Lembra do estádio Pinheirão, em Curitiba? Virou um estacionamento.

0 432

Publicidade

Não importa se é atleticano, coxa-branca ou paranista. Todo paranaense, quando questionado, fala com carinho do estádio do Pinheirão, em Curitiba. Desde 2007, o estádio não recebe partidas de futebol e está praticamente abandonado desde que o novo dono, um empresário do ramo agropecuário, o arrematou por impulso em um leilão, promovido para pagar as dívidas da Federação Paranaense de Futebol, dona do estádio desde sua fundação, em 1985. Atualmente, é utilizado de vez em quando como estacionamento de eventos comerciais e artísticos.

A história de abandono do estádio de todos os paranaenses sensibilizou alguns alunos de Jornalismo da PUC-PR (a saber: Daniel Malucelli, Gabriel Sawaf, Hélcio Weiss, Leonardo Dulcio, Natália Moraes e Pedro Melo), que produziram um curta documentário sobre quatro partidas históricas que ocorreram no local. Além de relatos de ex-jogadores que viveram grandes momentos no local, o filme traz imagens inéditas da atual situação do estádio.

O Última Divisão conversou com dois produtores do filme, Hélcio Weiss e Pedro Melo, sobre o processo de composição do filme. Confira:

UD: Como surgiu a ideia de fazer um documentário sobre o Pinheirão?
Hélcio Weiss: No começo do ano, quando ainda estávamos fazendo a disciplina de cinema. Mas somente no segundo semestre, na matéria de documentário, é que colocamos o projeto em prática. Começaram a surgir temas e o Gabriel lembrou do Pinheirão, aí fomos amadurecendo a ideia. Decidimos finalizar nosso pensamento fazendo um curta sobre as glórias do Pinheirão.

UD: Como foi conseguir o acesso ao estádio para gravar? Tiveram contato com o novo dono?
Pedro Melo: O acesso ao estádio foi obtido pelo [diretor] Gabriel Sawaf, que conversou diretamente com o filho do proprietário do terreno, e eles foram bem acessíveis e apoiaram desde o início o nosso projeto.

UD: Por que a escolha por jogos históricos e não por uma investigação sobre o abandono da área? E quais foram os critérios que os levaram àquelas quatro partidas?
Pedro Melo: A ideia do trabalho foi mostrar o lado histórico do Pinheirão e as principais alegrias que os torcedores tiveram no local. O estádio ficou aberto por somente 22 anos, mas nesse período recebeu grandes partidas e escolhemos uma grande conquista de cada time de Curitiba, além da partida da seleção nas Eliminatórias para a Copa do Mundo. Os jogos de Atlético e Coritiba foram o do título paranaense de 1998 e 1999, respectivamente; e o do Paraná foi o primeiro passo para conquistar o seu primeiro título nacional na história.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...