O brasileiro da LDU de Loja

0 91

Publicidade

Pouca gente no Brasil havia ouvido falar da LDU de Loja antes da Copa Sul-Americana de 2012. Ainda que o exótico nome da cidade no sul do Equador tenha virado motivo de piada, pouco ajudou a apresentar o time que encontrou o São Paulo nas oitavas de final da competição. E menos ainda o atacante Fábio Renato, destaque brasileiro dos albos.

Fábio Renato: gerenciando o ataque da Liga de Loja (putz…)

Nascido em 17 de junho de 1980 na cidade de Humaitá (Amazonas), Fábio Renato Pereira de Azevedo Lima fez carreira discreta no Brasil, arriscando os primeiros chutes em Porto Velho (Rondônia) e atuando por clubes como CFA, União Cacoalense, Vilhena, Genus e Jaruense – não por coincidência, todos do futebol rondoniense. Em sua página na Wikipédia, constam duas passagens por El Salvador (Deportivo Águila, em 2005, e Isidro Metapán, em 2007), antes de acertar com clubes do futebol equatoriano.

Ainda em 2007, reforçou o Brasília, então promovido à segunda divisão do Equador. Chegou ao clube lojano em 2008, passando rapidamente pelo Espoli (ao lado) em 2009 antes de retornar à Liga de Loja em 2010. Desde então, é um dos atacantes do time, do qual veste a camisa 9. Seu contrato com o clube do Estádio Reina del Cisne vai até o fim de 2013.

Fora de campo, o amazonense Fábio Renato fala um português arranhado e é casado com a também brasileira Catiane, com quem tem dois filhos: Renato Fábio (quatro anos) e Pedro Fábio (menos de um mês). Torcedor do Vasco da Gama na infância, sonha com uma possibilidade de atuar por um clube de destaque do futebol brasileiro. No entanto, nem tudo são flores: a imprensa equatoriana afirma que o jogador foi afastado do time em abril por uma suposta embriaguez – fato negado pelo atleta.

“A imprensa daqui é muito complicada, não sabe das coisas direito, não pergunta e vai logo colocando na matéria sem explicar nada. Depois me liga, pedindo desculpas. Falei que não iria dar mais entrevistas aqui. Não teve nada, estou tranquilo, bem com o presidente e o professor”, afirmou ele, em declarações ao site Globo Esporte.com.

O craque da camisa número 9. Interessou, Vasco?

Em cinco anos no futebol do Equador, alcançou a impressionante marca de 100 gols, sendo 72 deles pela Liga de Loja. Na Copa Sul-Americana de 2012, virou destaque ao marcar cinco vezes nas primeiras fases: duas vezes na vitória fora de casa sobre o Monáguas-VEN (2 a 0) e três vezes na partida de volta (vitória por 4 a 2). Contra Nacional-URU, passou em branco, mas ajudou o time a conseguir a classificação às oitavas de final, para encarar o São Paulo.

Informações e fotos: Wikipédia, Globo Esporte.com, Goal.com e OGol.com.br.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...