Giro UD # 22: divisões de acesso do RJ, a tristeza da Escócia e mais

Imagem: Ferj
0 115

A gente sabe que as últimas semanas não têm aido as mais animadas. Mas seguimos firmes no propósito de manter o entretenimento de quem nos acompanha, oferecendo conteúdos informativos e legais para o fim de semana.

E é por isso que temos aqui mais uma edição do Giro UD, para você ler ou reler o que achamos de mais interessante na internet ao longo da semana. Afinal, é isso ou assistir ao programa do Márcio Garcia no domingo à tarde, né?

Leia também:

Nesta edição, a gente traz informações sobre o que (não) está acontecendo nas divisões de acesso do Campeonato Carioca, além de um sonho muito louco, a Copa do Mundo de 1982 e uma análise sobre o futebol no tal do “novo normal”.

Confira:

Se os campeonatos estaduais vivem momento de indefinição, imagine as divisões de acesso. A Série B1 do Campeonato Carioca, que geralmente começa em maio, pode ficar para setembro ou até mesmo para 2021. Na Tribuna de Petrópolis, o Roberto Márcio conta com está o panomara na segunda divisão do Rio de Janeiro.

-U-D-

Mas a situação é ainda mais dramática nos patamares inferiores do Rio. A Série C (quarta divisão) foi cancelada. Os clubes tentaram disputar um torneio alternativo em busca de rendas, mas a Ferj vetou. No site da Rádio Super Torcida, a dupla Bernardo Oliveira e Gabriel Andrezo explica a situação.

-U-D-

Na ponta da pirâmide, grandes ligas trabalham para aliviar a questão da falta de torcida nos jogos. Uma alternativa: o uso de inteligência artificial para oferecer a quem vê o jogo de casa a experiência sonora do publico em um estádio. Em Portugal, Jéssica Sousa escreve a respeito no site do jornal A Bola, em parceria com o Jornal Económico.

-U-D-

Em 2005, Felipe Augusto teve um sonho (literalmente): o Barretos, então na Série A-3 do Campeonato Paulista, estava no guia da Placar para a Série B do Brasileirão daquele ano. Pois passados 15 anos, eis que o jornalista resolveu colocar a ideia no papel e diagramou o BEC para aquela edição do guia. Está na Revista Série Z.

-U-D-

A Escócia chegou muito otimista para a Copa do Mundo de 1982, mas foi eliminada ainda na primeira fase – culpa, principalmente, de um empate por 2 a 2 com a União Soviética em confronto direto na terceira rodada. O que deu errado? Na BBC, Gordon Waddell reuniu nomes daquela campanha para explicar o que levou à decepção, talvez a maior da seleção escocesa. Texto em inglês.