Fizemos um jogo manager só com times femininos. E queremos dividí-lo com vocês

0 358

Publicidade

“E que tal um jogo manager de futebol feminino?”

Você provavelmente já se divertiu com algum jogo estilo manager, desses em que você é técnico e dirigente de um time ao mesmo tempo. Desde o Elifoot 98, passando por Championship Manager e por BrasFoot, chegando até o Football Manager, já jogou algumas temporadas, passou nervoso e conquistou acessos e títulos.

Mas estes jogos têm todos um problema em comum: são 100% masculinos.

Não há equipes femininas nos jogos manager, justamente em um momento no qual o futebol feminino (e, em geral, o empoderamento das mulheres) é permanente tema de debate, inclusive nos games – ou você não se lembra o frisson causado pelo anúncio da presença de seleções femininas no FIFA 16?

E foi por isso que a gente se propôs a tentar algo novo. Um manager apenas com equipes femininas.

Deu algum trabalho, é verdade. Mesmo alguns dos principais clubes do Brasil têm poucas informações a respeito de seus times femininos. O Flamengo, campeão brasileiro de 2016, não tem. O Rio Preto, vice-campeão, também não. Por isso, foi preciso pesquisar um bocado.

E foi assim que nos debruçamos sobre a Copa do Brasil feminina. E sobre o Campeonato Brasileiro feminino. E sobre o Campeonato Paulista feminino. E pesquisamos sites de clubes, sites de federações, sites de jornais, súmulas, contas de Facebook… Enfim, todas os meios que tínhamos para levantar quem eram as jogadoras, em que posições elas jogam, quão fortes são os times.

Com estes dados em mãos, fomos atrás de um manager facilmente editável. Escolhemos o Elifoot 98, mas é impossível rodar o jogo em computadores mais novos. Fomos para o plano B, o Elifoot 2014. E passamos alguns dias criando equipes: nomes completos, poder, elenco, posições, treinadores…

O resultado final, você vê aqui: o “UD Patch” do Elifoot 2014, com 36 equipes femininas do Brasil e seus respectivos elencos de 2016.

A gente testou e gostou. Passamos para alguns amigos, que testaram e gostaram.

E é por isso que a gente quer dividir este projeto com vocês. Para que vocês possam curtir.

Porque futebol feminino não é legal só em Olimpíadas e Copas do Mundo. Porque o futebol, na verdade, é uma manifestação cultural gloriosa, uma poderosa ferramenta de inclusão. Porque é só um jogo, mas, ao mesmo tempo, não é só um jogo.

A gente espera que você baixe e curta. E se notar algum problema, colabore com a gente. A jogadora não está mais no time? Avise a gente. A posição da atleta está errada? Comunique. O técnico não é o que consta? Só falar e a gente corrige em uma segunda versão.

Afinal, a internet é colaborativa. E você pode ajudar a gente a fazer algo novo.

Quer baixar? É só clicar AQUI e baixar, sem perigo – tem a versão para Windows e a versão mobile para Android.

Quanto você paga pelo jogo? Nada. Neca de pitibiriba. R$ 0,00. Convertido em dólares, dá US$ 0,00. É de graça.

O que a gente pede é só que você compatilhe com seus amigos em alguma de suas redes sociais, recompensando assim a nossa dedicação e a sua disposição a experimentar algo novo, que nem deveria ser tão novo assim.

Depois, conte para a gente como foi a experiência, OK?

Divirta-se!

Um forte abraço de todo o time do Última Divisão :)

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...