[Anões Olímpicos] Gabonês fez história em Londres e deve repetir façanha no Rio

0 58

Após nove participações em Olimpíadas, o Gabão subiu ao pódio pela primeira vez em Londres-2012, edição na qual outras seis nações sentiram o mesmo gostinho (Bahrein, Botsuana, Chipre, Granada, Guatemala e Montenegro).

Gabonês celebra com o técnico após vencer luta em Londres-2012
Gabonês celebra com o técnico após vencer luta em Londres-2012

O feito coube ao lutador Anthony Obame, derrotado apenas na final da disputa acima de 80 kg do taekwondo. Em decisão bastante equilibrada, o gabonês terminou empatado em pontos com o italiano Carlo Molfetta, mas viu os juízes darem vitória ao europeu.

Em sua análise, Obame declarou que perdeu o ouro por “erros infantis”. Mais maduro, agora com 27 anos, ele é um dos grandes favoritos em sua categoria no Rio-2016.

No mesmo evento acima de 80 kg, em Londres-2012, faltou pouco para que outra nação africana também conquistasse sua primeira medalha na história: Daba Modibo Keita, de Mali, ficou muito próximo da final, mas foi eliminado em luta contra Carlo Molfetta e se contundiu antes da repescagem (que valeu o bronze).

A série Anões Olímpicos conta a história dos 26 países que conquistaram apenas uma medalha na história olímpica entre 1896 e 2012. Os textos são reedições atualizadas do post O que esses caras estão fazendo nesse blog?, publicado por Diego Freire, em 2012. Para ler as outras reportagens da série, CLIQUE AQUI.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...