O dia em que Pelé foi trocado por um roupeiro

0 222

Publicidade

Não, não parem as máquinas. Podem respirar fundo e mantenham a imagem de que Pelé foi o melhor de todos os tempos desta e de várias outras galáxias. Mas o que vem a seguir pode mudar consideravelmente a vida de muitos de nós, dependendo de quanto deixamos o brilhante seriado Chaves entrar no nosso dia a dia.

chavo-cine
“Teria sido melhor ter ido ver o Pelé”

Muitos (ou todos?) de nós já ouvimos a seguinte consideração: “teria sido melhor ter ido ver o filme do Pelé”, não? Isso ficou famoso no episódio Dia en el cine, produzido em 1979, quando o Chaves e toda a vizinhança vão ao cinema assistir a qualquer coisa que não agradava muito o tal menino do barril.

Só que o Chaves, pasmem, não queria ter ido ver o filme do Pelé. Não mesmo. Ou pelo menos não na versão com o áudio original do seriado. Na verdade, ele tanto pentelhava para ver um filme que se chamava El Chanfle (não, não tentem procurar alguma tradução com sentido para isso). E, no fundo no fundo, tudo o que o Chaves queria era se autopromover. Explico.

chanfle-el-img-29417
Bolaños vive o papel de um roupeiro do América do México

El Chanfle foi um filme lançado em 1979 pela Televisa, dirigido por Enrique Segoviano e produzido por… Roberto Gómez Bolaños (sim, o próprio autor e ator do Chaves!) e com grande elenco: Ramón Valdez, Florinda Mesa, Carlos Villagran, Édgar Vivar, Maria Antonieta de las Nieves… alguma semelhança por aqui?

O tal do Chanfle nada mais é do que um fictício e desastrado roupeiro do América do México, recordista mundial de honestidade e que recebe um salário baixíssimo. Casado há nove anos, afundado em dívidas e sem conseguir engravidar a esposa, ele mantém a esperança de conseguir ter seu filho – sonha que será Chanfle Segundo, um craque do futebol mundial.

chanfle-2
Filme teve uma sequência três anos depois, em 1982

É um filme bonitinho, estilo lição de moral, que vale a pena ver se você estiver de bobeira algum dia em casa e queira aprofundar seu conhecimento sobre Chaves, Chapolin e companhia. Não vai mudar a sua vida, não é uma megaprodução de Hollywood e nem tem um roteiro enigmático estilo cinema francês. Mas é divertido, convenhamos. Está no YouTube, com legendas, e ao final deste post, caso já queira dar play direto.

trombadinhas
Eis aqui o verdadeiro filme do Pelé

Mas, para fim de conversa: o Chaves, naquele episódio, estava dando a mínima para o Pelé (que, também em 1979, aliás, participou de um filme nacional, chamado Os Trombadinhas, do Carlos Heitor Cony – que foi viral pelo diálogo “você é o Pelé? Não, eu sou o Jô Soares, sua piranha”). O que o menino do barril realmente queria era ver o filme do roupeiro El Chanfle. Entende?

Cultura inútil faz bem, de vez em quando.

ps. E a Dona Florinda, hein? Que saúde!

florinda-chanfle

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...