Giro UD #23: os maiores jogos do Maracanã, times falidos, dados e mais

Imagem: Pixabay
0 84

Olá, tudo bem?

Esperamos que sim. E que você esteja em casa se puder durante esta pandemia.

Chegamos aqui a mais uma edição do Giro UD, com o que encontramos de mais legal na internet durante esta semana para que você leia no final de semana.

Leia também:

A ideia, como sempre, é reunir conteúdo legal para te ajudar a passar o tempo. Esperamos não decepcionar você que está lendo isto aqui.

Nesta semana, temos uma lista dos jogos mais emblemáticos do Maracanã, uma explicação sobre mapas de calor no futebol, uma lista de clubes que faliram (e voltaram) e mais.

Confira:

A inauguração do Maracanã completou 70 anos agora em junho. E o Globoesporte.com escalou 70 jornalistas para listar os jogos mais icônicos da história do estádio. Tem decisões de Copas do Mundo, tem milésimo gol do Pelé, tem um monte de título… Vale a pena olhar, concordar e discordar.

-U-D-

O Rodrigo Salvador – que inclusive já colaborou com o Última Divisão – publicou na Trivela uma explicação sofre o rastreamento de dados no futebol. Você certamente imaginou algo como um mapa de calor (e está certo), mas a função não se aplica apenas a isso. Se você quer entender o conceito de Controle de Campo, chegou a hora.

-U-D-

O Kaiserslautern, atualmente na terceira divisão da Alemanha, decretou falência. Infelizmente, nos últimos anos, o time – uma força no futebol alemão dos anos 90 – não é caso isolado. O Lance! lembrou casos semelhantes recentes, como Parma, Napoli, Fiorentina e Borussia Dortmund, entre outros.

-U-D-

Em 17 de junho de 1990, a Portuguesa enfrentou o Ituano em um amistoso durante a Copa do Mundo e venceu por 2 a 1. A partida ficou marcado pelo primeiro gol de Dener pelo time profissional da Lusa. O site da Federação Paulista de Futebol lembra esta efeméride.

-U-D-

Você não imagina, mas Arnaldo Cezar Coelho é um investidor do mercado de ações, colhendo dividendo com empresas dos setores bancário e de energia. Pode isso? Claro que pode! Em entrevista ao Vinícius Pereira, da Suno Research, Arnaldo fala de grana.