Os números que explicam a importância do título do Salgueiro no Pernambucano 2020

Imagem: Marlon Costa/Pernambuco Press
0 436

O título do Salgueiro no Campeonato Pernambucano de 2020 coroou um emergente do futebol pernambucano. Embora fundado em 1972, o clube passou mais de duas décadas afastado dos gramados, profissionalizando-se em 2005. Desde então, mostrou relativa força em boas campanhas, com direito a presença na Série B do Brasileiro de 2011 e nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2013.

Ainda assim, o título pernambucano de 2020 pode ser visto como o grande momento do Carcará. Vice-campeão estadual em 2015 e 2017, o time encerra um longo jejum da competição, dominado há décadas por Náutico, Santa Cruz e Sport.

Leia também:

Em primeiro lugar, o time da cidade de Salgueiro (no Sertão pernambucano, a 510 km do Recife) é o primeiro time do interior pernambucano a levantar o troféu estadual. Até então, todos os 105 títulos da primeira divisão estadual foram divididos entre sete equipes da mesma cidade, sendo que 71,2% deles ficaram com apenas três agremiações.

Não apenas isso. O trio do Recife só enfrentou alguma concorrência até a década de 1940, quanto o América conquistou seu último título (1944). Até então, o Pernambucano viu títulos de Flamengo (1915), Torre (1926, 1929 e 1930), Tramways (1936 e 1937) e do próprio América (1918, 1919, 1921, 1922, 1927 e 1944). Desta lista, o América é o único que chegou a 2020 em atividade.

Desde o título de 1944 dos americanos, foram 76 anos de uma hegemonia quase inquestionável de Sport, Santa e Náutico. De lá para cá, o máximo que vimos foram os vice-campeonatos de outros times em:

  • 1997: Porto (Caruaru)
  • 1998: Porto (Caruaru)
  • 2007: Central (Caruaru)
  • 2015: Salgueiro
  • 2017: Salgueiro
  • 2018: Central (Caruaru)

Pode ser que o Salgueiro não passe a atrapalhar o trio do Recife com frequência, ou que nem mesmo se estabeleça como a quarta força pernambucana. Mas certamente trata-se de um feito histórico e bem-vindo no futebol do Nordeste.

A campanha do Salgueiro:

Primeira fase (2º colocado)
19/1: Afogados 2 x 1 Salgueiro
25/1: Salgueiro 1 x 1 Central
1/2: Salgueiro 2 x 0 Petrolina
8/2: Retrô 0 x 1 Salgueiro
11/2: Santa Cruz 2 x 1 Salgueiro
26/2: Salgueiro 2 x 1 Sport
29/2: Salgueiro 2 x 1 Decisão
7/3: Vitória 0 x 1 Salgueiro
19/7: Salgueiro 1 x 2 Náutico

Semifinal
30/7: Salgueiro 3 x 0 Afogados

Finais
2/8: Salgueiro 1 x 1 Santa Cruz
5/8: Santa Cruz 0 (3) x 0 (4) Salgueiro

116879428 1555930874588048 2471121758566979479 O
Imagem: Salgueiro AC/Divulgação