Balanço do Mercadão Alternativo 2018

0 1.229

Mais uma vez o Mercadão Alternativo cumpriu sua missão: durante três meses, o Última Divisão destacou as contratações de diversos times do Brasil que não recebem o devido destaque. Desde 2015, nos dedicamos a buscar jogadores famosos que foram parar em times de divisões de acesso. São atletas que passaram pelos 12 maiores times do Brasil e hoje estão em equipes das Séries B, C, D ou até sem divisão.

A lista completa tem mais de 350 nomes. Neste balanço queremos destacar 10 grandes destaques, além de apontar estrangeiros que chamaram atenção e apontar qual foi o clube que montou o maior “esquadrão alternativo”.

10 DESTAQUES

Lúcio, ex-Inter, Palmeiras e São Paulo, foi para o Gama aos 39 anos

Foi pentacampeão do mundo pela Seleção Brasileira. Foi megacampeão na Europa, por Bayern de Munique e Inter de Milão. Mas jogou mal quando voltou ao Brasil, para defender São Paulo e Palmeiras. Quando parecia aposentado, resolveu jogar na terra onde nasceu. Quem sabe assim terá o final de carreira que merece.

Cicinho, ex-São Paulo, foi para o Brasiliense aos 37 anos

É outro que jogou na Seleção Brasileira. É outro que jogou na Europa, por Real Madrid, Roma e Villarreal. Mas os problemas físicos e até os excessos com álcool atrapalharam a carreira de um lateral direito promissor. Agora, após um ano parado, ele também foi para o Campeonato Brasiliense.

Richarlyson, ex-São Paulo e Atlético-MG, foi para o Cianorte aos 35 anos

Foi tricampeão brasileiro e campeão mundial pelo São Paulo. Foi campeão da Copa Libertadores pelo Atlético-MG. E mesmo assim foi perseguido por acusações de homofóbicos. Mas ele superou isso e no Cianorte pode ser muito útil com a experiência e a dedicação de sempre.

Rubinho, ex-Corinthians e Juventus-ITA, foi para o Avaí aos 35 anos

Revelado pelo Corinthians, ele foi bicampeão paulista, rodou pela Europa e parecia um goleiro promissor. A Juventus enxergou isso e o contratou. Mas é claro que ele só esquentou o banco de Buffon. Terá que mostrar no Avaí se não é tarde demais para ainda ter momentos de brilho.

Keirrison, ex-Palmeiras e Barcelona, foi para o Londrina aos 29 anos

Começou como promessa no Coritiba. Criou muitas expectativas ao ser artilheiro no Palmeiras. Foi contratado pelo Barcelona. E aí a história tomou outro rumo: ele nunca foi aproveitado na Espanha, viveu um drama pessoal com a morte de um filho e teve dificuldades ao voltar para o Brasil. O Londrina parece ser o ambiente certo para ele voltar a fazer gols.

Cristian, ex-Corinthians e Grêmio, foi para o São Caetano aos 34 anos

Virou praticamente um ídolo durante a primeira passagem pelo Corinthians, com títulos e identificação com a torcida. Depois de se destacar na Turquia, pelo Fenerbahçe, não teve o mesmo sucesso no retorno. Em 2017, de forma bizarra, foi campeão brasileiro e da Copa Libertadores, mesmo sem jogar por Corinthians e Grêmio – ele estava no elenco de ambos. Agora chega com um currículo cheio de títulos para resgatar o Azulão.

Walter, ex-Internacional, Fluminense e Goiás, foi para o Paysandu aos 28 anos

Qualquer comentário sobre Walter é sempre o mesmo: todos já viram que, se estiver em razoável forma física, ele tem qualidade para se destacar no futebol brasileiro. Mostrou isso no Inter, no Fluminense, no Goiás e em outros clubes. Desta vez o principal adversário dele vai ser o açaí. E o tucupi. E a maniçoba. E o tacacá. E o vatapá, etc…

Magno Alves, ex-Fluminense e Ceará, foi para o Novorizontino aos 42 anos

Em 2000, ele foi artilheiro do Brasileirão pelo Fluminense. E desde então nunca parou de fazer gols. Tanto que é o quarto maior artilheiro do mundo em atividade, atrás apenas de Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Zlatan Ibrahimovic. Foi útil para o Ceará voltar à elite em 2017. Pode ser útil para o Novorizontino fazer mais uma boa campanha no Paulistão e quem sabe na Série D.

Héverton, ex-Corinthians e Portuguesa, no Real-DF aos 32 anos

Tinha talento, mostrou isso na Ponte Preta, mas ficou marcado por um fato lamentável: a escalação irregular que culminou na disputa judicial do Campeonato Brasileiro de 2013. Depois daquilo, ele só se destacou quando decidiu se aposentar para cuidar de uma padaria. O negócio não vingou, rendeu até um processo e agora ele está de volta aos gramados.

Willians, ex-Flamengo e Inter, foi para o CRB aos 32 anos

Sempre foi um jogador que dividiu opiniões: tinha qualidade na marcação e conseguiu títulos no Flamengo e no Internacional. Mas também já foi escolhido entre os próprios jogadores como “o mais violento do Brasil”. Foi mal no Corinthians recentemente, passou pelo Goiás e agora tentará se recuperar em Alagoas.

ESTRANGEIROS

Ryan Williams

Estamos acostumados a ver sul-americanos em todos times do Brasil. Explorar os mercados da Argentina, Paraguai, Uruguai e de outros vizinhos não é mais privilégio das maiores equipes do país. O que impressiona é quando as equipes mostram criatividade para contratar estrangeiros de cada continente. Olha essa lista:

Ryan Williams, inglês, foi jogar no Paysandu.
Alessandro Zanier, italiano, foi jogar no São Mateus.
Akitoshi Yamamoto, japonês, foi jogar no Atlético de Cajazeiras.
Mouhamadou Leye, senegalês, foi jogar no Rio Branco-SP.
Arnold Meveng, camaronense, foi jogar no Jequié.
Al-Sarori, iemenita, foi jogar no Central-PE.

Al-Sarori

TIMES

Também é possível montar um balanço de quais times fizeram mais contratações alternativos. E o grande vencedor nesta temporada foi o Red Bull Brasil, com 10 ao todo: Thomaz (ex-São Paulo), Claudinho (ex-Corinthians), Matheus Oliveira (ex-Santos), Éder Luís (ex-São Paulo e Vasco), João Denoni (ex-Palmeiras), Tiago Alves (ex-Palmeiras), Ewerton Páscoa (ex-Santos), Rodrigo Andrade (ex-Botafogo), Ricardo Bueno (ex-Palmeiras) e Júlio César (ex-Corinthians).

Em segundo lugar ficou o Paysandu, que fez 9 contratações alternativas. Em terceiro lugar, com 8, ficaram Figueirense, Ponte Preta e Santo André. Acesse a tabela e faça a pesquisa por times também.

OUTROS

No Facebook do Última Divisão criamos um álbum com mais de 150 fotos dos jogadores, todos já vestidos com os novos uniformes. É interessante ver esses famosos em times tão alternativos. Vale a visita:

Aqui estão fotos de algumas contratações inusitadas do futebol brasileiro. Mas a lista completa, com mais de 300 nomes, está sendo atualizada aqui: https://www.ultimadivisao.com.br/mercadao-alternativo-2018/

Posted by Última Divisão on Tuesday, December 26, 2017

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...