“Esse nome não me é estranho…”

0 109

Era uma noite de quinta-feira. Em Mogi Mirim, no Estádio Papa João Paulo II, o time da casa enfrentava o Rio Branco pela segunda rodada do Campeonato Paulista. Com dois gols de Geovane, o Mogi chegou a abrir boa vantagem, mas a equipe de Americana chegou à igualdade graças aos gols de Anselmo Ramon e Luciano Emílio. E quando o nome do autor do gol que decretou o 2 a 2 foi narrado, muita gente pode ter pensado: eu não conheço esse sujeito?

LucianoEmilio2Pode ser que sim. Luciano Emílio, atualmente com 31 anos, ganhou destaque internacional quando foi eleito o MVP de 2007 da Major League Soccer – em outras palavras, foi eleito o melhor jogador do ano nos EUA, justamente na temporada em que David Beckham estreou nos gramados da América do Norte pelo Los Angeles Galaxy.

Natural da cidade paulista de Ilha Solteira, Luciano Emílio começou sua carreira no modesto Jalesense, mas debutou no futebol profissional em 1995 pelo XV de Piracicaba – justamente quando o clube foi campeão brasileiro da Série C. No ano seguinte, transferiu-se para o Rio Branco de Americana, onde ficou até 1997. Do Estádio Décio Vitta, decidiu sair para se aventurar no futebol alemão, onde ficou até 2001 e acumulou passagens por Colônia e Alemania Aachen.

Em 2002, voltou ao Brasil para uma passagem pela União Barbarense, onde ficou pouco tempo. Mais tarde, decidiu se aventurar na América Central, atuando no futebol hondurenho por Real España e Olímpia. Foi em Honduras que o jogador ganhou grande destaque, marcando 24 gols nos dois títulos do Torneio Clausura que conquistou com o Real España em 2003 e 2004. E depois de uma rápida passagem pelo Olímpia, Luciano Emílio despertou a atenção dos mexicanos do Querétaro.

Em passagem também rápida pelo clube mexicano, Luciano Emílio garantiu a conquista do Clausura da segunda divisão de 2005. De volta ao Olímpia de Honduras, o brasileiro se consolidou, marcando 16 gols no Apertura de 2005 e 10 no Clausura de 2006 – em ambos, sua equipe ficou com o título. E também graças a ele, o Olímpia conquistou o Campeonato de Clubes da UNCAF 2005/2006, uma espécie de qualificatório para a Copa dos Campeões da Concacaf. Na “ConcaChampions” da temporada seguinte, com a vaga obtida graças ao título, o time parou nas quartas de final.

l59792-1Foi o suficiente para despertar a atenção do DC United, representante de Washington na bilionária Major League Soccer. E logo em seu primeiro ano, confirmando a badalação criada em torno de seu nome, deixou para trás astros como David Beckham, Cuahtemóc Blanco, Juan Pablo Angel, Guillermo Schelotto e Denílson, terminando o ano com 20 gols e a Budweiser Golden Boot de artilheiro da temporada.

De fato, 2007 foi um ano especial para Luciano Emílio no DC United. Em três rodadas da primeira fase, ele foi eleito o melhor jogador em campo. Ainda foi nomeado o melhor jogador do mês de setembro. Chegou a marcar gols em cinco jogos seguidos – segunda maior série da história da MLS – e deixou sua marca contra todos os times da competição, exceto o Houston Dynamo. Porém, acabou o ano sem títulos com o DC, eliminado nas semifinais da Conferência Leste da MLS.

Passada a temporada como “bombshell” do DC United, Luciano Emílio perdeu parte de seu espaço em 2008. Contra o Red Bull New York, chegou a marcar três vezes. No final do ano, com 11 gols contabilizados na temporada e o título de melhor jogador do mês de junho, ele conquistou a tradicional US Open Cup, marcando inclusive um gol no 2 a 1 da final contra o Charleston Battery.

Em 2009, ainda em alta, o atacante ganhou o green card do governo para fixar residência nos EUA. Porém, no final de uma temporada de feitos mais discretos, o jogador decidiu deixar Washington. Motivo: uma discordância salarial com a diretoria black-and-red, que pretendia baixar seus vencimentos, acabou motivando seu retorno ao Brasil.

Em dezembro, de volta a Americana, Luciano Emílio passou a treinar no Rio Branco. Não demorou para que o técnico Ademir Fonseca percebesse a “arma” que tinha em mãos para a disputa do Paulistão. No começo de janeiro, Luciano Emílio estava de contrato assinado com o clube alvinegro – onde, após ofuscar David Beckham, espera conseguir parte do devido reconhecimento no Brasil.

Fotos e informações: Luciano Emílio – site oficial, DC United – site oficial, Futebol Interior, Wikipedia, Blog do Roberto Silva, David Beckham Picture Gallery e Sports Ilustrated

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...