Acabou a 1ª fase da Série D: veja os melhores, piores e o que esperar do mata-mata

Foto: Igo Estrela/Metrópoles
602

Vai começar o mata-mata da Série D! É a fase mais esperada por todos, quando certamente virá muita emoção. Mas antes é importante entender tudo que rolou na 1ª fase. Então vamos fechar o último resumão da rodada, apresentar os principais destaques até agora (positivos e negativos) e falar um pouco dos duelos definidos.

Como ficou o mata-mata

Até a semana passada, tínhamos 23 classificados. As últimas 9 vagas foram definidas na 14ª rodada e ficaram com Juventude Samas, Globo, Coruripe, Real Noroeste, Tupynambás, FC Cascavel, São Luiz, Caxias e Marcílio Dias.

Publicidade

Levando em conta a expectativa que havia antes do início da Série D, dá pra dizer que Juventude, Tupynambás, Coruripe e São Luiz surpreenderam. Mas são times que mereceram certamente.

Além de decidir as últimas vagas, a rodada também serviu pra definir o mata-mata. Veja como ficou.

Balanço da 1ª fase

Melhores campanhas

1º Brasiliense (33 pontos)
2º Gama (32 pontos)
3º Novorizontino (31 pontos)
4º Altos (30 pontos)

Piores campanhas

61º Nacional-PR (5 pontos)
62º Toledo (4 pontos)
63º Jaciobá (4 pontos)
64º Palmas (0 ponto): Pior campanha da história da Série D.

Melhores ataques

1º Brasiliense (32 gols feitos)
2º Aparecidense (31 gols feitos)
2º Mirassol (31 gols feitos)
4º Ferroviária (30 gols feitos)

Melhores defesas

1ª ABC (6 gols sofridos)
2º Novorizontino (7 gols sofridos)
3º América-RN (8 gols sofridos)
3º Marcílio Dias (8 gols sofridos)
3º Salgueiro (8 gols sofridos)

Surpresas, decepções e palpites

Fizemos um vídeo para contar as melhores histórias da 1ª fase da Série D. E no final coloquei minha análise de quais foram as principais surpresas, as maiores decepções e também arrisquei palpites de quem sobe. Confira:

Destaques individuais

Primeiro vale destacar a briga boa pela artilharia, em que Tiago Marques está na frente. Ele começou a competição como opção para Bruno Mezenga, mas teve a chance e aproveitou bem demais.

https://twitter.com/_SerieD_BR/status/1332831638997307396

Seleção da 1ª fase da Série D

Famosos Da SÉrie B (3)Para destacar outros jogadores que também foram bem, fiz um top 10 por posição. Os jogadores não estão necessariamente em uma ordem de melhor pra pior. Veja:

GOLEIROS

Giovanni (Novorizontino)
Rafael (ABC)
Rodrigo Calaça (Gama)
Vitor Paiva (América-RN)
Bruno (Rio Branco)
Junior Belliato (Marcílio Dias)
Diego (São Raimundo-RR)
Axel (Bragantino-PA)
George (Cabofriense)
Arthur (Tupynambás)

LATERAIS DIREITO

Diogo (Brasiliense)
Bernardo (Fast Clube)
Luiz Renan (Marcílio Dias)
Everton Silva (América-RN)
Lucas Mendes (Ferroviária)
Gabriel (Gama)
Rafael Cruz (Aparecidense)
Bruno Leite (Goianésia)
Renan Guedes (Joinville)
Guilherme Rocha (Moto Club)

ZAGUEIROS

Richardson (ABC)
Edson Silva (Novorizontino)
Emerson (Gama)
Badhuga (Brasiliense)
Silvio (São Luiz)
Alisson (Fast Clube)
Alysson (Real Noroeste)
Danilo Boza (Mirassol)
Bruno Aguiar (Novorizontino)
Weverton (Galvez)

LATERAIS ESQUERDOS

Tiaguinho (Altos)
Lucas Franco (Vitória da Conquista)
Diyeson (ABC)
Fábio Alves (Floresta)
Danillo Ribeiro (Goiânia)
Paulinho (Novorizontino)
Ailton (Real Noroeste)
Bruce (Rio Branco)
Caetano (Itabaiana)
Bruno Recife (Ferroviária)

