Sabia da história do Lisca Doido com o Marinho? Sabia não? Que merda hein…

876

Marinho e Lisca Doido têm muito em comum. Estão entre os melhores personagens do futebol brasileiro nos últimos anos. Muitas vezes são lembrados só por momentos folclóricos. E ambos estão vivendo um ótimo momento em 2020. O que poucos sabem é que essas histórias já se cruzaram. Lisca foi fundamental para recuperar a carreira de Marinho.

O atacante surgiu como promessa no Fluminense e no Inter, mas nunca se firmou, principalmente por causa de lesões. Ele disputou a Série C pelo Caxias, por empréstimo. Passou também por Paraná, Goiás e Ituano, com pouco destaque.

Em 2014, Lisca era técnico do Náutico e pediu a contratação de Marinho. O atacante chegou recebendo um salário baixo para os padrões do futebol (R$ 7 mil por mês), porque não estava em boa fase – passou 8 meses parado após uma lesão sofrida em 2013. Mas o técnico tinha boas referências, porque trabalhou no Inter, onde Marinho teve bom comportamento.

Até aquele momento, Marinho tinha feito poucos jogos na carreira. O máximo, em uma temporada, era 11, pelo Ituano. Tudo começou a mudar no Náutico, na Série B de 2014: Marinho ainda teve lesões e precisou de atenções especiais, mas disputou 23 jogos e chamou atenção do Ceará.

Depois veio a caminhada mais famosa, por Cruzeiro, Vitória, China, Grêmio e Santos. Agora Marinho tá voando, é artilheiro do Brasileirão e é cogitado até pra Seleção Brasileira. Enquanto isso, Lisca Doido também vive um bom momento, pois é vice-líder da Série B, no América-MG. Loucuras do futebol…

Observação: essa história foi resgatada em uma reportagem do UOL, que tem histórias do início da carreira de Marinho. Clique aqui para ler. Recomendamos.

Comments