5 motivos para comprar uma camisa retrô

Getty Images
0 706

Lembro de quando era mais novo e tive aquela clássica camisa do Zetti do São Paulo em 1993. Por razões óbvias (eu tinha 6 anos na época), ela se perdeu com o tempo. Se hoje fosse comprar uma igual àquela, só encontraria modelos usados e a preços exorbitantes.

Essa é uma sina cruel para quem gosta de camisas de futebol. Modelos históricos viram relíquias e apenas os mais fanáticos colecionadores se atrevem a entrar nesse estranho universo.

Publicidade

Mas para a sorte dos meros mortais existem as camisas retrô. Elas têm o mesmo estilo das originais, mas sem que você precise fazer nenhum tipo de loucura. Reunimos aqui 5 motivos para você adquirir uma.

1- Elas são uma viagem ao passado

Brasil Argentina retrôA graça dos modelos retrô está justamente no fato dela remeter ao passado de maneira fidedigna e a um preço justo. Mesmo os tempos gloriosos de um futebol que eu não vi, mas que ficaram eternizados podem ser relembrados em peças retrô, como o Brasil de 1962 ou a Argentina de 1986.

Outra coisa legal são as camisas que remetem às origens do clube, como é o caso do Corinthian Casuals, a do Náutico de 1934 e a Chapecoense dos anos 70.

 2- Os designs são únicos

Nos anos 70, o Irã usava um uniforme verde com a inscrição “Iran” no peito. A Uganda foi vice da Copa das Nações Africanas de 1978 com uma camisa pra lá de alternativa. Na Copa de 1990, a Alemanha Ocidental foi campeã com um histórico uniforme que tinha a bandeira tricolor do país.

Já deu para entender que as camisas antigas não só tem histórias incríveis como têm designs bem diferentes do que vemos hoje. Há quem diga que as retrô são mais legais, mas isso é uma questão de gosto. O fato é que eles são de uma época em que o design era diferente, inclusive para as camisas de futebol.

3- Elas nunca saem de moda

Seu time trocou de fornecedor e destruiu a nova camisa do seu clube? O design que era moderno ficou ultrapassado com o passar dos anos (alô, Brasil de 2002)? Quem nunca enfrentou isso que atire a primeira pedra.

Com as camisas retrô esse problema não existe, justamente porque os modelos são reconhecidos por resistir à prova do tempo.

Uniformes como a Holanda de 1974, Camarões de 1982 e o México de 1970 se tornaram clássicos por serem esteticamente atemporais. Em outras palavras, eles jamais vão mofar no fundo da sua gaveta.

 4- Seleções que não existem mais revivem

União Soviética, Iugoslávia e Tchecoslováquia são algumas das seleções que fizeram história no futebol mundial, mas que deixaram de existir por questões geopolíticas. E, a não ser que algo muito bizarro aconteça no planeta, jamais veremos camisas novas delas. Por isso, se você quiser relembrar a história dessas seleções, as camisas retrô são o caminho.

5- Há opções femininas

Ainda bem que as marcas estão se ligando que as mulheres também curtem camisas de futebol. Com as camisas retrô, elas ganham mais uma opção de vestimenta. E não pense que apenas os grandes clubes têm modelagem feminina. Times mais alternativos, como América do Rio, Paysandu e até a nossa querida Chapecoense, mostram que também estão ligados na tendência.

Quer conferir outras camisas de futebol e aumentar sua coleção? Então, confira mais no site da FutFanatics.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...