Dunga já jogou no Corinthians e até enfrentou a seleção da Bulgária

0 60

Surgiu uma informação surpreendente, nesta quarta-feira (16): o apresentador Neto divulgou que o Corinthians pode contratar Dunga como novo técnico, para substituir Tiago Nunes. Se isso acontecer, será um retorno dele ao Timão. Há 25 anos, Dunga jogou no Corinthians e até disputou partidas bem alternativas.

O Corinthians estava com dinheiro em 1985, por causa da venda de Sócrates pra Fiorentina. O folclórico presidente Vicente Matheus resolveu investir a grana em novos jogadores. Formou-se a “Seleção Corintiana”, time que recebeu esse nome porque muitos jogadores tinham passagens pela Seleção Brasileira (Carlos, Édson, Juninho, Wladimir, Dunga, Casagrande, Zenon, Paulo César, Serginho e João Paulo) ou do Uruguai (Hugo De León).

Mas a Seleção Corintiana não deu certo. No Brasileirão, ficou em último lugar de um grupo que tinha Coritiba (futuro campeão), Sport e Joinville. No Paulistão, ficou em 5º lugar.

O único resultado positivo veio de um torneio amistoso bem alternativo: em Los Angeles, nos Estados Unidos, o Corinthians enfrentou as seleções da Bulgária e do Chile. Empatou com os europeus, por 3 a 3, e derrotou os sul-americanos, por 2 a 1. Dessa forma a “Seleção Corintiana” venceu a Copa das Nações. O México também estava na disputa e somou o mesmo número de pontos. Mas perdeu no número de gols marcados (5 a 3).

Dunga não jogou mal no Corinthians. Era um jovem de 21 anos, que tinha surgido bem no Inter e mostrou raça no Timão. Mas saiu logo.  Disputou 61 jogos e fez 5 gols. Venceu mais do que perdeu (26 a 13, com 22 empates). Mas não brilhou e foi jogar no Santos em 1986.

Muito tempo depois, Dunga voltou a vestir a camisa do Corinthians. Mas já estava aposentado. Foi durante um evento teste da Neo Química Arena, pouco antes da Copa do Mundo de 2014, que teve vários ex-jogadores do Timão.

Corinthians Dunga
É uma boa ideia?

Por enquanto, em entrevista ao site Meu Timão, Dunga negou qualquer contato com o Corinthians. Mas sabemos como os fatos, as verdades e as declarações mudam rápido no futebol. Não se surpreenda se ele virar o novo técnico. E não esqueça que será um retorno.