Giro UD #26: Juninho Pernambucano, Gauchão, Santo André e mais

Imagem: Marcelo Sadio
109

Olá, tudo bem? Esperamos que sim, e que você esteja física e mentalmente bem durante esta pandemia. Torcemos para que o isolamento esteja perto do fim.

Mais uma semana está terminando, e com ela, mais um Giro UD está chegando. Se você ainda não conhece, a culpa é sua trata-se de uma pequena relação com os conteúdos mais legais que encontramos por aí nos últimos dos dias.

Leia também:

Na edição desta semana, temos uma entrevista de Juninho Pernambucano que repercutiu muito, e que vale ser lida na íntegra. Temos também algumas questões curiosas de patrocínios de clubes, o panorama para os times menores para a volta do Campeonato Gaúcho e um perfil de um ídolo do Santo André.

Esperamos que você curta o que a gente preparou. E já sabe: se puder, fique em casa.

Confira:

-U-D-

Juninho Pernambucano não tem medo de se posicionar a respeito de questões sociais. Em entrevista a Thiago Rabelo, para o jornal The Guardian, o Reizinho mostra o mesmo talento que tinha na bola parada para falar sobre racismo, educação, política, fake news, Neymar… Vale dedicar alguns minutos! (Em inglês)

-U-D-

Você consegue imaginar o Atlético-MG jogando com detalhes azuis na camisa? E o Grêmio com uma imensa marca vermelha do patrocinador? Apesar de toda a implicância cromática que a coexiste dentro das rivalidades, isso já aconteceu. No Globoesporte.com, há uma bela lista feita pelo Marcelo Monteiro sobre esses patrocínios que causam estranheza.

-U-D-

Os estaduais vão terminar depois do que se esperava. E como isso afetará os clubes pequenos? O bom Peleia FC traça um panorama para os times do Rio Grande do Sul a respeito de temas como presença de público, alojamentos, EPIs, testes e outras questões. Se você não é gaúcho, vale ficar de olho se os protocolos serão os mesmos no seu estado.

-U-D-

Talvez você não conheça Arnaldinho, mas ele é uma entidade no Santo André: com 470 jogos pelo clube entre 1975 e 1986, o ex-meia tem muita história para contar. E lembra algumas delas, do passado e do presente, em entrevista a Luis Minici, no site da Federação Paulista de Futebol.

Comments