No futebol brasileiro, hoje (também) é dia de rock, bebê!

0 138

O Brasil escolheu o 13 de julho para comemorar o Dia Mundial do Rock. Trata-se de uma homenagem ao Live Aid, concerto organizado por Bob Geldof para recolher fundos contra a fome na África. Shows aconteceram em 13 de julho de 1985, simultaneamente nos Estados Unidos e na Inglaterra.

Quem levantou a bola da comemoração na data foi Phil Collins, que sugeriu que aquele dia passasse a ser conhecido como Dia Mundial do Rock. A sugestão foi acatada apenas no Brasil no decorrer da década de 90, graças à iniciativa de rádios de São Paulo. E mesmo sendo uma data exclusivamente nacional, virou Dia Mundial do Rock mesmo.

OK. E o que isso tem a ver com o futebol?

Aparentemente nada. Mas há por estas terras quem deixe de lado as tradicionais bandas marciais e aposte no bom e velho rock para conduzir seus hinos, por exemplo. Em São Paulo, o Audax – recém-promovido à Série A1 do Campeonato Paulista – se gaba de ter “o hino do time mais rock’n roll do Brasil”. Ouça e tire suas próprias conclusões.

Pode ser ou não, mas certamente não é o único. O Imperatriz, campeão maranhense de 2005, também tem um hino com guitarras bastante consideráveis – em um rápido bate-papo com colegas de trabalho, nós não chegamos a uma conclusão da banda que mais se aproxima do estilo. O Íbis, autodenominado “o pior time do mundo”, também tem seu hino tocado em um som mais pesado – lembra a banda Penélope.

Mas também dá pra homenagear o Dia Mundial do Rock sem hinos de futebol. Em Brasília, um dos principais centros do rock nacional (em especial na década de 80), os torcedores sabem que podem contar com um confronto peculiar: Capital x Legião.

O Capital não tem nada a ver com o Capital Inicial, banda de Dinho Ouro Preto e companhia – é apenas uma referência à condição de Brasília como capital federal. No entanto, o Legião homenageia, sim, o Legião Urbana. Profissionalizado em 2006, tem como principal conquista a terceira divisão do Campeonato Brasiliense de 2006.

Em 2013, Capital e Legião se enfrentaram na última das seis rodadas do Grupo A do primeiro turno da competição – vitória dos donos da casa por 2 a 0, com gols de Formiga e Léo Borges.

Ah! Por fim, não dá para esquecer o Brasiliense, que desde 2010 homenageia o rock com uma camisa com referências ao gênero. O uniforme é redesenhado constantemente, mas a presença de homenagens à banda punk americana Misfits na camisa é constante.

Desde 2010, Brasiliense tem camisa alternativa com referências a banda punk americana Misfits (Crédito: Brasiliense FC/Divulgação)

Pode ser que o resto do mundo não comemore o Dia Mundial do Rock. Mas ninguém pode reclamar que o futebol brasileiro não faz sua parte.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...