7 motivos para acompanhar de perto a nova Copa Verde

11 155

Amparada pelo sucesso da Copa do Nordeste, que voltou a ser disputada no ano passado, a CBF decidiu investir no retorno de outro regional, desta vez em nova embalagem. Criou-se assim a Copa Verde, competição mata-mata com times das regiões Norte, Centro Oeste e até do Sudeste. Ao todo, serão 16 equipes de 11 estados se enfrentando em jogos eliminatórios (ida e volta). Ou seja, o campeão fará oito jogos, no máximo. É tão tiro curto que já saberemos o campeão no começo de abril.

Pode-se dizer também que o torneio é uma versão reduzida das antigas Copa Centro-Oeste e Copa Norte, disputadas por anos e extintas em 2002. A grande diferença é que, agora, o campeão terá vaga direta na Copa Sul-Americana 2015. De olho naquela que talvez seja a competição nacional mais alternativa do ano, o Última Divisão preparou uma lista para te convencer de que vale a pena acompanhar o torneio, que será transmitido ao vivo e com exclusividade pelo Esporte Interativo.

1. Campeões Estaduais e Times de Série B, C e D

Nada menos do que 11 campeões estaduais disputarão a Copa Verde este ano. Além disso, mais da metade dos 16 times disputaram alguma divisão do Campeonato Brasileiro no ano passado, seja Série B (Paysandu), C (Cuiabá-MT e Brasiliense-DF) ou D (Náutico-RR, Nacional-AM, Plácido de Castro-AC, Mixto-MT, Brasília-DF e Paragominas-PA).

2. Estádios da Copa (Ou Quase)

Ao todo, a Copa Verde acontecerá em três cidades que serão sedes da Copa do Mundo em julho: Manaus, Cuiabá e Brasília. Assim, poderemos ver confrontos da competição regional acontecendo em bons gramados, o que sempre melhora o futebol apresentado. Este, aliás, foi um dos principais atrativos vendidos pela CBF e pelos parceiros comerciais envolvidos na criação do certame.

Porém, para a rodada inicial, nenhuma das novas arenas será utilizada. A Arena da Amazônia em Manaus e a Arena Pantanal em Cuiabá ainda não estão prontas e o Mané Garrincha em Brasília está sendo preservado a pedido da Fifa. A promessa é que elas sejam usadas em jogos pontuais das fases avançadas, mas ainda assim o risco desta vantagem não se concretizar ainda é grande.

3. Mais Estados e Regiões Representadas

A Copa do Nordeste agrega times de sete estados e de apenas uma regiāo. Já a Copa Verde reúne times de 11 estados e três regiões diferentes. Muito mais nacional, não?

Confira abaixo a divisão dos times pelo Brasil em nosso mapa interativo:

4. Times Tradicionais, de Grande Torcida

De todos os participantes da Copa Verde, talvez os que mais chamem a atenção são Paysandu e Remo. Entre os 16 participantes, o Papão da Curuzu é o melhor colocado nas divisões nacionais (disputou a Série B em 2013, mas caiu) e sua grande torcida sente saudades do tempo em que o clube jogava a primeira divisão e torneios internacionais, como a Copa Libertadores.

A torcida do rival Leão Azul também passa por processo parecido (só que pior), já que nem a Série D do Brasileiro eles jogaram no ano passado. A vontade de voltar aos bons tempos destes dois grandes clubes pode ser o combustível para lotar estádios durante a Copa Verde – e nós torcemos muito por isso!

5. Regulamento Simples

Mata-mata. Quer algo mais simples que isso? Jogos de ida e volta, cada um jogado em uma “casa”, e vence quem fizer o melhor resultado na soma dos placares. Detalhe: gol fora vale mais.

Em outras palavras, sem invencionices. Há tempos não víamos um torneio tão simples e com promessa de emoção. Pontos corridos é legal e justo, mas um mata-mata de vez em quando não faz mal a ninguém. :)

6. Figurinhas Carimbadas, Nomes Diferentes

Times pouco conhecidos em formação pode desestimular o fã de futebol. Porém, na Copa Verde, alguns figurões estarão presentes para acalmar o torcedor. O Brasiliense, por exemplo, vai para a disputa com os conhecidos Zé Roberto (M, ex-Flamengo, Botafogo), Baiano (V, ex-Santos, Palmeiras) e Ramón (M, ex-Atlético-MG, Corinthians). Já o Paysandu lançará mão de Héverton (ex-Portuguesa, o pivô do caso Lusa-Fluminense no último Brasileiro) e de Yago Pikachu (lateral Pokemón que, acreditem, vem sendo usado como atacante).

Fora os medalhões, alguns times investiram em jogadores que se destacaram recentemente por outros clubes, caso de Célio Codó, que fez uma grande Série C pelo Sampaio Corrêa e agora defenderá o Mixto-MT, e Chapinha, que brilhou pelo Icasa na última Série B e agora jogará no Nacional-AM. Além disso, há clubes que apostam em jogadores, digamos, diferentes e alternativos, seja no nome ou na procedência: é o caso de He-Man e Michel Parintins no Princesa do Solimões e do uruguaio Héctor Vasques do Santos-AP.

7. Vaga na Sula \o/

Como poderíamos esquecer a cereja deste bolo? Para premiar e estimular a participação dos clubes em uma competição nova, a CBF decidiu destinar uma das vagas brasileiras na Copa Sul-Americana de 2015 (isso mesmo, ano que vem) ao vencedor da Copa Verde. Legal, né?

