Quatro histórias dos quatro campeões da Série D 2017

1.513

Globo-RN, Juazeirense-BA, Atlético-AC and Operário-PR have already secured a place in the 2018 C Series. They will still dispute the D Series title, but in practice they can be called champions.

And it was not easy for them to get here. For this reason, as is a tradition in the Last Division (see the 2015 and 2016 editions ), the following are highlighted great stories that these clubs experienced in the last Brazilian division.

Publicidade

GLOBE

Com nome inspirado na Rede Globo e cores baseadas na bandeira da Alemanha, o Globo conseguiu um acesso surpreendente. O time tem menos de cinco anos de existência e já conquistou a vaga que um rival de muito mais tradição, o América-RN, deixou escapar.

O Globo enfrentou a URT, perdeu a primeira partida por 1 a 0 e teve um grande problema logo no início do jogo de volta: o goleiro titular Rafael, um ídolo local, se lesionou. Teve que ser substituído por um reserva pouco experiente, Dasaev.

O que poderia ser um desastre virou a salvação: Dasaev fez três defesas difíceis no 1º tempo do jogo. Depois, viu o time fazer o gol que precisava. A vitória por 1 a 0 levou o jogo para os pênaltis. E então Dasaev se consagrou como o herói improvável: ele defendeu as cobranças de Fabio Alves e Marques e deu a vitória para o Globo. Os goleiros se abraçaram logo depois e fizeram uma comemoração emocionante.

JUAZEIRENSE

Um time baiano nunca tinha conseguido um acesso pra Série C. E se fosse apostar que algum deles ia conseguir, provavelmente não acreditaria na Juazeirense. Poderia apostar no Jacobina ou no Fluminense de Feira, por exemplo, mas ambos foram eliminados justamente pela Juazeirense no mata-mata. E a surpresa ficou ainda maior nas quartas, pois o time enfrentou o América-RN, equipe tradicional e que estava com a melhor campanha da competição. Deu zebra. Deu Cancão de Fogo. A vitória por 3 a 0 no jogo de ida praticamente decidiu tudo. O empate por 1 a 1 completou a festa.

E um dos personagens dessa campanha é o meia Juninho Tardelli, que é irmão mais velho de Diego Tardelli, aquele revelado no São Paulo e que atualmente joga no Shandong Luneng-CHN. Fazem parte de uma família de jogadores: o pai, Tadeu, foi um andarilho da bola entre das décadas de 80 e 90. E ainda há Wendell, o irmão mais novo, que tenta iniciar a carreira como jogador.

Na Série D Juninho Tardelli chegou para disputar apenas o mata-mata pela Juazeirense e conseguiu ser bastante útil. Assumiu a camisa 10, disputou todas partidas como titular, fez um gol e virou referência da equipe na armação de jogadas.

ATLÉTICO-AC

Após jogos e treinos, é comum ver atletas fazerem imersão em banheiras cheias de gelo. É a crioterapia, que acelera a recuperação muscular. Mas um improviso do Atlético-AC chamou atenção durante o torneio. O Globoesporte publicou um vídeo que mostra os jogadores fazendo esse tratamento dentro de uma caixa d’água apertada. Ali ficam apenas dois atletas por vez, enquanto os outros esperam ao redor. A imagem foi feita no Campo B da Federação de Futebol do Acre (FFAC), em Rio Branco.

Quando o Última Divisão divulgou essa imagem nas redes sociais, houve enorme repercussão, principalmente com elogios aos “guerreiros” do Atlético-AC. Afinal, mesmo com uma estrutura precária, conseguiram ir longe na Série D. Outros clubes também sofrem com o mesmo problema, mas isso não diminui a dificuldade e o tamanho do feito do time acreano.

Curiosidade: um dos jogadores que está dentro da caixa d’água é o artilheiro da Série D, Eduardo! Ele fez nove gols e ficou empatado com Weverton, do Princesa de Solimões-AM.

OPERÁRIO-PR

The trajectory of Operário-PR is curious: until 2015 the team seemed destined to reach superior divisions of Brazilian football. He hit the post twice, as he was eliminated in the quarterfinals of Serie D in 2010 and 2015. In addition, he was champion in Paraná in 2015. But soon after, everything collapsed: the team fell to the second state division in 2016 and could not even rise 2017. When all that good work seemed to crumble, this access to the 2018 C Series happened.

In the quarterfinals the Operário even had tranquility, as he won Maranhão in both games. But in the previous phase, against Espírito Santos, the team had a hard time and decided everything on penalties. The hero was goalkeeper Simão Bertelli, who has a history of overcoming. Before arriving at the Operário, he was almost giving up his career early. Unemployed, with little experience, he was 22 years old and had a daughter to raise. It was only found by Operário-PR because the technician Gerson Gusmão knew him – they worked together in Novo Hamburgo previously. The nomination worked too well, for Simão became holder and decisive in gaining access total system solution.

Finally, it is worth mentioning the support of the Operário, which is precisely the most traditional team among the four who went up. The players’ reception was already warm and then there was a huge party at the Germano Krüger Stadium, which turned into a real melting pot. Before the first minute of play, the match had to be stopped because of the smoke made by the crowd. And after that the celebration only increased until the outbursts of joy.

https://twitter.com/netesporteclube/status/897251144862502912

Comentários