O clássico International Superstar Soccer Deluxe ganhou uma versão com seleções estaduais

Imagem: Divulgação
0 1.555

Talvez você não conheça o Lucas, mas ele é o tipo de doido de quem a gente só pode gostar.

Lucas David Nunes, potiguar de 26 anos, é engenheiro e trabalha atualmente como coordenador de administração do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). Nas horas vagas, porém, esse são-paulino – que herdou do pai o time do coração – gosta mesmo é de futebol e de video-game.

Foi por isso que, nesta quarta-feira (10), ele lançou uma versão modificada de “International Superstar Soccer Deluxe”, clássico do Super Nintendo que você provavelmente já jogou. Nesta versão, o game traz seleções estaduais.

Leia também:

Foi um trabalho de formiguinha, mas o resultado está aí: 27 seleções estaduais do Brasil, atualizadas com times de 2020, além de equipes de diversos estados, condados e províncias ao redor do mundo, como Califórnia (EUA), Catalunha (Espanha) e Middlesex (Inglaterra).

“Esse último (projeto), especificamente, eu iniciei no começo de abril. Foi um longo período de pesquisa, seguido por um ainda mais longo período de edições. A edição dos gráficos do jogo foi a que mais levou tempo, porque é incrivelmente complicada. Eu não tenho muito conhecimento em programação, mas um programador experiente criaria ferramentas que facilitariam muito essa edição”, contou Lucas, em entrevista ao Última Divisão.

“Depois de editar coisas, como bandeiras dos times, eu passei a editar os jogadores, suas habilidades e aparências. Depois disso, apenas editei alguns detalhes, como os textos dos ‘Escenarios’ e outras coisas menores. Então foi um pouco mais de dois meses de projeto”, acrescentou.

Imagem: Reprodução

Lucas contou que descobriu que era possível fazer modificações em games “por volta de 2005”, mais ou menos a época em que começou a aprender. Desde então, nunca parou. São 15 anos lançando modificações e traduções de jogos.

Nem todas, ele lembra, de futebol. “Lancei uma tradução de ‘The Legend of Zelda: Oracle of Ages’ (de Game Boy). Lancei também uma tradução do ‘Sensible Soccer’, de Super Nintendo, uma tradução do ‘Fifa 97’, de Sega Mega Drive, que também trazia uma atualização das equipes brasileiras do jogo. Sempre planejei fazer uma atualização completa desse Fifa, que foi um jogo que sempre gostei muito, mas nunca consegui porque é muito trabalho para uma pessoa só fazer”, explica. “Lancei também alguns outras modificações feitas em cima do ISSD, como o Lonely Eleven e o Copa do Mundo CONFUSA 2009.”

Dá para sacar que Lucas não curte apenas jogos de futebol, mas que o futebol tem bastante atenção no trabalho do cara. Até que, no fim de 2019, veio o estalo: e que tal abordar as seleções estaduais?

Leia também:

“Recentemente, no fim do ano passado, eu tinha pesquisado um pouco mais a fundo a história das seleções estaduais no Brasil. Vi uns vídeos, li muitas matérias, olhei várias fotos antigas e acabei me interessando bastante pelo assunto e pelo jeito como ele ajuda a contar a própria história do futebol no Brasil. Envolvido nesse tema, eu comecei a traçar mentalmente como seriam as seleções estaduais hoje em dia”, explicou Lucas.

“Já nesse ano, alguém compartilhou no grupo da FA (Futebol Alternativo, grupo de redes sociais nascido no Orkut e atuante no Facebook) uma matéria que falava justamente sobre isso: como seriam as seleções estaduais de hoje em dia. Não é a primeira matéria feita sobre isso, com certeza, lembro de várias outras, mas essa em especial trazia não só as seleções do eixo Sul-Sudeste, mas também algumas das outras regiões, e isso reavivou a memória da pesquisa que eu tinha feito. A ideia acabou nascendo de ler aquela reportagem, e como eu já não lançava modificações havia algum tempo, resolvi me dedicar a esse projeto.”

Veio então a pesquisa. E Lucas conta que os amigos da comunidade no Facebook deram uma força para que o trabalho saísse.

“Neste, eu tive uma ajuda da FA na parte da pesquisa. Algumas seleções estavam bem difíceis de serem montadas, e então eu fiz um post pedido ajuda na comunidade. Dali consegui bastante ajuda e pude terminar os elencos. O resto, a parte da edição em si, fiz sozinho”, contou.

 

Com o jogo pronto, Lucas conta que curtiu a experiência de desenvolvimento. Como responsável, como gamer e como apaixonado pelo futebol.

“Foi muito divertido montar todas as seleções. Em cada uma eu aprendi um pouco mais sobre a realidade do futebol de cada estado. Também fiz bastante pesquisa histórica pra escrever o guia que acompanha o jogo, então pude aprender também sobre a história do futebol dos estados. Fazer as seleções estaduais estrangeiras também foi muito divertido, especialmente porque era algo de certo modo novo e curioso. Montar a seleção da Califórnia, por exemplo, ao som de California Dreamin’ (The Mamas and The Papas) e California Here We Come (Phantom Planet), foi talvez a parte mais divertida das edições”, diz Lucas. “Ah, reescrever os textos dos ‘Escenarios’ usando o portunhol do jogo também foi sensacional.”

E aí, curtiu? Você pode baixar o jogo com o guia aqui. E se quiser um aperitivo de como ficou, o Lucas deixou um trailer pronto para você babar.