VOLANTES

Andrei Alba (Gama)
Bruno Henrique (Aparecidense)
Valderrama (ABC)
Nando Carandina (Ferroviária)
Wagner Balotelli (Brasiliense)
Daniel (Mirassol)
Romeu (Potiguar)
Willian Daltro (Salgueiro)
Paulinho Santos (São Luiz)
Diego Aragão (River)

MEIAS

Cássio Gabriel (Mirassol)
Rondinelly (América-RN)
Paulo Baya (FC Cascavel)
Danielzinho (Novorizontino)
Beleu (Globo)
Albano (Aparecidense)
Juninho Arcanjo (Altos)
Tulio (Bragantino-PA)
João Paulo (ABC)
Flamel (Moto Club)

PONTAS

Luquinhas (Brasiliense)
Canga (Bragantino-PA)
Fabinho Alves (Tupynambás)
Lucas Negueba (Aparecidense)
Lelê (ABC)
Mateus Firmino (Real Noroeste)
Daniego (Galvez)
Leonardo Dias (Vitória da Conquista)
Gugu (Águia Negra)
Pachu (Atlético-PB)

CENTROAVANTES

Tiago Marques (Ferroviária)
Thiago Santos (Itabaiana)
Wallace Pernambucano (América-RN)
Betinho (Altos)
Daivison (Fast Clube)
Gustavo Coutinho (Cabofriense)
Fabrício Daniel (Mirassol)
Zé Love (Brasiliense)
Nunes (Gama)
Bruno Silva (Atlético-PB)

TREINADOR

Paulinho Kobayashi (América-RN)
Edson Souza (Brasiliense)
Fernando Tonet (Altos)
Cacaio (Bragantino-PA)
Toninho Andrade (Cabofriense)
Daniel Neri (Salgueiro)
Vilson Taddei (Gama)
Eduardo Baptista (Mirassol)
Roberto Fonseca (Novorizontino)
Edson Junior (Goiânia)

Pra quem gosta dessas análises, sugerimos dar uma olhada também nas seleções que a Revista Série Z fez, grupo por grupo.

Curiosidades do mata-mata

Ainda vamos nos aprofundar nos duelos do mata-mata ao longo dos próximos dias. Mas já vou deixar algumas curiosidades aleatórias sobre cada jogo.

Juventude-MA x Bragantino-PA: São times que começaram a disputar a Série D há pouco tempo. Contamos a história do Bragantino-PA no nosso vídeo de estreantes de 2019. Já o Juventude apareceu na lista de estreantes deste ano.

Floresta x Itabaiana: Os 2 times quase subiram na Série D de 2019. Chegaram nas quartas de finais, nos jogos valiam o acesso. Mas o Floresta perdeu pro Jacuipense. E o Itabaiana foi superado pelo Ituano. Depois ambos decepcionaram nos estaduais, mas souberam se reconstruir pra Série D 2020.

Galvez x River: O mata-mata da Série D criou uma improvável rivalidade: Acre x Piauí. Os 2 times desses estados vão duelar nessa segunda fase. O outro confronto é Rio Branco x Altos.

Coruripe x América-RN: Na Série C de 2005, os times se enfrentaram no mata-mata. O América-RN venceu pelo placar agregado de 4 a 1. E depois ainda subiu pra Série B.

Rio Branco-AC x Altos: o segundo confronto entre acreanos e piauienses traz um duelo interessante de jogadores conhecidos. É o atacante Betinho, aquele ex-Palmeiras, contra o goleiro Bruno, aquele ex-Flamengo e condenado por homicídio. Ambos estão indo bem na Série D. Quem vai decidir?

Vitória da Conquista x Salgueiro: Poderia ser um duelo de técnicos alternativos, um português (Daniel Neri, do Salgueiro) contra um boliviano (Joaquím Monasterio). Mas este último, depois de começar um bom trabalho, teve que voltar ao país por problemas com o visto. Elias Borges assumiu o time e conseguiu garantir a classificação. 

