7 jogos que moldaram Chapecoense x River Plate

0 104

O Última Divisão se empolgou com o duelo entre Chapecoense e River Plate, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana. É um dos jogos mais alternativos dos últimos anos e por isso até faremos o #BotecoUD, um evento para que editores e leitores do site se reúnam para acompanhar o jogo de volta. Veja o evento no Facebook e confirme presença.

evento

Mas antes disso, é justo exaltar a Chapecoense, pelo caminho meteórico que a levou até aqui. Em 7 anos, o time deixou de ser coadjuvante estadual e vai enfrentar o atual campeão da Libertadores em uma competição internacional de grande porte. É difícil resumir tudo que aconteceu durante esse período, mas é possível resgatar os jogos mais importantes que levaram o time até o auge.

Criciúma 2 x 2 Chapecoense (2007)

O jogo aconteceu no ano em que a Chapecoense começou a se reerguer, após um início de século complicado. O time chegou na final do Campeonato Catarinense como zebra, mas venceu o primeiro jogo por 1 a 0 e depois bastou um empate para garantir o terceiro título estadual do clube.

Avaí 0 x 1 Chapecoense (2009)

Esse foi o jogo que começou a colocar a Chapecoense no cenário nacional, já que deu a vaga para o time disputar a Série D daquele ano. A vitória aconteceu em plena Ressacada. Era o último jogo do quadrangular final e também classificou o time para a decisão, mas o Avaí se vingou e ficou com o título de 2009.

Araguaia 1 x 2 Chapecoense (2009)

O primeiro acesso nacional foi conquistado após fase de grupos difícil (com Londrina e Ypiranga-RS na chave) e uma dura série de mata-matas: a Chapecoense precisou passar por Corinthians-PR, Londrina e Araguaia para subir. O time parou na semifinal, contra o Macaé, mas o importante foi conquistar a estabilidade da Série C.

Luverdense 0 x 3 Chapecoense (2012)

O time catarinense precisou ficar apenas três anos na Série C para conseguir mais um acesso. Após se classificar em terceiro no Grupo B, a Chapecoense enfrentou o Luverdense nas quartas de final e passou com certa facilidade – até perdeu no jogo de volta por 1 a 0, mas a vantagem do primeiro jogo, vencido por 3 a 0, tinha sido decisiva.

Chapecoense 1 x 1 Bragantino (2013)

Palmeirenses tem calafrios com essa imagem desde 2013
Palmeirenses tem calafrios com essa imagem desde 2013

Agora em um campeonato de pontos corridos, a Chapecoense conseguiu mostrar uma superioridade impressionante. O time chegou a disputar a liderança da competição com o campeão Palmeiras e garantiu o acesso com duas rodadas de antecedência, no empate diante do Bragantino, em casa. Inicialmente a ideia era apenas evitar o rebaixamento, mas o time brasileiro mais surpreendente da década alcançou a elite. Na última rodada, aliás, a Chape venceu o alviverde paulista e fez a festa na Arena Condá.

Chapecoense 2 x 0 Botafogo (2014)

Fora os torcedores da Chapecoense, ninguém acreditava que o time conseguiria se manter na Série A. Mas isso aconteceu com duas rodadas de antecedência, em um jogo importante, já que o Botafogo foi praticamente rebaixado pelo time catarinense. A 15ª colocação bastou para classificar a Chapecoense para a Copa Sul-Americana do ano seguinte.

Chapecoense 1 (5) x (3) 1 Libertad (2015)

Primeiro a Chapecoense eliminou a Ponte Preta na “fase brasileira” da Sul-Americana. Depois, no primeiro confronto internacional, enfrentou um time muito tradicional e empatou duas vezes pelo mesmo placar. Na última partida teve até expulsão do zagueiro Thiego, mas a Chapecoense driblou tudo, acertou todas suas cobranças e contou com um erro de López para alcançar as quartas de final. Se cuida, River Plate!

Guto Ferreira, o Gordiola, tem talento para dar um nó tático em Gallardo
Guto Ferreira, o Gordiola, tem talento para dar um nó tático em Gallardo
Você pode gostar também
Comentários
Carregando...