Noroeste e mais 7 times tradicionais que estão nas últimas

0 158

Publicidade

O Furacão da Copa abalou Bauru em 1978
O Furacão da Copa abalou Bauru em 1978

Foi decretado, neste final de semana, o rebaixamento do Noroeste para a quarta e última divisão do Campeonato Paulista. É um fato lamentável para uma equipe que já encarou os grandes do estado, tem o carinho de Pelé (que foi criado em Bauru), contou com Jairzinho no time e estava até 2011 na elite.

Mas o Norusca não está sozinho. Outro times tradicionais, inclusive maiores que ele, estão nas últimas divisões estaduais em 2014. São clubes que já foram longe tanto em seus estados quanto em competições nacionais.

Tal situação foi causada pelas péssimas administrações desses clubes pequenos junto com a profissionalização de clubes recém-criados. É um cenário que se repete do Sul ao Norte do País. Confira quem vai jogar nas últimas divisões estaduais em 2014:

União São João de Araras-SP

Roberto Carlos nem parecia o Roberto Carlos quando surgiu em Araras
Roberto Carlos nem parecia Roberto Carlos quando surgiu em Araras

Se você tem mais de 20 anos, deve se lembrar desse time carismático, que inclusive disputou a elite nacional. Foi campeão da Série B em 1996, da Série C em 1988 e revelou grandes talentos, como o lateral esquerdo Roberto Carlos.

O União ficou em último lugar na Série A3 e caiu para a quarta divisão em 2013. Confira o mini-guia do Última Divisão sobre a Segundona Paulista.

Tuna Luso-PA

Atualmente o Pará é visto como um estado dividido entre Paysandu e Remo. Mas um estado tão grande e tão apaixonado por futebol já teve um terceiro time forte, o Tuna Luso, que inclusive foi campeão da Série B em 1985, da Série C em 1992 e já faturou 10 estaduais.

Imagem ainda estava acompanhada da letra de Raul Seixas - Tente Outra Vez
O Operário virou alvo de piadas no Mato Grosso do Sul

Operário-MS

Atualmente o Operário só é mantido por causa do apoio irrestrito da sua torcida, que luta para mudar a situação do clube. Mas essa paixão só surgiu porque o Operário é o maior campeão estadual (10 títulos) e também venceu a Série B do Brasileiro em 1987.

Rio Branco-ES

Chega a ser estranho ver o Espírito Santo, um estado da região sudeste, ter times tão fracos. O Rio Branco sempre foi a principal esperança de mudar esse cenário, já que conquistou 36 títulos estaduais. Mas antes de conseguir alguma relevância nacional, o time se afundou em uma crise que parece eterna.

Rio Negro também foi vítima da maldição dos centenários
Rio Negro também foi vítima da maldição dos centenários

Rio Negro-AM

É o segundo maior campeão amazonense, com 18 títulos estaduais, e já participou seis vezes da Série A nacional. Porém, se afundou em uma grave crise financeira e foi rebaixado logo no ano do seu centenário, em 2013.

Fluminense-BA

Foi o primeiro time do interior da Bahia a conquistar um título estadual, em 1963, feito que se repetiu em 1969. Depois disso, esse feito só voltou a acontecer em 2006, com o Colo-Colo. O clube de Feira de Santana também se destacou na Série C de 1992 e foi vice-campeão. Mas há tempos não faz uma boa campanha e foi rebaixado em 2013.

Maringá fez uma versão fake do "clássico do café" contra o Londrina
Maringá fez uma versão fake do “clássico do café” contra o Londrina

Grêmio Maringá-PR

Três vezes campeão estadual e com quatro campanhas na Série A do Campeonato Brasileiro, o time quase foi extinto recentemente. Tenta se reerguer desde 2010, quando reativou o futebol profissional, mas vê outro time da cidade, o Maringá Futebol Clube, disputar a final da elite do Campeonato Paranaense de 2014, logo contra o rival Londrina.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...