Dez curiosidades sobre o Botafogo-PB

0 599

Publicidade

Primeiro campeão nacional de 2013, o Botafogo Futebol Clube de João Pessoa-PB surpreendeu a todos conquistando a quinta edição do Campeonato Brasileiro da Série D. O gol marcado pelo atacante Rafael Aidar aos 46 minutos do segundo tempo deu o primeiro título nacional para a Paraíba em toda a sua história. O tricolor da estrela vermelha conseguiu o acesso para a Série C e tem muito o que comemorar. Partindo disso, listamos 10 coisas que você provavelmente nāo sabe sobre o Belo – a começar por este apelido, talvez. Confere aí:

1. Belo? Por que Belo?

Maior campeão estadual da Paraíba, o Botafogo é chamado de Belo pela imprensa local. Esse apelido nasceu da vibração de um gol do então conselheiro do time Antônio de Abreu e Lima. O fanático gritou tantas vezes o adjetivo após o gol que o apelido acabou pegando.

remerson
O goleiro Remerson foi um dos destaques do clube no Brasileiro da Série D

2. Todo grande time começa com um grande goleiro

Um dos ídolos da conquista do Brasileiro da Série D é o goleiro Remerson. As boas atuações fizeram o arqueiro receber o apelido de Muralha pela torcida.

3. Clássico é clássico e vice-versa

O tricolor mantém rivalidades locais contra três times do estado. Contra o Treze (com quem faz o clássico tradição), Campinense (clássico emoção) e Auto Esporte (Botauto).

4. “Vamos ganhar o jogo sim!”

O compositor paraibano Jader Pordeus é o autor do hino oficial do clube. Ele compôs a canção em 1978 quando o alvinegro da  estrela vermelha conquistou o tetracampeonato estadual.

Além de campeão estadual, o Botafogo fez grande campanha no Brasileiro de 1980
Além de campeão estadual, o Botafogo fez grande campanha no Brasileiro de 1980

5. “Matador de Tricampeões”

Assim ficou conhecido o time do Belo pela campanha no Campeonato Brasileiro de 1980. O clube treinado pelo técnico Caiçara venceu o Flamengo de Zico por 2 a 1 em pleno Maracanã e o Internacional de Porto Alegre no Almeidão pelo mesmo placar.

6. E essa estrela vermelha?

O Botafogo paraibano nasceu com as mesmas cores da matriz carioca. A cor vermelha foi introduzida em 1979. O responsável pela façanha foi o industrial paulista José Flávio Pinheiro Lima, torcedor fanático do São Paulo.

7. Nome carioca, coração paulista

O fanatismo de Pinheiro Lima pelo Tricolor paulista era tão forte que ele conseguiu trazer alguns ex-atletas do São Paulo para o Botafogo. O ponta-esquerda Piau e o meia-esquerda José Carlos Serrão fizeram parte do elenco que venceu o Campeonato Paraibano de 1977. Por ironia do destino, um dos principais jogadores da campanha da conquista desta Série D é o meia Lenílson, que teve passagem marcante pelo Sāo Paulo.

8. A história do boi

O clube passou por um crise financeira nos anos 1990. Na oportunidade, o presidente Álvaro Magliano doou um boi para o elenco. O cartola recomendou que o animal fosse rifado e o dinheiro dividido entre os jogadores.

9. Habilidade + Inteligência = Chico Matemático

Chico Matemático é o maior artilheiro da história do Belo
Chico Matemático é o maior artilheiro da história do Belo

Maior artilheiro da história do Belo, o atacante Chico Matemático recebeu este apelido da imprensa esportiva de João Pessoa. Os cronistas locais consideravam Chico um atleta que combinava habilidade e inteligência em campo. Além disso, ele foi um dos primeiros jogadores profissionais do estado a fazer um curso universitário.

10. Mascote imponente

O mascote do Botafogo é o xerife. Os jornalistas esportivos chamam a agremiação de Xerifão do Nordeste.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...