O mais belo gol de goleiro do Operário de Ponta Grossa

Crédito: Josue Teixeira/Gazeta do Povo
730

The Operário de Ponta Grossa was the last club from the interior of Paraná to win the 1st division of the State , in 2015. During the championship, OFEC went through non-daily situations in football games. In the final against Coritiba, Fantasma won 3-0 at the Major Antônio Couto Pereira Stadium. In the end, the country club received applause from practically all the cheering fans of thegearhungry.com.

“This is something that you don’t see in every game. That was an acknowledgment ”, evaluates the goalkeeper at the time, Jhonatan Siqueira. It was the first title of the centenary Alvinegro dos Campos Gerais in the soccer elite of Paraná.

During the trajectory, another unusual fact. In a duel against Nacional, away from home, at the Erich George Stadium, in Rolândia, goalkeeper Jhonatan scored a goal from his own goal. In a throw-in, the ball crossed the entire field, bounced just at the entrance to the opposite area and covered the home team’s goalkeeper Allyson. This achievement confirmed the 2-0 victory in Operaria.

Publicidade

“I would be very happy to always be remembered in Paraná football, for the goal I scored. It’s a move that doesn’t happen every day. It was a very good moment in my career ”, said Jhonatan, who had the bid elected as the most beautiful goal of the competition , in an election held by the newspaper Gazeta do Povo de Curitiba.

Jhonatan garante que o feito foi inesperado, pois nunca havia treinado sequer faltas e penalidades. Nenhum treinador também havia permitido que tentasse algo nesse estilo. Depois de fazer o primeiro gol da carreira, Jhonatan recebeu telefonemas de amigos, familiares e jornalistas de todo o Brasil.

Posteriormente, durante os jogos do OFEC no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, torcedores do Fantasma chegaram a criar uma homenagem ao goleiro.

“Quando eu ia bater um tiro de meta ou uma falta na frente da minha área, eles começavam a gritar: gol, gol, gol, gol! Era muito engraçado, o estádio inteiro gritava”, relembra.

Fantasma

O Operário Ferroviário de Ponta Grossa é um dos clubes mais tradicionais do Paraná. Apelidado de Fantasma, por assombrar os grandes do Estado, o clube foi fundado em 1912, de acordo com o site oficial do clube.

Como recorda o livro “Futebol do Paraná – 100 Anos de História“, de Levi Mulford e Heriberto Ivan Machado, a agremiação é uma das três ainda existentes na atualidade a participar da primeira edição do Campeonato Paranaense em 1915. Coritiba e Rio Branco de Paranaguá também são remanescentes do torneio inaugural. Na época desse Estadual, o Operário participou da 2ª divisão.

No Paraná, a trajetória do Operário Ferroviário ganhou renome histórico, em grande parte, pelas obras publicadas pelo falecido pesquisador de história do futebol paranaense José Cação Ribeiro Júnior. Entre as obras está “O Fantasma da Vila – A História do Operário Ferroviário Esporte Clube”. As demais abordam o contexto do futebol da região dos Campos Gerais do Paraná.

Cação também é responsável pelo único livro sobre o Futebol de Monte Alegre (na atual cidade de Telêmaco Borba), região do Clube Atlético Monte Alegre, o primeiro interiorano campeão paranaense, em 1955.

Among other researcher legacies, a permanent exhibition of the photo archive in the fan association of Operário Avante Fantasma. A former soccer player, Cação once again wore the shirt of Fantasma in 1942. He inspired ex-athlete and people from new areas to carry out research on the sport.

Comentários