Rodada da Série B tem 3 vitórias convincentes e erros feios

Foto: Tiago Caldas / CNC
302

As duas primeiras rodadas da Série B trouxeram algumas ilusões, comentadas aqui nas colunas passadas. A 3ª rodada começou a trazer verdades mais consistentes. Três times conseguiram vitórias convincentes: Náutico, Brusque e Botafogo. Não à toa, são os 3 primeiros colocados neste momento. O 4º lugar, CRB, também venceu e poderia entrar nesse grupo. Mas a defesa do time alagoano ainda preocupa.

Publicidade

Por outro lado, a rodada também teve erros. Foram jogadores que falharam feio, seja no Cruzeiro ou no CSA. E também houve o erro do juiz da partida entre Coritiba e Londrina, em um momento decisivo.

Esses foram os principais destaques da rodada, mas vale ver um pouco sobre todos jogos. Acompanhe:

Melhor jogo

CRB 3 x 2 Confiança

Os primeiros 25 minutos foram muito intensos. O CRB ficou na frente duas vezes, mas o Confiança empatou logo depois. O ritmo caiu no 2º tempo, mas as duas equipes buscaram a vitória. Até que o CRB conseguiu marcar nos minutos finais, com cabeceio bonito de Dudu.

Pior jogo

Sampaio Corrêa 1 x 0 Ponte Preta

A Ponte mostrou pouca ambição e, desde o começo, parecia querer só o empate fora de casa. O Sampaio tem problemas ofensivos, então o jogo ficou sonolento. Mas o time da casa foi premiado por buscar mais o resultado e “achou” um gol no último lance.

Melhores times

Náutico e Botafogo

O Náutico venceu o Guarani por 3 a 1 fora de casa. Mais uma vez o Timbu pressionou o adversário e mostrou muita eficiência no 2º tempo para fazer os 3 gols. É o time mais impressionante nessas 3 rodadas iniciais.

O Botafogo não deu chances para o Remo. Abriu o placar cedo, aos 14 minutos, com Chay, melhor jogador do time na Série B até agora. E a vitória foi confirmada no 2º tempo, com gols de Rafael Navarro e Pedro Castro. Foi uma grande atuação, em que o Alvinegro mostrou repertório, fazendo gols de diversas formas, e se defendeu com segurança. Já o Remo foi totalmente apático e precisa se preocupar.

Pior time

Avaí

O Avaí é o time mais decepcionante desse começo de Série B. Parece que o título catarinense fez mal ao clube, que se acomodou, tanto pela postura em campo, quanto pela falta de reforços. Nessa rodada o time perdeu para o Brusque, por 2 a 1. A equipe Quadricolor fez o contrário e evolui a cada, inclusive com reforços. A segurança defensiva, principalmente na Série B, é fundamental pra se manter em cima.

Melhor jogador

Erick (Náutico)

O maior destaque é pro Erick, que chamou o jogo, sofreu pênalti e fez gol. Mas o elogio vale para qualquer membro do ataque do Náutico. Jean Carlos, Vinicius e Kieza também jogaram bem. O meia deu assistência. Os outros 2 atacantes também fizeram gols. É o “Quadrado Mágico” da Série B.

Piores jogadores

Joseph (Cruzeiro) e Geovane (CSA)

Ambos erraram feio. Joseph marcou um “golaço” contra, de peito. A sorte dele é que Marcinho salvou o Cruzeiro com um gol no final e deixou o placar empatado.

Já Geovane perdeu a bola na saída de jogo, no único gol do Vila Nova. Depois o CSA não conseguiu reagir e perdeu por 1 a 0.

Olho nele

Rafael Navarro (Botafogo)

O Botafogo contratou Rafael Moura para o ataque, mas Marcelo Chamusca precisa manter atenção voltada pra Navarro, jovem de 21 anos, que jogou bem contra o Remo e pode ser mais útil do que o He-Man.

Lembra dele?

Hyuri (CRB)

Fez gol contra o Confiança e assumiu a artilharia da Série B, com 3 gols, empatado com Edu (Brusque). Ele é conhecido porque já jogou em times maiores, como Botafogo e Atlético-MG, mas nunca convenceu. Agora está melhor e cumpre bem o papel de centroavante. Apesar de ainda perder muitas chances claras, está com 8 gols na temporada, algo que nunca conseguiu antes.

Dedo do técnico

Marcelo Cabo (Vasco)

O Vasco derrotou o Brasil por 2 a 1, de virada. O jogo mostrou muitas fragilidades e limitações do time gaúcho. Mas também é importante observar que Cabo acertou nas substituições, afinal Daniel Amorim e Morato entraram e fizeram os gols.

Cadê o VAR na Série B?

Coritiba 1 x 1 Londrina

No final do jogo, Léo Gamalho sofreu um pênalti claro na área, mas o juiz não marcou. Se tivesse revisado o lance com VAR, o resultado poderia ter sido outro.

Outras curiosidades

    • Quase todos times que se destacaram na Copa do Brasil, durante a semana, conseguiram vitórias no final de semana. Só o Vitória decepcionou e ficou no empate com o Operário-PR. E vale lembrar que o Fantasma estava cheio de desfalques, principalmente por causa de covid-19. Foram 7 infectados. E ainda tinha mais 5 desfalques por outros motivos.
    • Já viu como estava o tornozelo do Kieza? É um sacrifício bonito. Mas gera um alerta: se o time precisa desse nível de esforço dos jogadores titulares, o que vai acontecer quando os reservas tiverem que jogar? Essa é a grande ressalva do Náutico por enquanto

  • Marcinho, que salvou o Cruzeiro de mais uma derrota, quase foi embora do time durante a semana passada. Ele ia ser negociado porque estava sem espaço sob comando de Felipe Tigrão. Agora que Mozart chegou, deve receber mais chances. No ano passado Marcinho jogou muita bola pelo Sampaio Corrêa e merece ser tratado com atenção. Pode ajudar muito no meio-campo da Raposa.
Comentários