Será que estamos próximos de reviver a Copa Conmebol 1999, quando o CSA-AL terminou como vice-campeão e times como Paraná-PR, Vila Nova-GO e São Raimundo-AM representaram o país? Quem viver, verá.


TIMES POR ESTADO

  • PARÁ
    • Paysandu ♦, (B), ♥ (2002)
    • Remo ♥ (1968, 1969, 1970)
    • Paragominas (D)
  • AMAZONAS
    • Nacional (D)
    • Princesa do Solimões ♦
  • DISTRITO FEDERAL
    • Brasiliense ♦, (C)
    • Brasília (D)
  • MATO GROSSO
    • Cuiabá (C) ♦
    • Mixto (D), ♥ (1976)
  • MATO GROSSO DO SUL
    • CENE ♦
  • ACRE
    • Plácido de Castro ♦, (D)
  • TOCANTINS
    • Interporto ♦
  • AMAPÁ
    • Santos-AP ♦
  • RONDÔNIA
    • Vilhena ♦
  • RORAIMA
    • Náutico-RR ♦, (D)
  • ESPÍRITO SANTO
    • Desportiva Ferroviária ♦

Legenda:

♦: atual campeão estadual
(B): Série B 2013
(C): Série C 2013
(D): Série D 2013
♥: vencedor da Copa Norte ou Copa Centro-Oeste

NOSSAS APOSTAS

Agora é a hora da verdade. Nosso departamento de análise e previsões se aprofundou na preparação (ou tentou, porque alguns times nem isso fizeram) e aponta agora as apostas para a primeira edição da Copa Verde. É permitido tirar print da tela e nos cobrar no futuro!

  • FAVORITOS AO TÍTULO
    • Brasiliense-DF
    • Paysandu-PA
    • Remo-PA
  • CORRE POR FORA
    • Mixto-MT
    • Nacional-AM
    • Princesa do Solimões-AM
    • Santos-AP
  • PODE SURPREENDER
    • Brasília-DF
    • Cuiabá-MT
    • Desportiva-ES
    • Interporto-TO
    • Plácido de Castro-AC
    • Vilhena-RO
  • DEVE FAZER FIGURAÇÃO
    • CENE-MS
    • Náutico-RR
    • Paragominas-PA

TABELA

copa verde-1

Posts Relacionados

Leave A Reply

Your email address will not be published.

  1. Lucas Brito says

    Excelente matéria, parabéns. Somente uma observação, a tabela mudou. De qualquer modo, tenho certeza que será uma copa emocionante. O Leão Azul de Antônio Baena vem com tudo, com contratações de peso como o volante Dadá, ex Naútico; o Atacante Leandrão, ex Botafogo; o meio campo Athos, ex Chapecoense, entre diversos outros, essa copa é nossa esperança de reviver dias melhores. Fiquem de olho pois em todos os jogos vocês irão assistir um mangueirão lotado com a presença de uma das torcidas mais fanáticas do Brasil, o Fenômeno Azul, que com certeza estará presente para empurrar o time, como fazemos em todos os jogos. voltaREMOs.

    1. Julio Simões says

      Valeu pelo toque, Lucas. Já corrigimos.

      E torcemos muito para que essa Copa Verde fique marcada pelos estádios cheios. O Norte precisa voltar a mostrar esse valor ao Brasil. :)

  2. Filipe André says

    Ótima matéria! Falta só corrigir a tabela, que foi alterada pela CBF. Abs.

    1. Julio Simões says

      Valeu, Filipe! Nem tínhamos visto que estava errada. Obrigado pela dica!

  3. Fábio says

    FICOU ÓTIMA A MATÉRIA, PARABÉNS. TENHO O PALPITE UM POUCO DIFERENTE. PARA MIM CENE-MS E PARAGOMINAS É QUEM PODE SURPEENDER E OS FRACOS SANTOS-AP, INTERPORTO E O VILHENA É QUE DEVEM FAZER FIGURAÇÃO.

    1. Julio Simões says

      Obrigado pelo elogio, Fábio. E os palpites no fim do texto é justamente para levantar essa discussão. Vamos ver quem estará mais certo no final. :D

  4. Cássio Nomura says

    Caraca, que demais! Tomara que os regionais continuem ganhando espaço e força. É uma forma bacana de estimular nichos específicos aonde o futebol não é tão desenvolvido.

    1. Julio Simões says

      Verdade, Cássio. Também torço para que os regionais ganhem força, os estaduais tinham que ter outra função, talvez classificatória para estes regionais, não sei.

      E obrigado pelo comentário! Volte sempre!

  5. Rodrigo says

    Julio Simões, Brasiliense vai ir forte nessa Copa Verde. Trouxe jogadores experiente e conta com um plantel muito forte. Aqui em Brasília é o único que representa a cidade. Olho no Luquinhas, muito bom jogador. Faz tempo que não joga em alto nível por conta de lesão mais é um excelente jogador. É o chamado jogador liso… rs! Fique de olho no Jacaré, pode ir longe.

    1. Julio Simões says

      Obrigado pelo comentário, Rodrigo!

      Também acho que o Brasiliense é forte candidato, vamos ver se a coisa se confirma.

      Abraços!