Campeão brasileiro pelo Santos em 2002 quase foi artilheiro da terceira divisão de Portugal em 2019

Record.pt
0 556

O ano era 2002.

O Brasil se sagrava pentacampeão mundial no Japão, 68 clubes eram fundados, São Caetano foi vice-campeão da Libertadores, Real Madrid faturava mais uma Champions e o Santos, com as pedaladas de Robinho, conquistava o Campeonato Brasileiro.

Muita coisa aconteceu nesse ano no mundo do futebol. E é justamente em Santos que a essa história começa.

Emerson Leão era o treinador daquele time, que devido a dificuldades financeiras, foi obrigado a apostar mais uma vez nos atletas das categorias de base na briga contra o rebaixamento. Mas, como dizem, o futebol é imprevisível e o time acabou por ser campeão e a revelar diversos talentos para o futebol mundial. Entre eles, estava Bruno Moraes.

Santos campeão brasileiro de 2002 (Site oficial)

Bruno dos Santos Moraes, atacante brasileiro hoje com 35 anos e que jogou na temporada 2018-2019 pelo Deportivo Trofense na posição de centroavante. É natural de Santos (SP) e vem de família ligada ao futebol, sendo filho de Aluísio Guerreiro e irmão mais velho de Junior Moraes (autor do gol do título paulista do Santos em 2007 contra o São Caetano e que hoje faz sucesso jogando na Ucrânia).

Começou no futebol em 2001 na base do Santos, e como dito anteriormente chegou a fazer parte do elenco campeão brasileiro junto com Diego e Robinho. Também foi convocado pela seleção brasileira para a disputa do Campeonato Sul-Americano da categoria Sub-17 de 2001 (ano em que o Brasil venceu o torneio).

Porém, teve poucas oportunidades no time da Vila Belmiro e em 2003 se transferiu para o Porto, time onde se tornaria campeão português e da UEFA Champions League, inclusive recebendo elogios de José Mourinho, treinador do Porto na época. Permaneceu no time até 2008 e, a partir daí, começou a rodar por alguns clubes portugueses e depois se aventurou em países como Romênia e Chipre, até voltar para uma breve passagem pela Portuguesa de Desportos em 2014.

Bruno Moraes no Porto: elogiado por José Mourinho (Manuel Araújo/Record.pt)

Retornou a Portugal e em 2019 disputou o Campeonato de Portugal (equivalente à terceira divisão) pelo Trofense, onde quase foi artilheiro da competição, que se encerrou em 23 de junho deste ano com o Casa Pia sagrando-se campeão nos pênaltis.

Bruno terminou a temporada com 17 gols na competição, um a menos que Joel Silva do FAFE pelo grupo A, ficando empatado na 4ª posição da artilharia geral da primeira fase com o também brasileiro Diego Zaporo do Pinhainovense (atacante de 33 anos revelado pelo Iraty do Paraná).

Infelizmente, não conseguiu classificar o Trofense para as fases finais que possibilitaria o clube disputar a vaga direta para a Segunda Liga de Portugal (equivalente à segunda divisão), mas isso faz parte do futebol. Aliás, o Trofense terminou em 4º lugar na fase de grupos com 67 pontos.

Bruno Moraes foi o principal nome do Trofense na temporada (Divulgação)

Recentemente em reportagem concedida ao Globoesporte.com, Bruno Moraes afirmou que sonha em terminar a carreira no seu clube do coração, o Santos Futebol Clube. Mesmo aos 35 anos, ele garante que poderia contribuir bastante ao elenco comandado hoje por Jorge Sampaoli na posição de centroavante disputando a posição com Fernando Uribe.

Não sabemos se ele teria espaço no Santos ou em outros clubes da 1ª Divisão do Brasileirão para jogar em alto nível, mas não seria surpresa se ele despertasse interesse em algum clube intermediário do futebol Brasileiro, afinal, parece que centroavante raiz está em falta por aqui.

Posts Relacionados
Comments
Carregando...