regional. Estamos fazendo a equipe para o Regional, e procurando jogadores para a Série B.

Última Divisão – É a esse trabalho com pés no chão que a que a gente pode creditar a campanha na Série B?

Francisco Paz de Lira – É o seguinte: futebol não é receita de bolo – ‘se fizer assim, é assim e vai sair assim’. O futuro a Deus pertence. O trabalho está sendo feito. Não tem como dizer, a gente não tem bola de cristal. Esperamos que a coisa siga nessa marcha.

Em meio a várias possibilidades para a questão entre Portuguesa e Fluminense, houve quem especulasse a promoção do Icasa para a Série A; no entanto, presidente do clube cearense, Francisco Paz de Lira (foto), descartou qualquer hipótese (Crédito: Icasa/Site oficial)
Você pode gostar também
Comentários
Carregando...