Quem são as pessoas que emprestam nome a estes clubes brasileiros?

0 698

Garanto que você já deve ter se perguntado: “Quem foi Hercílio Luz? E o tal Sampaio Corrêa? O que fizeram de importante no esporte para dar nome a um clube de futebol?”. O mais engraçado é que no caso de ambos, nada. E na maioria dos casos também. Os clubes que escolheram homenagear alguma personalidade histórica geralmente escolhem alguém que nada tem a ver com o futebol.

A Argentina pode ser considerada a campeã nesse quesito. Mas isso e assunto para outro post. Por aqui, exemplos não faltam. Desde o conhecido Vasco da Gama até o folclórico Perilima, que é junção dos três nomes do seu fundador.

E é assim que surge essa lista, dividida em dois capítulos. Os clubes abaixo resolveram homenagear alguma personalidade adotando o respectivo nome. É bom explicar aqui um critério interessante: times que levam o nome da cidade não estão na lista pelo simples fato de homenagearem a cidade e não a personalidade histórica em si.

Caso algum nome não esteja na lista, sugira nos comentários ou nas nossas redes sociais (Facebook ou Twitter).

CN Marcílio DiasCN Marcílio Dias – Itajaí (SC)

Itajaí sempre teve uma tradição náutica muito forte, principalmente por ser sede de um dos portos mais movimentos do Sul do Brasil. Quando resolveu se criar um clube de remo na cidade, o homenageado foi Marcílio Dias, um marinheiro que morreu com apenas 27 anos durante a Batalha de Riachuelo.

 


Almirante Barroso (time)Almirante Barroso – Itajaí (SC)

O clube foi formado de dissidentes do Marcílio Dias. Assim como o rival, a escolha pelo homenageado foi um marinheiro que participou da Batalha do Riachuelo. Francisco Manuel Barroso da Silva conduziu a armada brasileiro na vitória nesta batalha.

 


J. MalucelliJ. Malucelli Futebol S/A – Curitiba (PR)

O clube nasceu como Malutrom em 1994. Em 2005 virou J. Malucelli, em 2009 se tornou Corinthians Paranaense e em 2012 voltou a se chamar J. Malucelli. O nome Malutrom já é uma junção dos sobrenomes Malucelli e Trombini.

Com tanta ligação familiar, levar o nome de um dos patriarcas da família que é dona do clube foi algo natural. O J é de Janguito, que dá nome também ao Estádio onde o time joga (chamado de Ecoestádio).


AA Graça AranhaAA Graça Aranha – São Luís (MA)

José Pereira de Graça Aranha nasceu em São Luís e é um imortal da Academia Brasileira de Letras. Foi um dos organizadores da Semana de Arte Moderna em 1922 e também diplomata em vários países.

 


CR Vasco da GamaCR Vasco da Gama – Rio de Janeiro (RJ)

“Tu tens o nome do heroico português”. Assim se fez a fama do Vasco, um dos maiores clubes do futebol brasileiro. Ele leva o nome do navegador português que foi o primeiro a fazer a viagem da Europa até a Índia, na época a mais longa viagem oceânica já realizada.

 


EC Ribeiro JunqueiraEC Ribeiro Junqueira – Leopoldina (MG)

O clube foi fundado em uma escola da cidade mineira e o diretor era da tradicional família Ribeiro Junqueira, que tinha políticos e notáveis nas mais diversas áreas na região. O diretor, José Monteiro Ribeiro Junqueira, ficou tão feliz com a homenagem que resolveu bancar o primeiro uniforme do clube. Ah, o rubro-negro da Zona da Mata fez fama no futebol amador e disputou competições profissionais nos anos 1980 e 1900.


AD PerilimaAD Perilima – Campina Grande (PB)

Esse clube tem uma das histórias mais legais, que comprovam que o futebol é realmente um esporte apaixonante. Pedro Ribeiro Lima juntou as iniciais do próprio nome para realizar o sonho de ter o próprio clube de futebol. Depois de disputar competições amadoras, resolveu se lançar no futebol profissional. Em 2005, com 56 anos, seu Pedro ficou conhecido como o mais velho jogador de futebol profissional em atividade.


CA Hermann AichingerCA Hermann Aichinger – Ibirama (SC)

Apesar de ser conhecido popularmente como Atlético de Ibirama, o Hermann Aichinger leva o nome de um dos patronos do clube, que acabou doando o terreno onde hoje se encontra o estádio e a sede do clube.

 


Sampaio Corrêa FCSampaio Corrêa FC – São Luís (MA)

Apesar desse nome, o Sampaio Corrêa não se inspirou em nenhum homem notável do Maranhão. Aliás, nem em pessoa nenhuma. A homenagem foi ao hidroavião Sampaio Corrêa II, que aportou em São Luís em dezembro de 1922. A aeronave tentava realizar a primeira ligação entre as América, vindo dos EUA para o Brasil.


Berga ECBerga EC – Cuiabá (MT)

Talvez você nunca tenha ouvido falar desse time, que quando fundado, em 1983, se chamava Treze FC. Mas em janeiro de 1999 foi comprado pelo empresário italiano Ettore Bergamaschi e virou Berga EC Ltda., o primeiro clube-empresa do Mato Grosso.

 


Hercílio_Luz-SCHercílio Luz FC – Tubarão (SC)

Hercílio Pedro da Luz foi um dos maiores políticos de Santa Catarina. Quando o clube foi criado, em dezembro de 1918, Hercílio havia acabado de assumir como governador do Estado pela segunda vez (ainda assumiu pela terceira vez em 1922). Hercílio Luz também dá nome à ponte que é um dos principais monumentos Estado e ao aeroporto de Florianópolis.


Tomazinho FCTomazinho FC – São João do Meriti (RJ)

Inspirado no Clube de Regatas Vasco da Gama, o Tomazinho foi criado em 1930 e disputava competições amadoras em São João do Meriti, até 1982, quando se profissionalizou. Até então, chamava-se Filhos de Tomazinho. Resta saber quem era esse Tomazinho.

Mas o grande “feito” da história do Tomazinho foi o fato de Ronaldo Fenômeno ter assinado uma súmula pela primeira vez. Quando estava no São Cristóvão, aos 13 anos enfrentou o Tomazinho FC, no dia 12 de agosto de 1990.


AA Tiradentes – Belém (PA)
GE Tiradentes – Ceilândia (DF)
SE Tiradentes – Teresina (PI)
Tiradentes EC – Tijucas (SC)
SE Tiradentes – Piçarra (PI)
AE Tiradentes – Fortaleza (CE)

Acho que nem precisamos explicar quem foi Tiradentes né?


Clique AQUI e saiba também quem são as pessoas que emprestam nome a estes clubes gringos, na outra metade desta série.
Você pode gostar também
Comentários
Carregando...