O que você conhece sobre o Taiti?

0 89

Publicidade

A Copa das Confederações de 2013 começa a ganhar contornos mais claros neste dia 1º de dezembro, com o sorteio dos grupos da competição que acontece em junho. Serão oito seleções testando estádios em seis cidades-sede (Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife e Fortaleza) para ver se os locais estão prontos para a Copa do Mundo de 2014. E dentre as oito seleções que estarão no Brasil em 2013, nenhuma delas inspira tanta curiosidade quanto o Taiti, representante da Oceania no torneio.

Para você que não conhece a seleção taitiana, o Última Divisão apresenta aqui a equipe dos irmãos Tehau. Afinal, das sete seleções já confirmadas na Copa das Confederações (a África define sua seleção na Copa Africana de Nações de 2013), trata-se da única estreante no principal evento-teste do futebol mundial.

O Taiti estreou como seleção em 21 de setembro de 1952, com 2 a 2 contra a Nova Zelândia. No entanto, o time passou boa parte de sua história praticamente restrito à Oceania, conquistando o vice-campeonato consecutivamente da competição em 1973, 1980 e 1996 (você leu certo: consecutivamente). Ainda na década de 90, a equipe taitiana disputou pela primeira vez as eliminatórias para a Copa do Mundo, buscando vaga para o torneio de 1994 nos Estados Unidos. Não deu muito certo: em quatro jogos, uma vitória (4 a 2 sobre as Ilhas Salomão), um empate fora de casa (1 a 1, Ilhas Salomão) e duas derrotas para a Austrália: 3 a 0 em casa e 2 a 0 fora.

Desde a década de 90, a Oceania passou a realizar a Copa das Nações com mais regularidade (1996, 1998, 2000, 2002, 2004, 2008 e 2012). De lá para cá, o que o Taiti conseguiu foi um quarto lugar em 1998 e um terceiro lugar em 2002, além de ser sede da competição em 2000. Mesmo fracassando em casa, os taitianos revelaram um de seus principais destaques na década: Felix Tagawa (ao lado), atacante que depois passaria pelo futebol australiano.

Sem brilhar na Copa das Nações de 2004, e fora do torneio em 2008, a seleção do Taiti era uma incógnita para a disputa em 2012, nas Ilhas Salomão. No entanto, brilhou e assegurou o título inédito, com cinco vitórias em cinco jogos: 10 a 1 sobre Samoa, 4 a 3 sobre a Nova Caledônia, 4 a 1 sobre Vanuatu (todos pela primeira fase), 1 a 0 sobre as Ilhas Salomão (semifinais) e 1 a 0 sobre a Nova Caledônia (final). De quebra, ainda contou a eliminação da favorita Nova Zelândia nas semifinais, após derrota por 2 a 0 dos neozelandeses para os… Ahm… Neocaledônios.

A equipe comandada pelo técnico Eddy Etaeta tem como grande destaque os citados irmãos Tehau: Jonathan, o mais velho deles (24 anos), joga como meia pela direita e marcou quatro gols na Copa das Nações de 2012, enquanto os gêmeos Alvin (meia-esquerda) e Lorenzo (atacante), de 23 anos, somaram nove gols na competição continental – o primeiro fez quatro, o segundo fez cinco. Todos eles jogam na primeira divisão do Taiti, sendo que Alvin e Lorenzo defendem o Tefana e Jonathan atua pelo Tamarii. De quebra, os irmãos ainda contam com o caçula no banco de reservas da seleção: Teaonui Tehau, 20 anos, meia-atacante que joga pelo Vénus.

Este é Lorenzo Tehau, segundo o Google Imagens. Mas poderia ser Alvin Tehau, e a gente nunca teria como saber.

Da equipe que deverá atuar no Brasil, dois nomes ainda merecem destaques. O primeiro deles é o zagueiro central Nicolas Vallar, 29 anos, eleito melhor jogador da Copa das Nações de 2012. Capitão e camisa 10 da equipe nacional, Vallar já atuou na França, em Portugal e na Bélgica, antes de retornar para o Taiti e conquistar o Campeonato Taitiano de 2012 pelo Dragon. Já o outro destaque é o atacante Steevy Chong Hue, 22 anos, único atleta do Taiti na atualidade que joga no exterior – Chong Hue defende o Bleid-Gaume na terceira divisão da Bélgica.

Além do Taiti, estarão na Copa das Confederações de 2013: Brasil (anfitrião), Espanha (campeã mundial), Itália (vice-campeã da Europa, que ganhou a vaga por ter perdido a Euro 2012 para a Espanha), Japão (campeão asiático), México (campeão da América do Norte e do Caribe) e Uruguai (campeão sul-americano). A competição acontece entre 15 e 30 de junho.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...