Moto Club x Fast Clube: Confesso que estou bem curioso pra ver como será o Régis, aquele ex-São Paulo, na Série D. Ele estreou na última rodada, jogou por pouco tempo e já deu uma assistência. Tem bola para se destacar e ser uma grande atração nesse mata-mata. Mas tem que manter a disciplina e controlar o vício. Se fizer isso, pode ajudar o Fast a dar trabalho pro Moto, que eu considero favorito na disputa.

Globo x ABC: Será o o único duelo entre times do mesmo estado nessa fase. E ambos foram rebaixados no ano passado. Em 2020, antes da Série D começar, o Globo ameaçou fazer um grande anúncio, de “impactar o futebol nordestino”. Há quem diga que era um grande patrocinador ou parceria. Mas há quem diga que era só a contratação do Wallyson, do ABC, aquele ex-Cruzeiro. Seja como for, nada deu certo. O Wallyson renovou contrato com o ABC, voltou a fazer gols e agora deve enfrentar justamente o Globo, que não anunciou nada.

Tupynambás x Aparecidense: O destaque pra mim aqui é o duelo entre 2 pontas de muita qualidade, Fabinho Alves (Tupynambás) e Lucas Negueba (Aparecidense). O primeiro está na briga pela artilharia (9 gols) e praticamente carregou o time de Juiz de Fora pra essa fase. O outro também é bom e está melhor acompanhado, em um time mais pronto. Veremos se vai ser resolvido no talento individual ou não.

Cabofriense x São Luiz: Aqui tem um duelo interessante de centroavantes. Na Cabofriense, Gustavo Coutinho se destaca e está na briga pela artilharia, com 9 gols. No São Luiz, Hugo Almeida, aquele ex-Coritiba, chegou recentemente, fez 3 gols em 4 jogos e parece que vai resolver o problema no ataque do time. 

Goianésia x Gama: Poderia ser um confronto muito equilibrado e de ótimo nível. Mas o Gama tem passado por um desmanche assustador. Problemas financeiros e interesses de outras equipes causaram as saídas de jogadores importantes, como Vitor Xavier, Nunes e Emerson, Andrei Alba, Calaça, entre outros. Assim o caminho parece aberto para o bem organizado Goianésia.

Marcílio Dias x Ferroviária: Uma das melhores defesas da Série D vai enfrentar um dos melhores ataques. O Marcílio é o 3º time que menos sofreu gols (8). Já a Ferroviária é o 4º time que mais fez gols (30) e tem o artilheiro da competição, Tiago Marques, com 11. Possivelmente serão 2 jogos interessantes de ataque contra defesa.

Real Noroeste x Brasiliense: O Real Noroeste treinou durante a pandemia e ganhou uma vantagem física no começo da Série D. Mas despencou já no 2º turno: Fez só 6 pontos em 7 jogos. Parece que a tática deu errado. E a equipe ainda vai enfrentar o Brasiliense, que vive exatamente o oposto: cresceu durante a competição, com entrosamento e novos reforços, e chega em ótima fase. 

Caxias x Mirassol: Arrisco que esse vai ser o confronto  de melhor nível do mata-mata! Afinal são duas equipes bem treinadas e com alguns bons valores individuais. O Mirassol está mais embalado, enquanto o Caxias foi muito irregular, mas também teve ótimos momentos.

Atlético-BA x Goiânia: É um duelo de times que tiveram importantes trocas de técnicos. No Atlético, há um mês, saiu Agnaldo Liz, por causa de problemas financeiros. Josedilson assumiu interinamente e classificou o time. No Goiânia, Finazzi saiu e deu lugar a Edson Jr., que fez um ótimo trabalho no segundo turno. 

FC Cascavel x Novorizontino: Teremos aqui um duelo interessante de juventude contra experiência. Paulo Baya, principal destaque do FC Cascavel, é talvez a melhor revelação dessa Série D. Com apenas 21 anos, ele vai enfrentar uma zaga cheia de experiência, pois os conhecidos Edson Silva e Bruno Aguiar estão com 34 anos. Ambos estão se destacando também.  Será que conseguem dar conta do garoto?

Comentários